• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: O Estranho caso do Yoda de Origami, Tom Angleberger - Sextante


    Sinopse: 

    DOUG É UM GAROTO MUITO, MUITO ESTRANHO.
    Ele sempre faz coisas esquisitas, como usar a mesma camiseta durante um mês, dançar feito maluco e se deitar no chão da biblioteca. Isso é constrangedor, principalmente para Tommy, que passa o recreio com ele todos os dias.

    Por outro lado, Doug faz uma coisa muito legal: origamis. Um belo dia, ele cria um dedoche de origami do Yoda, o sábio personagem da saga Guerra nas estrelas. E aí tem início um grande mistério.
    O Yoda de Origami prevê o futuro e sempre sabe como lidar com uma situação difícil. Seus conselhos funcionam mesmo e logo a maioria dos alunos da escola está fazendo fila em busca de soluções para seus problemas.

    Tommy não entende como o Yoda de Origami pode ser tão sagaz se o Doug é tão sem noção. Será que o Yoda está usando a Força? Tommy precisa resolver esse mistério antes de aceitar seu conselho sobre uma garota.

    Este é o relatório que Tommy preparou ao investigar O estranho caso do Yoda de Origami. Para torná-lo imparcial, ele incluiu os comentários de Herbert, um colega que nunca acreditou no Yoda de Origami. Também pediu a opinião de Kevin, que só fez uns rabiscos em volta do texto. Veja como ficou!



    Livro de capa dura e ilustrações fofas, teoricamente feito para crianças, será mesmo??? A Sextante caprichou mesmo!

    Mesmo que você não goste ou não saiba o que é um yoda, mesmo que você nunca tenha assistido Star Wars, isso não será um problema, porque você vai ser totalmente cativado por esse pequeno dedoche sábio. E o que fará você se perguntar: porque eu não tive a ajuda do yoda nos meus momentos de dúvida? 

    “Pressa os tolos têm.”

    O Yoda é um origami feito por Doug, um garoto esquisitão, meio confuso e um pouco bobão. Só que um dia ele aparece com um origami do Yoda que começa a dar sábios conselhos para seus colegas. Coincidência ou não, os conselhos dão certo, e ele acaba ajudando os seus amigos. Tommy, amigo de Doug, fica confuso e inicia uma investigação. Esse livro é o relato dessa investigação, com depoimentos dos colegas de Tommy, alunos de uma turma de sexta série. 

    Ponto para o fato do autor aborda dúvidas de meninos, coisas como chamar ou não uma garota para dançar, o momento de autoafirmação, a primeira namorada. Em um mundo literário onde as meninas são sempre privilegiadas como protagonistas das histórias, é bom ver os problemas dos meninos sendo dissecados dessa vez. As folhas são lindas, dá uma sensação de que cada página está amassada, sem contar as ilustrações, que dão um toque todo especial e são imprescindíveis para que você conheça cada personagem.

    Ah, e você poderá colocar as habilidades manuais à prova: no final do livro você encontra orientações para fazer o seu próprio yoda de origami. Vai perder???


    Palavras de Tom Angleberger, sobre o livro:
    “Escrever este livro você deve”, disse o Yoda a Tom Angleberger. Muito antes de ele seguir o conselho do Yoda, Tom candidatou-se a um emprego como desenhista em um jornal, mas por engano lhe deram um cargo de redator. Quinze anos depois, ele ainda está lá, atualmente como colunista do Roanoke Times, em Roanoke, na Virgínia, Estados Unidos. Ele mora em Christianburg, Virgínia, com a mulher. Visite seu site: www.origamiyoda.com.

    8 comentários :

    1. Oi Adriana! Adorei seu comentário sobre como os problemas das meninas geralmente são os que recebem atenção, enquanto dos meninos, é deixado de lado... Isso precisa mudar já! Hahaha
      Adorei sua resenha. Ainda não conhecia o livro, mas sou super apaixonada por histórias desse tipo (como Diário de um Banana, né? <3)
      Vou procurar o livro! Fiquei super interessada!!

      Beijinhos! www.primeiro-livro.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada, Amanda! Realmente, é bom ver os meninos sendo privilegiados!

        Excluir
    2. cara pfvr eu necessito desse livro <3 eu já queria a muito tempo e é a primeira vez que vejo uma resenha dele.

      Seguindo o Coelho Branco

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sério???????? Pensei q muita gente já tinha resenhado ele!!!

        Excluir
    3. Oi Adriana,
      que fofo esse livro, mesmo não sendo fã de Star Wars adorei e queria muito ele pra mim.
      Parece ser bem para pré adolescentes e para meninos isso é legal.
      Beijão

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Tb não sou muito fã de Star Wars, por isso relutei um pouco em ler o livro, mas ele é delicioso!

        Excluir
    4. Adoro esse tipo de livro e além e todos os ponto positivos ainda tem uma edução super bem cuidada.

      ResponderExcluir
    5. Fiquei super interessada na estória! Ultimamente estou amando leituras leves e divertidas e esta parece ser ótima. Concordo que é bem legal, de vez em quando, acompanhar o enredo através de um personagem masculino e fiquei com vontade de saber como ele irá desvendar os mistérios por trás deste dedoche! Deve ser uma leitura super fofa, com muita diversão. Adorei conhecê-la. :)
      beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!