• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Lia: A Maldição do Tigre, Editora Arqueiro



    Título Original: Tiger's Curse
    Editora: Arqueiro
    Tradução: Raquel Zampil
    Páginas: 272 
    Lançamento: 19/10/2011


    Sinopse -
    Paixão. Destino. Lealdade. Você arriscaria tudo para salvar seu grande amor?
    Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco.
    Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele.
    O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.
    Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.
    A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times.

    “Um romance delicado e uma aventura capaz de deixar o coração a mil por hora. Eu vibrei e roí as unhas. A maldição do tigre é mágico!” – Becca Fitzpatrick, autora da série Sussurro.

    Para saber mais sobre o livro visite o site da Editora.

    Para ler um trecho, clique aqui.

    Para vistar o site original da série, clique aqui.
     
    Sobre a autora:
    Colleen Houck é uma leitora ávida que adora livros de ação, aventura, ficção científica e romance. Estudou na Universidade do Arizona e trabalhou como intérprete de língua de sinais durante 17 anos. Ela mora em Salem, no Oregon, com o marido e um tigre branco de pelúcia.
    Abaixo um book trailer sobre o livro:


    Resenha - Por: Lia Christo


    Trezentos anos atrás Dhiren, um príncipe indiano, foi traído por seu irmão e sua noiva Kishan, e raptado por um rei vizinho. O rei queria desesperadamente um amuleto místico, de propriedade da família do príncipe. Quando o príncipe se recusou a entregar o seu amuleto que era herança de família, o rei amaldiçoou ambos os irmãos a viverem como tigres para a eternidade. Dhiren, o tigre branco, passa os próximos séculos em um circo após o outro sem esperança de ficar livre da maldição, até que ele conhece a garota que muda o seu destino.


    Kelsey, é uma adolescente, que ficou orfã de pais a pouco tempo e que vive atualmente com um casal amigo, com quem ela se dá bem.
    O romance, nos faz lembrar um pouco de Crepúsculo, no sentido de que não rola muita coisa além de beijos e alguns amassos... E não há um caráter idealizado do sexo masculino. E o fato de que é colocado em um pedestal pela heroína insegura(bem, neste caso, ele é um tigre na maioria das vezes, mas quando ele é um homem ...) A violência é um pouco mais leve, porém, os leitores provavelmente vão gostar de aprender um pouco sobre a Índia e os deuses e deusas hindus.


    Kelsey Hayes tem 18 anos e acabou de se formar no ensino médio. Olhando para o futuro e querendo trabalhar para ganhar dinheiro para a faculdade, ela aceita um emprego temporário de verão, para ajudar um circo itinerante. Uma de suas responsabilidades é ajudar a cuidar do tigre branco. Imediatamente Kelsey sente uma conexão com o tigre e passa seu tempo livre visitando-o. Certa vez, ao visitar o tigre, ela diz em voz alta: "Eu queria que você estivesse livre". Logo depois, um senhor indiano chamado Mr. Kadam aparece e oferece a Kelsey uma oportunidade de viajar para a Índia para continuar cuidando do tigre.


    Quando Kelsey descobre que o tigre branco é na verdade um príncipe indiano que pode tomar a forma de um homem durante seis horas a cada dia, ela fica relutante em continuar a viagem, mas cede quando ela percebe que é parte da profecia, e que pode ajudar a quebrar a maldição. Juntos, Ren, Kelsey, e o Sr. Kadam passam a estudar a mitologia, história e cultura da Índia para decifrar a profecia. Em meio aos perigos e intrigas, Kelsey e Ren encontram-se apaixonados, mas Kishan está de volta e os irmãos irão disputar o amor da garota que pode ajudá-los a se tornarem humanos novamente.


