• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • IAN - Amante Sombrio


    A série Irmandade da Adaga Negra, de J.R. Ward, é um dos principais sucessos do gênero. Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus assassinos os redutores.


    Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Wrath, Rhage e Zadist são os primeiros heróis dessa sociedade. A fome por vingança de cada um deles só não é maior do que suas paixões arrebatadoras. Certamente, se você ainda não leu, irá se apaixonar pela série como milhares de fãs em todo o mundo.

     

    Amante Sombrio é o primeiro volume da série Irmandade da Adaga Negra, que já conta com 7 títulos lançados e mistura aventura e romance em uma história envolvente que prende o leitor do princípio ao fim, envolvido pela guerra travada entre vampiros e humanos, e pelo tórrido amor entre o vampiro Rei e uma jovem e bela mestiça, que terão de superar muitos desafios se quiserem consumar seu amor.

    ·      Editora: Universo dos Livros

    ·      Autor: J.R. WARD

    ·      Ano: 2009

    ·      Número de páginas: 448

    Sinopse

    Nas sombras da noite, em Caldwell (Nova Iorque) se desenrola uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos. A Irmandade e seus caçadores e os assassinos. E existe uma Irmandade Secreta de seis vampiros guerreiros, os defensores de toda a sua raça. Nenhum deles deseja aniquilar a seus inimigos com tanta ânsia como Wrath, o campeão da Irmandade da Adaga Negra. Wrath, o vampiro de raça mais pura dos que povoam a terra, tem uma dívida pendente com aqueles que, há séculos, mataram seus pais. Quando morre um de seus mais fiéis guerreiros, deixando órfã uma jovem mestiça, ignorante de sua herança e seu destino, não resta a ele outra saída senão levar a bela jovem para o mundo dos não mortos. Traída pela debilidade de seu corpo, Beth Randall se vê impotente para resistir aos avanços desse desconhecido, incrivelmente atraente, que a visita toda a noite, envolto nas sombras. Suas histórias sobre a Irmandade a aterrorizam e a fascinam... E seu simples toque provoca chispas de um fogo que pode acabar consumindo a ambos.


    Olha, confesso que comprei os livros mais por curiosidade que real vontade de ler. Queria conferir porque tanto se falava sobre a série por toda a internet e me senti praticamente uma analfabeta em literatura estrangeira quando vi duas garotas de cerca de 12 anos tirando fotos ao lado dos livros da Irmandade na Saraiva (que os meus ex-professores de literatura não leiam isso!!!).


    J.R. conduz o leitor (leitora, na maioria das vezes) a um mundo onde os vampiros são seres de outra espécie, criados pela Virgem Escriba, e que vivem em nosso mundo, mas numa sociedade fechada e separada da humana. Os vampiros aqui se alimentam somente de sangue de vampiros do sexo oposto – sangue humano não é forte o suficiente para sustentá-los (será que não perde um pouco do encantamento de saber que você nunca será a única na vida dela???) – e também comem normalmente, amam, sofrem, vibram, só não podem sair ao sol, como o antigo conde Drácula.


    Para dar um toque de inovação, são os humanos, na pele dos Redutores, que são os bandidos! Geralmente vemos os vampiros como predadores, mas aqui eles são a presa! Finalmente somos os vilões e não a pobre espécie frágil!


    Outra inovação da J.R. é a linguagem – é muito oral e descritiva! Acho de extrema ajuda o manual que o livro traz no começo, descrevendo quem é quem para que você possa mergulhar de cabeça na leitura sem tomar um susto.


