• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: P.S. Eu Te Amo, Cecelia Ahern - Novo Conceito

    Sinopse

    Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

    "Encontrar alguém que amamos e que nos retribui esse amor é um sentimento muito, mas mesmo muito maravilhoso. Mas encontrar a verdadeira alma gêmea é um sentimento ainda melhor. Uma alma gêmea é alguém que nos compreende como mais ninguém , que nos ama como mais ninguém, que está ali para nos apoiar para sempre, quaisquer que sejam as circunstâncias. Dizem que ela não dura para sempre, mas eu acredito firmemente que, para alguns, o amor continua a viver mesmo depois de termos partido.”

    Confesso que não conhecia o livro, já tinha visto o filme há alguns anos e me apaixonei completamente pela história, quando soube do lançamento pela  Novo Conceito enlouqueci para ler. Afinal, o livro sempre é melhor.

    Holly e Gerry eram amigos desde a infância e com o passar do tempo, acabaram se apaixonando aos 17 anos. Acompanhado de outros bons amigos, como Sharon e John, eles vivem uma ótima vida, na qual, mesmo quando brigavam, sempre estavam se divertindo. Porém com apenas 29 anos, Holly vê seu mundo sendo devastado, quando um tumor no cérebro acaba levando o seu querido Gerry à morte.

    Agora Holly precisa aprender a viver sozinha novamente e tentar ser feliz. Para ajudá-la, suas amigas, Sharon e Denise, estão disponíveis e garantem ótimos momentos de risadas durante o livro. Porém, é difícil saber o que fazer quando sua alma gêmea, o motivo de toda a sua existência, não está mais presente.


    “P.S Eu te amo, Holly, e sei que você me ama. Você não precisa de minhas coisas para se lembrar de mim, não precisa guardá-las como prova de que eu existi ou de que ainda existo em sua mente. Não precisa vestir minhas blusas para me sentir perto; já estou aí… sempre abraçando você.”

     Pensando em ajuda-la a reconstruir a vida após a sua morte, Gerry escreve uma carta para cada mês, e nestas cartas encontram-se conselhos e dicas. Mas, o que fazer quando as cartas acabam? A partir daí, Holly terá que caminhar sozinha...

    "Mas, Holly, não há ninguém que tenha a vida preenchida com pequenos momentos perfeitos. E, se fosse, não seriam pequenos momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Como é que se poderia alguma vez conhecer a felicidade se nunca se experimentassem os momentos baixos?"

     Uma história triste e intensa do início ao fim, mas também muito feliz se você consegue ler nas entrelinhas. Além da grande história de amor, tema principal do livro, a escritora fala de amizade e mostra a importância de se ter amigos nos momentos difíceis. Fala também de família e as complexas relações entre os seus membros. Acredito que seja impossível não chorar durante a leitura, principalmente se você tem alguém que não queira perder nunca...

    Quando li ‘Marley e Eu’, disse a mim mesma que precisava saber, antes que acontecesse de verdade, como era essa sensação de perder um animal que faz toda a sua vida fazer sentido. Lendo P.S.: Eu te amo, creio que consegui perceber como pode ser a vida de uma alma sem a sua gêmea... Creio que a grande mensagem do livro é que devemos aproveitar cada momento ao lado de quem amamos, afinal, nunca saberemos quanto tempo teremos para isso.

    Recomendo a leitura, recomendo também o filme. Apesar de triste, enriquecedor.

    3 comentários :

    1. Ahhhhhh esse livro é lindo demais!
      Terminei de ler essa semana e chorei baldes, ri horrores das vergonhas alheias de Holly.
      Apesar de ser bastante diferente do filme eu adorei ambos. Garry é tudo de bom e eu senti a perda junto com Holly.
      AMEI!!

      Parebéns pela resenha!

      ResponderExcluir
    2. Tô com o meu aqui, ainda não li pq ando com dificuldade para manter o foco na leitura, pego um, depois outro por sorte não saio confundindo um livro com outro. E no momento não tô no clima para drama.
      O filme eu não consegui assistir pq não gosto muito da Hillary e menos ainda do Jeffrey Dean Morgan, quando ele surgiu na tela eu tirei o filme. kkk
      Mas o livro me encantou, em especial pq disseram que há diferenças de um para outro.
      Adorei.

      ResponderExcluir
    3. Quero muito ler este livro, o meu ainda vai chegar, mas estou super ansiosa. Primeiro, porque li outro livro da autora e gostei bastante, e segundo, porque sempre vejo muita gente elogiando e fico com vontade de ler também.
      Adorei a resenha, o enredo é mesmo triste, mas a mensagem que o livro passa é muito bonita. Adorei os quotes que você separou, o terceiro quote traz uma ótima reflexão. Ás vezes penso o quanto as dificuldades e os momentos ruins são horríveis de se passar, mas será que se não houvessem dificuldades iríamos saber dar valor aos momentos bons?
      Quero muito ler P.S Eu te amo também, espero que o meu não demore muito para chegar haha
      beijos!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!