• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista, Jennifer E. Smith - Galera

    Ano: 2013

    Autora: Jennifer E. Smith

    Editora: Galera Record

    Número de páginas: 224

    Sinopse:

    Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.

    Tenho o péssimo hábito (ou não) de não ler sinopses de livros e me deixar levar pelo título ou pela capa. Bom? Ruim? Relativo! A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista foi uma grata surpresa! 

    Vamos acompanhar a vida de Hadley durante 24 horas. Hadley, 17 anos, sofre de claustrofobia e está viajando, contra a sua vontade, para ser madrinha do casamento do seu pai com uma britânica que ela nem conhece. Claro que tudo o que se é feito sem muita vontade tem fooortes chances de dar errado. E é o que acontece (ou não?). Hadley se atrasa 4 minutos e perde o voo, o que a permite conhecer Oliver, 18 anos, um verdadeiro lorde, também indo para a Inglaterra e que viajará no mesmo avião que ela agora. Lamentar ou comemorar? É o que vamos descobrir.

    "E se? Três letrinhas com o peso das decisões. E se você pegar o metrô e não o ônibus? Sorrir para um estranho ou baixar o rosto? E se Hadley tivesse saído de casa mais cedo? Quatro minutos. Duzentos e quarenta segundos. Por conta desse pequeno imprevisto cronológico, ela perde o voo. Mas encontra seu destino. Quem pode dizer que isso não faz parte de algum plano cósmico?"

    Durante o longo voo que tem pela frente, Hadley e Oliver conhecerão um pouco um do outro, o que fará com que se apaixonem, e aprenderão um pouco com as experiências de vida do outro. 

    A história atual de Hadley é, por várias vezes, invadida por suas memórias do passado que acabam nos esclarecendo como tudo se encaminhou até chegar onde estamos. Ponto para a autora, que sacia a nossa curiosidade justificando as atitudes e sentimentos de Hadley sem precisar responder a uma pergunta.

    Mesmo sendo um romance a história fala da separação dos pais e de como tudo isso pode ser doloroso na vida de um adolescente, mas também fala de aceitação, de como tudo um dia se ajeita e da superação de todos esses traumas, mas de uma maneira muito leve e com um toque de humor na medida certa. 

    Uma leitura um tanto quanto previsível, como todas as comédias românticas, mas que vale à pena pela leveza que usa para falar de temas densos.

    Que outra maneira de saber que valeu a pena, a não ser tendo uma pessoa lá para segurar sua mão nos momentos ruins?

    1 comentários :

    1. Adoro leituras neste estilo, previsíveis mas com muito humor e personagens que cativam. Interessante este livro se passar em 24 horas, fico curiosa para acompanhar o desenrolar. Bom saber que a autora trouxe lembranças do passado, durante a estória, que explicam as atitudes e pensamentos da personagem.
      Deve ser uma leitura bem leve, mas os assuntos abordados são ótimos para refletir!
      Adorei a resenha.
      beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!