    Uma fã confessa da série Crepúsculo, Colleen Houck dá a Stephenie Meyer crédito por te-la inspirando a escrever esta aventura épica baseada na beleza do conto de fadas da Bela e a Fera. Enquanto aguardava o último livro da Saga Crepúsculo a ser publicado, Houck decidiu escrever um romance épico. Colocando a caneta no papel, ela anotou todos os elementos que ela amava de algumas de suas séries favoritas, como Star Wars, Indiana Jones, e Crepúsculo e usou o fundamento de A Bela ea Fera para criar sua história. Ao descrever seu livro Houck chama A Maldição do Tigre de um indiana Jones que se mistura com Crepúsculo.


    Quando ouvi falar pela primeira vez deste livro, eu realmente não tinha certeza se iria gostar, me pareceu interessante, mas soou um pouco surreal demais para mim. Eu não sabia muito bem o que esperar dele, mas a capa e a sinopse acabaram me deixando bem curiosa e resolvi pedir ele de presente de amigo secreto no Natal de 2011.


    Em seguida, os comentários começaram a chegar e eu tenho que admitir que eu comecei a querer saber porque as pessoas estavam adorando tanto...  Assim que recebi o livro, fiquei doida pra ler mas a correria do dia a dia e alguns livros de parceria que estavam na frente fizeram com que ele ficasse meio esquecido na estante... Até que um dia arrumando meus livros me deparei com ele e resolvi furar a fila e meu Deus, eu estou tão feliz por ter feito isso... Valeu  muito a pena...


    Eu realmente gostei de Kelsey, mas eu me apaixonei mesmo foi pelo Sr. Kadam. Ele me lembrou um avô que faz o tipo observador, conselheiro e muito sábio. Como um personagem que é muito observador, ele oferece conselhos e orientação e ajuda a desvendar os segredos da maldição, mas quando se trata de ação - isso cabe a Kelsey.


    Falando dos personagens, eu amei o jeito que as relações entre eles parecia tão real - não foi de vento em popa até o fim, houve solavancos na estrada e alguns personagens mostraram seu lado teimoso que às vezes me deixou( exasperada ), mas estes são riscos reais de personalidades que são encontradas em pessoas reais - #FATO!


    A narrativa é bem descritiva, me absorveu e me arrastou pela Índia. Embora eu nunca tenha estado lá, eu podia ver, ouvir, cheirar e sentir tudo - Senti como se eu estivesse realmente lá caminhando ao lado de Kelsey e Ren.


    Ah! E eu não poderia deixar de falar do Ren... Minha amigas... Que príncipe é esse??? De tirar o fôlego de qualquer uma...
    No mais puro estilo: Moreno, bonito, sensual e inteligente... Uiiiiiiiiii


    Para mim A Maldição do Tigre é um completo conto de fadas moderno. Com magia, aventura, romance e humor...
    Sério, vocês não irão se arrepender de ler este livro.


    Agradeço a minha amiga oculta por me enviar este livro fantástico!


    Eu recomendo A Maldição do Tigre.


    4 comentários :

    1. Nossa que resenha incrível! Fiquei com muita vontade de ler esse livro e com certeza vou comprá-lo em breve! O site da série é todo fantasioso, cheio de magia, amei! Adoro histórias assim, imagine só encontrar um tigre desse? rs

      Beijos mil ♥ www.uzeabuze.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Seria realmente fantástico, não é?????? Kelsey é uma garota de sorte!

        Excluir
    2. Oh série de arrepiar. Cada página lida é vibração pura. Os personagens são perfeitos e fofos. Encantada com as cenas que estão descritas no livro e não vejo a hora de dar segmento aos outros livros. Pra saber logo como vai terminar.
      Beijos.

      ResponderExcluir
    3. Ei já tinha ouvido falar dessa serie e ouvi também que só A maldição do tigre que era bom, assim como tu tbem recomendou, os demais chatos e cansativos. Mesmo sendo gênero fantasia me chamou atenção, afinal se apaixonar por um tigre não é todo dia que acontece, depois de ler Crepusculo (adorei) essa seria a serie escolhida, mas desanimei com os comentarios. Quem sabe mais a frente.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!