• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Anne Rice

    Se Bram Stoker é o pai dos vampiros, sem dúvida alguma Anne Rice é a mãe! Parte da (boa) reputação de que gozam os vampiros hoje deve-se aos seu personagens.

    Nascida Howard Allen O'Brien, em 4 de outubro de 1941, na cidade de New Orleans, Louisiana. Segunda das quatro filhas nascidas de Howard e Katherine Allen O'Brien. Ela decidiu chamar-se "Anne", quando foi matriculada na primeira série na Redemptorist Catholic School. Sua mãe (que há muito sofria de alcoolismo) morreu quando Anne estava quase quinze anos, e dois anos depois, com o pai casado novamente, a família mudou-se para a cidade de Richardson, no Texas. Em 1959 entrou para Texas Woman's University, onde ela completou dois anos de escola em um. Em 1961, Anne casou com Stan Rice (que ela conheceu na escola). Anne escreve suas primeiras histórias, com temas sobre sexo e erotismo, que na época a fascinavam. Se formaram em 1964, ela em ciência política, ele em escrita criativa. Sua filha, Michele, nasceu em 21 setembro de 1966. Em 1969, mudaram-se para Berkeley. Lá, ela escreveu uma história curta, "Entrevista Com o Vampiro".

    Em 1972, aos 30 anos, Anne recebeu seu mestrado em escrita criativa;  e perde sua filha Michele, de cinco anos de idade, vítima de leucemia. Anne fica arrasada e passa quase um ano alcoolizada, incapaz de recuperar-se de tal choque. Quando em 1973, em cerca de 5 semanas, ela escreve o livro Entrevista com o Vampiro, a partir do conto produzido em 1969. Recusado na primeira tentativa de publicação, em 1974, acabou saindo dois anos depois, pela editora Knopf, que até hoje publica os livros da autora.
    No livro, Anne retrata sua filha na personagem Claudia de 6 anos de idade, que é forçada a viver eternamente como criança, após virar vampira. Tal sentimento de "imortalidade", ocasionado por tais tragédias em sua vida, acabam sendo o grande motivo de tal fascínio por Vampiros, personagens principais de seus livros seguintes.
    Assim, esse primeiro livro, que acabou virando um grande, e certamente o maior, sucesso da escritora, deu origem a uma série de romances sobre vampiros, intituladas "As Crônicas Vampirescas", que incluem ainda: O vampiro Lestat (1985), A rainha dos condenados (1988), A história do ladrão de corpos (1992), Memnoch, o demônio (1995), Pandora (1998), O vampiro Armand (1998), O vampiro Vittorio (1999), Merrick (2000), Sangue e Ouro (2001), Fazenda Blackwood (2002) e Cântico de Sangue (2003).

    Anne Rice, desde a infância, sentia-se diferente das outras crianças, nunca se encaixando em expectativas sociais. Sua imaginação desenvolveu-se e criou um mundo de fantasias, mistério e sobrenatural. Cresceu na vizinhança de Garden District, e suas casas de época e ambientação soturna, foram grandes inspiradores para os cenários de seus futuros livros.

    São temas também desses romances o homossexualismo, o ateísmo, a imortalidade, a vaidade e as relações entre o bem e o mal.

    Em 2002, Rice deixou o ateísmo. Ela havia deixado a Igreja Católica no início dos anos 1960 quando teve contato com o existencialismo e passou discutir obras de Martin Heidegger, Albert Camus, Jean-Paul Sartre. No final dos anos 1990, Rice voltou às missas. O Brasil esteve presente na volta de Rice à uma procura espiritual. Ela escreveu que sentiu um delírio quando pode entrever a estátua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro.

    Assim, em 2005, Anne declara que deixaria de escrever obras sobre vampiros, bruxas e outros seres fantásticos, e se dedicaria a outros gêneros literários. Lança então, mesmo ano, o livro Cristo Senhor: a Saída do Egito, que retrata o jovem Jesus, então aos sete anos de idade, partindo do Egito com a família para voltar para sua casa em Nazaré.
    Em 2008, Anne lança um livro de memórias intitulado Chamado para fora da escuridão: uma confissão espiritual, o que demonstra claramente seu novo rumo literário, "o cristão". Nele a escritora se remete a sua infância e em épocas em que possuía uma fervorosa fé católica e que os últimos acontecimentos em sua vida acabaram fazendo retornar tal sentimento de devoção.

    Livros Publicados

    Série Crônicas Vampirescas


    Série Novos Contos de Vampiros


    Série Bruxas Mayfair


    Série Beauty

    (todos como A. N. Roquelaure)


    Série Cristo Senhor


    Série Songs of the Seraphim



    Romances únicos


    Autobiografia

    • Called Out of Darkness (2008)

    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!