• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Dani - O Começo do Adeus, Anne Tyler - Novo Conceito

    Titulo original: The beginner’s goodbye

    Autor:
    Anne Tyler

    ISBN: 9788581630397

    Selo: Novo Conceito 

    Ano: 2012

    Edição: 1

    Nº de páginas: 208

    Tradutor: Ana Paula Corradini 


    Sinopse: 

    Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado.

    Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz.

    Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.




    Anne Tyler tem uma escrita simples e de fácil apreciação. “O começo do adeus” superou e muito minhas expectativas. Estava esperando um livro com drama que me deixaria perto das lágrimas, mas ele não é nada disso.

    Aaron perdeu a esposa quando a árvore do quintal caiu sobre o solário. Dorothy não resistiu e por meses Aaron, um tanto culpado pela breve discussão que tiveram antes do acidente, recusa-se a sair da casa quase em ruínas. Seguir em frente? Nem pensar.

    Quatro meses depois ela retorna e, aos poucos, com aquelas conversas que nem mesmo Aaron tem certeza se fala com um espírito ou está beirando a loucura, vai ajudando a superar a dor da perda.

    Confesso que a Dorothy viva me irritou profundamente, parecia não estar nem aí para o que Aaron sentia. Mas a Dorothy fantasma me fez mudar de ideia, pois temos outro ponto de vista, sem nunca perder a narração do Aaron, mas pelas conversas temos os dois lados da questão. 

    Com a última visita da esposa ele leva uma chacoalhada de uma personagem que me surpreendeu, já gostava dela e quando enfim ela confrontou o Aaron ganhou pontos.

    O final é muito lindo, é bem tocante. 

    Ao longo da narrativa de Aaron fica a certeza que devemos aproveitar cada instante com quem amamos, pois se houver assuntos inacabados, quando eles se forem será tarde demais.

    Sobre a edição: gostei do tamanho da fonte, as folhas amarelas são ótimas para não cansar a vista e quanto a erros foram mínimos.

    Com certeza eu recomendo a leitura deste livro. Leia e me diga o que achou e se já leu deixa teu comentário também.

    3 comentários :

    1. Amei este livro, ele não me chorar, mas a estoria é muito fascinante, que final lindo!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Yassui

        Eu também não chorei, mas a sinopse me fez imaginar algo do tipo.

        É uma linda história e o final, eu nunca o imaginei. Mas adorei demais!!!

        Obrigada pelo comentário.

        Excluir
    2. Adorei a resenha! Também achei, lendo a sinopse, que seria um livro com muito drama e lágrimas, mas gostei mais de saber que não é nada disso.
      O enredo é muito interessante, nunca li nada onde há um fantasma se comunicando com um personagem vivo e fiquei curiosa para saber como Aaron irá aceitar, através dessas conversas, a morte da esposa.
      Essa reflexão que a estória passa é bem interessante, também, ótimo assunto para refletir!
      beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!