• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Dani: Paixão sem Limites, Abbi Glines - Arqueiro

    Paixão Sem Limites
    Título original: Fallen too far 

    Autora: Abbi Glines 

    Trilogia: Sem Limites - Livro 01 

    Editora: Arqueiro 

    192 páginas 

    Sinopse: 

    Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas. 

    Oi, galerinha! 

    Encerrei o ano com a leitura deste livro e devo dizer que queimei a língua, por ter acreditado que não era bom. 

    O começo do livro foi bem divertido com a Blaire mostrando que apesar de ser uma garota é durona e sabe se cuidar. E só pela cena divertida a autora me fisgou.

    Blaire viajou do Alabama até a Flórida para encontrar com o pai que lhe abandonou, mas agora ele é o único que pode ajudar, para irritação da garota assim que chega descobre que o pai viajou. Com pouco dinheiro e sem conhecer a região ela apela para a bondade de Rush Finlay.

    Rush foi um mocinho que de início não me agradou por ser desregrado: bebe muito, troca de garota como troca de roupa, foi um tanto quanto cruel com a Blaire.

    A antipatia entre os dois não vai durar muito, mas o fato do Rush não gostar da Blaire permanece escondido por um bom tempo, e quando é revelado me deixou bem surpresa.

    Um fato interessante neste livro é que a Blaire consegue um emprego super rápido?! Viva a literatura, senão ela ainda estaria largando currículo por aí.  Falando sério agora: ela consegue um emprego no Clube de golfe, servindo bebidas ao longo do percurso para os jogadores.

    Outro ponto que me agradou na trama é que além dos mocinhos bem elaborados, os secundários têm sua cota de importância e sua função é bem exercida, exemplo: Woods que se encanta pela Blaire, me conquistou com sua personalidade de riquinho que sabe bem o que quer e tem um bom jogo de palavras. Nanette que logo de cara classifiquei como odiosa. Beth que é uma amiga inesperada e bem espontânea.

    A atração entre Rush e Blaire é palpável, ela não sabe o motivo dele querer manter distância, nem nós, mas cada cena entre eles as faíscas sobem alto. E quando enfim a barreira cai, preparem o fôlego e as bombinhas!

    A medida que o texto avança notamos o amadurecimento dos personagens, e torcemos para que dê tudo certo. O final me deixou com o coração na mão.

    Uma leitura rápida, com linguajar atual, palavras que podem deixar os pudicos incomodados, mas nada excessivo. As cenas são envolventes e calientes.

    Para quem curte o gênero New Adult, corre para ler e se apaixonar pelo Rush. E aproveita que logo mais "Tentação sem limites" será lançado.

    A capa nacional me agradou mais, até por ser voltado para o ponto de vista da Blaire, a modelo bate com a descrição feita e isso me deixa feliz, nada mais chato que ter uma loira na capa e a mocinha ser ruiva. Então a capa da Arqueiro está linda e perfeita. 

    Vejam aqui a capa americana:


    Não esquece de deixar teu comentário, ok? Já leu? Quer ler?

    4 comentários :

    1. Oi Adriana,
      Li sua resenha e acho que vou queimar minha língua também, por que eu ainda não li esse livro.Eu tinha lido só uma opinião e a pessoa não gostou.Como estou com uma lista de livros para ler um pouquinho grande, não dei muita bola para o livro. Sua resenha me deixou com muita vontade de ter este livro e descobrir os detalhes.
      Bjos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Kenia,
        O bom dos livros é que todos merecem chances, pois cada um enxerga a trama de uma maneira.
        É clichê sim, mas vale a leitura, não é um livro que mude vidas, mas com certeza vai alegrar a cada virada de página. =)
        Espero que leia e goste.
        Obrigada por seu comentário.

        Excluir
    2. OI Dani,

      Nao li o livro ainda, acredita? Mas adoro um New Adult. Ja li algumas resenhas e todas positivas. Agora imagina Blaire, indo morar com um pai que nao queria saber dela e conhecer o filho da madrasta e esse ser maravilhosamente lindo. Arrogante, bajulador, festeiro, mas lindo. E eu preciso saber por que Rush nao gostava dela, rsss.
      A capa nacional é incrivelmente mais linda.

      ResponderExcluir
    3. Sou apaixonada por esta série. Uma das melhores leituras que fiz neste ano. Agora espero poder ler todos os outros. Pois já virei fã de carteirinha da Blaire.
      Beijos.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!