• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: Destrua-me, Tahereh Mafi - Novo Conceito

    Título Original: Destroy Me

    Autor: Tahereh Mafi

    Páginas: 99

    Ano: 2013

    Tradutor: Maria Angela Amorim De Paschoal

    Editora: Novo Conceito

    Série: Estilhaça-Me

    Sinopse:

    Perfeito para os fãs de estilhaça-me que aguardam desesperadamente a liberação de Liberta-me, este original digital da série irá preencher a lacuna entre esses dois romances a partir da perspectiva do vilão que todos nós amamos odiar, Warner, o líder cruel do Setor 45. 

    Em Estilhaça-me, de Tahereh Mafi, Juliette escapou do restabelecimento seduzindo Warner e, em seguida, colocando uma bala em seu ombro. Mas como ela vai aprender em Destrua-me, que Warner não é tão fácil de se livrar... De volta à base e se recuperando de seu ferimento quase fatal, Warner fará de tudo em seu poder para manter seus soldados em cheque e suprimir qualquer menção de uma rebelião no setor. Ainda obcecado por Juliette, como sempre, a sua primeira prioridade é encontrá-la, trazê-la de volta, e dispor de Adam e Kenji, os dois traidores que ajudaram na sua fuga. Mas quando o pai de Warner, o Comandante Supremo do restabelecimento, chega para corrigir os erros de seu filho, é claro que ele tem muito planos diferentes para Juliette. Planos esses que Warner simplesmente não pode permitir.


    Sou suspeita para falar da série, pois sou completamente apaixonada, acredito que por isso demorei tanto para resenhar Destrua-me de forma ‘imparcial’.

    Estilhaça-me é o primeiro livro da trilogia e Destrua-me, conhecido também por livro 1.5, antecede Liberta-me, o segundo volume. Ele é disponibilizado somente em e-book, e no site da Novo Conceito vocês podem baixá-lo gratuitamente.

    O conto será narrado sob o ponto de vista de Warner, o que vai nos permitir conhecer os pensamentos tão dúbios e que me deixaram tão confusa desse vilão charmoso. Acredito que essa seja uma chance ideal para conhecê-lo. Mas não acredite que você vai passar a odiá-lo mais ainda, Mafi conseguiu humanizar Warner ao nos apresentar um menino frágil, que teve uma infância difícil, com uma relação bastante complicada com o seu pai, que é ninguém menos que o Comandante Supremo do Restabelecimento. 

    Destrua-me retoma a história no ponto exato em que Estilhaça-me acaba. Vamos encontrar Warner bastante debilitado após ter sido atingido por uma bala em seu braço, atirada pela própria Juliette. Mas nem isso será suficiente para que ele a esqueça. Na verdade, após encontrar o seu diário, aquele que ela escreveu durante Estilhaça-me, seu único desejo será encontra-la e matar Adam.

    “Não consigo parar de ler seu diário. Meu coração sofre, de certo modo, mas não consigo deixar de virar as páginas. Sinto como se estivesse batendo num muro invisível, como se meu rosto estivesse envolto em plástico e eu não pudesse respirar, não pudesse ver, nem ouvir qualquer som a não ser as batidas do meu próprio coração pulsando nos meus ouvidos.”

    Ao saber que dois de seus soldados e uma prisioneira escaparam do Setor 45, o Comandante Supremo fará uma visita à Warner, em uma tentativa de limpar a sujeira. 

    "...E começo a perceber que tem uma pequena parte de mim que não deseja afastar os pensamentos dela. Uma parte de mim gosta da tortura.

    Essa garota está me destruindo.

    Uma garota que passou o último ano internada num sanatório de loucos. Uma garota que tentou me matar porque eu a beijei. Uma garota que fugiu com outro homem só para se afastar de mim.

    É claro que essa é a garota por quem eu iria me apaixonar."

    Você vai descobrir os motivos para as atitudes de Warner, vai se convencer de que ele é realmente apaixonado por Juliette, e vai deixar uma dúvida: ele é mesmo tão vilão quanto se esforça para mostrar que é? Ou é apenas uma vítima do próprio Restabelecimento? 

    "O amor é um cretino perverso e sem coração.

    Estou ficando louco."

    Um livro perfeito para você se decidir se você é team Warner ou team Adam. Eu continuo team Adam!!!

    Livros da trilogia:

        Estilhaça-Me – #1- Resenha

        Destrua-Me – #1.5

        Liberta-Me – #2

        Fracture me - #2.5: Lançamento nos EUA previsto para 2013 | Não há previsão no Brasil

        Ignite Me (Titulo Original) - #3: Lançamento nos EUA previsto para 2014 | Não há previsão no Brasil


    11 comentários :

    1. Ainda não tive o prazer de ler o primeiro da série, mas achei que esse deve ser muito bom, especialmente por ser bem curtinho (99 páginas) é um conto??? um extra???? Ai estou ansiosa pra ler a amar odiar o vilão!!!

      ResponderExcluir
    2. Drica esse conto foi perfeito!!! E fiquei mais que feliz por ler só após conferir Liberta-me, pq tem "spoiler" no conto, eu fiquei bem surpresa quando o personagem surgiu. E teria perdido essa sensação caso tivesse seguido a ordem. =)

      ResponderExcluir
    3. ainda não li esse conto :(
      nunca encontro pra ler online, queria que lançassem físico...
      bjs
      http://torporniilista.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    4. Quando sai o resultado do top comentaristas?

      ResponderExcluir
    5. Ainda não li Estilhaça-me, mas parece ser uma boa série e esta continuação também parece ser bem legal! Acho o enredo muito interessante, acho que vou incluir estes livros na minha lista de desejados rsrs

      ResponderExcluir
    6. Engraçado um livro ser 1,5... hehe
      acho que vou curtir esta série...
      Não li o 1 ainda, por isso não mergulhei fundo na resenha...
      Adorei o trecho: "O amor é um cretino perverso e sem coração.
      Estou ficando louco."
      Queroo

      ResponderExcluir
    7. Como eu preciso ler essa série. Adoro mesmo quando temos a oportunidade de ver o ponto de vista de outros personagens, ainda mais os principais. Assim que eu puder $$, na ovou perder a chance. O livro digital ja baixei, ja pensei até me ler, mas nao adianta, nao vai fazer sentido sem ler Estilhaça-me antes.
      Ja vi que toda maldade de Warner tem uma razao = pai. Sou da opiniao que nao existem viloes cem por cento viloes, todos tem coração e só precisa de uma Juliette para lembra-lo disso.
      Ótima resenha, bem imparcial, mesmo vc falando que é team Adam, rsss.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Apesar do coração partido, acho q consegui fazer uma resenha imparcial sim.

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!