    Wrath é o último vampiro de sangue puro do mundo. Ele também é o rei dos vampiros, apesar de não querer a coroa, e o líder da Irmandade da Adaga Negra, um grupo de vampiros guerreiros que luta ferozmente contra a Sociedade Redutora. Ele despreza os humanos, que são os convocados pelo Ômega (entidade maligna e inimigo da Virgem Escriba) e se tornam os Redutores - e se negam a ajudar Darius quando ele pede ajuda para sua filha Beth, que é uma humana mestiça. Só alimenta um desejo: vingar o assassinato de seus pais; não há lugar em seu coração, para qualquer afeto ou sentimento positivo. Ele mata facilmente seus inimigos, não admite a presença de nenhuma emoção em seu íntimo que não seja o ódio e sua raça é considerada a mais pura da esfera vampiresca.


    Beth não sabe que está correndo perigo de vida. Ela não conheceu seus pais, pois foi criada em orfanatos e lares adotivos, e desconhece que é meio vampira por parte de pai. Ao fazer 25 anos, os vampiros passam pela transição, que é quando seu corpo muda e eles começam a necessitar beber o sangue de vampiro do sexo oposto e a evitar o sol, e nessa fase eles precisam ser assistidos para não morrerem. Darius deseja que Wrath auxilie Beth nesse período, pois o sangue puro dele é o que pode ajudá-la a sair viva no final do processo. Wrath se nega e só volta atrás após a morte do amigo.


    Beth e Wrath começam a se envolver e é através dela que vamos nos inteirando da sociedade dos vampiros e descobrindo esse novo mundo, e é aí que a história passa a ser quente. Um desejo incontrolável toma conta dos dois e é impossível negar que Beth e Wrath foram feitos um para o outro. O vampiro passa a visitá-la todas as noites, sempre em meio a um ambiente sombrio; Beth não consegue revidar seu assédio e ele a seduz e a aterroriza com as narrativas sobre a Irmandade; pode-se levar em conta a fragilidade de seu lado humano diante do fascínio de um vampiro, ao tentar justificar o comportamento da jovem em sua entrega completa a Wrath (e com tanta facilidade...)


    As cenas narrada por J. R. Ward sobre os encontros dos dois são muito quentes e explícitas. E esse foi um dos pontos que me fez demorar tanto a terminar o livro, esse não é o meu estilo de leitura já que a autora não suaviza nenhuma das cenas com componente sexual do livro, tornando a história indicada para os maiores de 18 anos.


    Outros personagens são importantes nessa trama, como os “irmãos” de Wrath e componentes da IAN, e Marissa, uma vampira linda, companheira de Wrath e que apesar de ser desprezada por ele, ainda sonha em ser sua companheira de verdade. Há ainda os detetives Jose e Buth O’Neal, amigos de Beth e que terão tambem uma participação contundente na história e o Sr X, líder dos “Redutores” que lutam para exterminar a Irmandade.


    Esta saga já conta com a publicação de 8 volumes, os quais constam nas listas dos livros mais vendidos. Sua leitura encanta e hipnotiza o leitor, como se a própria história fosse um instrumento de sedução dos vampiros. Os personagens logo conquistam o coração do público e não há mais como fugir deles; assim que a obra chega ao final, fica aquele gosto de quero mais e o desejo de engatar no próximo livro.

    21 comentários :

    1. AAAH *-* Adoro Amante Sombrio <3
      O Wrath é encantador!


      Beijocas,
      Mi
      Inteiramente Diva

      ResponderExcluir
    2. quero mto ler esta série! a cada resenha que leio, fico mais afim! =)
      bjssss

      ResponderExcluir
    3. Não li nenhum livro da série, mas ela parece ser ótima e bem hot também...

