• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: Laços de Sangue, Richelle Mead - Seguinte

    Título: Laços de Sangue

    Autor: Richelle Mead

    Editora: Seguinte

    Ano: 2013

    Páginas: 440


    Sinopse: 

    Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger - os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável - ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono - o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade. 

    Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros - a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios - e proibidos - em Sydney...

    O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais.


    Lembrar que eu amo os seres do submundo nunca é demais, não é? Salientar então que os vampiros são os meus preferidos já é quase desnecessário para os que já conhecem o blog. Assim, imagine a minha expectativa ao começar a ler Laços de Sangue, indicado pela Livy, do No Mundo dos Livros.
    Vamos acompanhar a vida de Sidney Sage, adolescente de 18 dezoito anos com uma responsabilidade enorme: ela é uma alquimista, o que a torna parte de uma organização secular cujo objetivo é proteger os humanos dos vampiros. Mas a reputação de Sidney foi abalada após a sua última missão, em que foi acusada de ser amiga dos vampiros ao ajudar a salvar Rose Hathaway, uma dampira. 

    “Afinal de contas, a nossa missão principal de proteger a humanidade partia da crença de que os vampiros eram antinaturais e contrários ao plano de Deus.”

    Mas quando a realeza dos Moroi está em perigo, Sidney é convocada para proteger Jill, a princesa do clã, e terá que fazer o seu melhor para que não seja substituída por sua irmã Zoe, a quem ela acredita dever proteger do mundo dos alquimistas. 

    “Desde que não houvesse nenhum lírio ali, ela estaria livre. Uma vez gravada a tatuagem na sua pele, não havia como voltar atrás. Você pertencia aos alquimistas.”

    Sidney é enviada a uma escola, um dos seus sonhos, já que foi alfabetizada em casa por seu pai, junto com Jill e Eddie, um dampiro guardião, que se passarão por seus irmãos, na tentativa de manter Jill escondida e a salvo de seus inimigos.

    Durante a missão, Sidney terá que lidar com Keth Darnell, alquimista responsável pela missão que alimenta um certo rancor em relação à ela, sentimento compartilhado pelos dois e que será fruto de um segredo a ser revelado. 

    Na escola, Sidney chamará a atenção pela sua tatuagem dourada em forma de lírio, marca registrada dos alquimistas. Os alunos acreditarão que ela é a responsável pela inteligência brilhante da garota, o que a levará a Nevermore: estúdio de tatuagem que promete força, inteligência, charme ou o que o cliente precisar, além de um belo desenho, é claro. E essa será a missão pessoal de Sidney: descobrir como essas tatuagens são feitas, já que possuem características muito semelhantes às feitas pelos alquimistas. 

    Nunca tinha lido nada da Richelle Mead e confesso que me apaixonei pela sua escrita: leve, clara, explicativa, bem dosada, com personagens bem delineados. Como não se apaixonar por Adrian Ivashkov? Vampiro boêmio, cheio de charme, inteligente e lindo, mas com alguns desvios de personalidade... nem precisa disso tudo, né? E ainda vai ajudar Sidney a se descobrir, quero um desses pra mim! Dentre os humanos, ponto para Trey e para a sua professora, que também serão importantes nesse processo de autoconhecimento de Sidney.  

    “Ser encantador é o meu passatempo - Adrian respondeu, obstinado. - Eu sou a vida de qualquer festa... mesmo sem beber. Não fui feito para ficar sozinho.”

    Mas Sidney é a minha preferida! Adolescente que teve que amadurecer muito cedo nesse mundo dos Alquimistas, extremamente inteligente em diversas áreas mas sem nenhum trato social, na verdade, ela não entende nada das relações sociais e seus sentimentos, e nunca se apaixonou... Forte, corajosa, determinada, inteligente, mas extremante frágil. Aposto em Sidney como a grande personagem dessa série. 

    “As maiores mudanças na história aconteceram porque as pessoas foram capazes de se livrar do que os outros lhes diziam para fazer.”

    A autora cria três tipos de vampiro:

    Moroi: suportam o sol, mas enfraquecem se expostos por muito tempo, se alimentam de sangue humano, mas não matam, mantem doadores, parecem humanos e envelhecem, tem poderes relacionados aos cinco elementos: ar, água, fogo, terra ou espírito.

    Dhampir/Dampiro: descendentes de Moroi e humanos ou Moroi e Dampiro. Por serem mais fortes que os Moroi, são seus guardiões e não se alimentam de sangue. 

    Strigoi: se incineram ao sol, dependentes de sangue humano, matam suas presas e são fisicamente mais fortes e agressivos.

    Amei o livro, e quero logo saber como essa história continua. Mesmo não tendo lido nenhum exemplar de Academia de Vampiros isso não comprometeu o entendimento da história, fazendo com que você leia Bloodlines de maneira independente, mas quem quer isso, não é? Eu já estou garantindo o primeiro volume da série para mergulhar nesse mundo fantástico de Morois, Dampiros, Strigoi e Alquimistas. Vale à pena!!!

    Fui pesquisar um pouco sobre o livro e descobri que Laços de Sangue é o primeiro volume de uma série chamada Bloodlines, e é derivada de uma outra série, da mesma autora, a Academia de Vampiro, é o que chamam de spin-off.  Sinto que vou ter mais uma série pela frente...

    Bloodlines:


    1.      Laços de Sangue (2013);

    2.      O Lírio Dourado (lançamento: segundo semestre 2013);

    3.      O Feitiço Azul (disponível em inglês);

    4.      The Fiery Heart (previsão de lançamento em inglês: novembro 2013);

    5.      Sem título;

    6.      Sem título.

    1 comentários :

    1. Oi Drica,

      Eu tenho um fascínio louco por vampiros, adoro filmes, livros, series, tudo. Comprei Academia de Vampiro, esta aqui mas nao li ainda e nao vejo a hora de começar. Nao sabia que Bloodlines é um spin-off de AV.
      Ja me apaixonei por Adrian, imagina "Ser encantador é meu passatempo". O céus, por que vampiros são sempre lindissimos e adoraveis. Essa mistura de Morois, Dampiros, Strigoi e Alquimistas não tem como nao dar certo.
      E quero ver Sidney se apaixonando por Adrian e protegendo Jill.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!