• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: Querido diário, Christina Kilbourne - Companhia Editora Nacional

    Autores: Christina Kilbourne



    Páginas: 216
     

    Editora: Companhia Editora Nacional


    Categoria: Ficção/suspense


    Faixa etária: a partir de 11 anos


    Lançamento: março/2013


    Preço: R$32,90



    Sinopse 

    "Uma história excelente que todo jovem com acesso à internet deveria ler." - Children’s Literature

    Querido Diário, Quando cheguei em casa depois da escola, na segunda-feira seguinte ao jogo de futebol, mamãe estava chorando. Dava para ver que ela tentava se controlar, mas seus olhos estavam inchados e vermelhos, e o nariz assado de tanto assoar. Ela tinha saído mais cedo do trabalho e pegara Gus e Molly na creche. Fiquei surpresa de encontrá-los em casa tão cedo, porque normalmente só chegam pouco antes do jantar... Aquilo estava realmente assustador, e eu nunca vou me esquecer de como me senti quando meu mundo todo desabou em dois minutos...

    Maxine e sua melhor amiga Leah se divertiam conversando com garotos na internet. Suas outras amigas invejavam seus novos relacionamentos, enquanto seus pais ignoravam todas as mensagens de amor que iam e vinham. E daí se Max e Leah mentiram quanto à idade e ao local onde moravam? Era só na internet... só por diversão. Mas, quando Leah desapareceu, Max percebeu que não eram só elas que contavam mentiras na internet. Através de anotações em seu diário, Max conta o desespero de perder Leah e seu esforço para seguir em frente depois de tudo que aconteceu.


    Foi com um imenso prazer que li ‘Querido diário’, da parceira Companhia Editora Nacional. E é claro, resenha-lo não é menos gratificante!

    ‘Querido diário’ nos apresenta a Max, Maxine Marie Lemay, 12 anos, magrela, segundo ela mesma, com óculos e aparelho, tem 2 irmãos menores e vive em uma cidadezinha. Tem 5 amigas, entre elas Leah, que é a melhor de todas.

    A história é quase um romance epistolar, a diferença aqui é que estamos lendo o diário de Max, onde ela escreve sobre como sua vida era e sobre os seus sentimentos. A princípio relutante, pois é uma indicação da sua terapeuta, com o passar do tempo, Max vê no diário um amigo, e até desiste da promessa de queimá-lo.



    A história/diário começa em 10 de novembro, após sua mãe levá-la a uma psiquiatra por estar preocupada com os seus pensamentos...




    Max está deprimida porque Leah está desaparecida... Tudo acontece após algumas visitas à internet. Max não tem internet em casa porque seus pais acham perigoso que garotas na idade dela usem a internet, mas na casa de Leah tem. Elas começam com algumas visitas ao Habbo Hotel, forúns de música e logo conhecem um ‘menino’, o D_Mais, de 16 anos. Criam um perfil que as duas usam, o Gatímida, de 14 anos. O que as meninas não imaginavam é que da forma como elas estavam mentido sobre quem eram e suas idades, a pessoa do outro lado também poderia estar mentindo. 

    Por um descuido de Max, que pode ser o que salvou a sua vida, os seus pais descobrem que ela está acessando a internet e a deixam de castigo. Nesse meio tempo, Leah se afasta de D_Mais e conhece FitBoy, e algumas semanas depois Leah desaparece...

    Confesso que achei que o livro seria mais uma historinha de adolescentes, mas a autora realmente me surpreendeu. Li o livro em apenas 2 dias porque ele desperta vários sentimentos: amor, ódio, empatia, revolta, decepção, vingança... Não tem como não torcer pelas meninas e, nem que seja por instante, se ver retratado em Max e nas dúvidas que todo adulto já teve na idade dela. 


    Dois momentos divinos a serem ressaltados. Os pais de Max a levam a um abrigo de animais onde ela adota o Finn, que passa a ser seu amigo e a ajuda a passar pela depressão. Exemplo a ser seguido por causa da adoção e para mostrar que realmente ter um animal em casa faz toda a diferença. 


    E o segundo é o momento de catarse, que eu não posso contar pois estraga toda a surpresa da história!!!
      
    Ponto para "Dicas de segurança na internet" no final do livro.

    O livro fala sobre segurança na internet, relação entre pais e filhos, as dúvidas e descobertas da pré-adolescência mas, principalmente, de amizade, daquelas que durariam por toda uma vida Um livro para ser lido por pais, filhos e amigos.







    7 comentários :

    1. Adorei!
      Adoro livros em formato de diário!
      Beijinhos
      Rizia - Livroterapias
      Livroterapias

      ResponderExcluir
    2. Parece ser bem interessante! E um amigo de quatro patas em casa faz toda a diferença. Tenho dois amigos que os pais nunca deixaram ter animais e ficam bobões quando meus cachorros chegam pra brincar com eles. É muito engraçado! E esse livro seria muito bom pra dar pra minha mãe ler e tomar mais cuidado com a minha irmã de 15 anos e bem "maluca" na rede e pra mim também! u.u' Acho que todos que usam internet deviam ler esse livro!

      ResponderExcluir
    3. Adorei o livro..amo livro diário..resrsrs achei super interessante a estória.

      ResponderExcluir
    4. Show!! Livros em formato de diário são ótimos, aumentam a empatia com o leitor. vou até participar da promoção do blog e tentar ganhar pra ler: ;)

      ResponderExcluir
    5. Adorei o fato de um cão ser adotado de um abrigo e ajudar na recuperação de alguém. Espero que muitos sigam esse exemplo!

      ResponderExcluir
    6. Caramba Drica, esse livro parece muito bom, com certeza é bem útil quanto as dicas de segurança. Gostei mesmo. =)

      ResponderExcluir
    7. Com certeza, os perigos da internet é um assunto delicado e que merece muita atenção. Muita gente acha que não há mal algum em conversar com desconhecidos, mas algumas coisas podem levar a caminhos horríveis.
      E achei muito interessante um livro abordar esse assunto, fiquei curiosa para conhecer a estória. Gosto muito de livros onde estórias são contadas através de diários, faz com que eu me sinta amiga da personagem. Fiquei curiosa, também, para acompanhar o desenrolar desta estória e para saber o que aconteceu com a amiga da personagem.
      E é muito legal você ter comentado sobre o cachorrinho que está ajudando na cura da depressão, os animais ajudam muito mesmo!
      Fiquei com vontade de ler este livro também, pelos assuntos abordados, deve trazer grandes lições para leitores de todas as idades.
      beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!