      ResponderExcluir
    4. Me sinto como voce... vejo praticamente todos os blogueiros (as) falando dessa serie e nunca tinha ouvido falar, nunca li... da ultima vez que vi fui na livraria eu vi uma prateleira so com eles... e pensei, nossa eu to bem atrasada mesmo. =(
      Gostei do Wrath... ele e um vampiro honrado que vai ajudar a Beth por amizade com o Darius apesar de ter necessitado morrer para ele se mexer a favor do pedido. kkkk
      Vampiros costumam ser teimosos, quanto mais o rei?
      Beth deve se sentir numa encruzilhada com essas histrias desconhcidas e a atraçao por ele...
      Nao sei bem qual minha reaçao ao ler, pois eu nao costumo ler nada muito erotico... fico meio sem graça, sei que e bobo, mas e a verdade. XD

      ResponderExcluir
    5. Nossaa, ameei a sua resenha, já li vários livros dessa série, mas infelizmente ainda ñ tive a oportunidade de comprar nenhum. Maas, de todas as resenhas q já li, a sua é perfeeeita, ñ deixa nada a ddesejar. E essa série...simplesmente fantástica. Booaa demaais!!!

      ResponderExcluir
    6. Fiquei muito curiosa em ler essa serie!!

      ResponderExcluir
    7. Comprei o primeiro livro agora, ainda não comecei a ler, mas estou me roendo de vontade haha vi tanta gente falando bem e muito bem diga-se de passagem que não resisti ...
      Tomara que eu goste!!!

      beijinhos,
      @carol_ordonha

      ResponderExcluir
    8. Eu sou simplesmente apaixonada pelos irmãos.
      Adoro os livros. Adorei sua resenha.
      Parabéns

      ResponderExcluir
    9. Adorei a resenha, e adoro livros sobre vampiros, so... i love it! =)

      ResponderExcluir
    10. Ah, com essa resenha me deu vontade de ter a irmandade na minha prateleira!

      ResponderExcluir
    11. Ai modeus, que vontade de ter um vampirão desses só pra mim(suspiros)!!

      ResponderExcluir
    12. Então..
      Li esse livro mais porque todo mundo falava do mesmo...tantos comentários a respeito dos IAN que eu resolvi investir...confesso que não achei tudo isso não...achei que o livro demorou para se finalizar...enfim vamos esperar que os demais melhorem.

      ResponderExcluir
    13. Adorei a resenha, esse tipo de história é a minha preferida, muito suspense, prendendo a atenção até o fim, vou conferir com certeza.

      ResponderExcluir
    14. Depois de ler essa resenha, não há como deixar de ler o livro, muito interessante, a história é cativante.

      ResponderExcluir
    15. Sou daqueles aficcionado por vampiros, não me importa se estão na moda, se brilham no escuro, se são sanguinários ou meramente românticos. Quero ler tudo a respeito destes seres eminentemente misteriosos.

      ResponderExcluir
    16. Eu conheci a serie e comecei a ler como e-book mesmo e OMG! É muito apaixonante e viciante a serie eu li apenas alguns livros porque é bem ruim ler em e-book pra mim e dos que eu li amante sombrio foi meu favorito. Eu amo a Beth e a força que ela demonstra e foi nessa primeira apresenteção que eu comecei a amar os irmãos.

      ResponderExcluir
    17. Muito boa essa série! Livros que valem a pena ler com certeza.

      ResponderExcluir
    18. que legal, eu adoro livros de vampiro e este me interessou bastanteee

      ResponderExcluir
    19. Sou um tipo de alucinada por IAN. Como você disse... JR trabalha com um lado não tão comum neste assunto de vampiros. Sou louca pelos irmãos, pelas características que ela usou ao criá-los, por tudo.

      ResponderExcluir
    20. Li algumas resenhas sobre essa série e vou confessar é ótima, pena ainda não ter os livros mas com certeza irei tê-los para matar minha fome desses livros.

      ResponderExcluir
    21. Confesso que estou bem enjoada de livros com vampiros, mas o fato deste ter inovado no comportamento e características destes seres é bem positivo e me deixou um pouco curiosa.
      O enredo parece ser ótimo, fiquei com vontade de acompanhar. Os personagens parecem ser muito diferentes e bem construídos, muito bom saber que a leitura hipnotiza o leitor.
      Também não tinha tido vontade de ler esta série, mas agora, lendo sua resenha, percebo que iria gostar também! ai gente, mas um para minha listinha hahaha
      beijos!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!