• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: As mentiras de Locke Lamora, Scott Lynch - Arqueiro



    Título: As mentiras de Locke Lamora (livro 01 - Série Nobres Vigaristas)

    Título Original: The Lies of Locke Lamora

    Edição: 1

    Editora: Arqueiro

    Ano: 2014

    Páginas: 464

    Tradutor: Fernanda Abreu

    Autor: Scott Lynch

    Sinopse: 

    O Espinho é uma figura lendária: um espadachim imbatível, um especialista em roubos vultosos, um fantasma que atravessa paredes. Metade da excêntrica cidade de Camorr acredita que ele seja um defensor dos pobres, enquanto o restante o considera apenas uma invencionice ridícula.
    Franzino, azarado no amor e sem nenhuma habilidade com a espada, Locke Lamora é o homem por trás do fabuloso Espinho, cujas façanhas alcançaram uma fama indesejada. Ele de fato rouba dos ricos (de quem mais valeria a pena roubar?), mas os pobres não veem nem a cor do dinheiro conquistado com os golpes, que vai todo para os bolsos de Locke e de seus comparsas: os Nobres Vigaristas.
    O único lar do astuto grupo é o submundo da antiquíssima Camorr, que começa a ser assolado por um misterioso assassino com poder de superar até mesmo o Espinho. Matando líderes de gangues, ele instaura uma guerra clandestina e ameaça mergulhar a cidade em um banho de sangue. Preso em uma armadilha sinistra, Locke e seus amigos terão sua lealdade e inteligência testadas ao máximo e precisarão lutar para sobreviver.

    "As Mentiras De Locke Lamora", de Scott Lynch, é o primeiro livro da série Nobres Vigaristas. Neste primeiro volume somos apresentados a Locke Lamora, menino pobre, abandonado, que vive sozinho no caos que a cidade de Camorr, onde as únicas possibilidades para crianças como ele é a morte pela fome, moléstias ou enforcamento, ou viver no submundo do crime sendo aliciado por pessoas como o Aliciador, que será o ‘tutor’ de Locke. 

    “Nós aqui somos ladrões de outro tipo, Lamora. A farsa e o engodo são as nossas ferramentas. Não acreditamos em trabalho árduo quando uma cara falsa e uma bobagem bem-bolada podem ser tão mais eficazes.”

    Locke é um ladrão fantástico, inteligente, que age sozinho, mas é essa sua engenhosidade que faz com que ele seja rejeitado pelo seu primeiro ‘tutor’ e siga a sua vida. Passado o prólogo, vamos encontrar Locke já adulto com os seus comparsas, os anti-heróis Jean, Pulga, Galdo e Calo, que foram criados e treinados pelo Padre Correntes, que aplicarão vários golpes na nobreza de Camorr. Mas não se engane Locke e a sua trupe não são ladrões comuns, eles são verdadeiros especialistas na arte de roubar, os mais talentos já vistos em toda a região. O livro é narrado alternando passado e presente.

    “A regra de Locke Lamora era a seguinte: uma boa trapaça exigia três meses de preparação, três semanas de ensaio e três segundos para ganhar ou perder para sempre a confiança da vítima.”

    Locke fica famoso e passa a ser chamado de Espinho: uma figura lendária capaz de atravessar paredes, espadachim imbatível, responsável por roubos fantásticos, mas isso é mais um exagero do povo já que Locke mal sabe usar uma espada, não tem sorte no amor e é bem magrinho. 

    Mas a história tem uma reviravolta quando se inicia uma estranha onda de assassinatos de líderes de gangues e Locke terá que salvar os seus amigos.

    O livro é muito bom. Um pouco lento no início, confesso. No prólogo, em alguns momentos ele chega a ser monótono. Mas vale à pena seguir em frente e se surpreender em como a história de Locke e suas aventuras pode ser fascinante e não deixar você largar o livro. 

    “Não preciso de ninguém para me lembrar que estamos mergulhados em água escura até o pescoço. Só peço a vocês que se lembrem de que os malditos tubarões somos nós.”

    Os personagens são muito bem construídos, com características bem marcantes de personalidade. Nada de seres fantásticos, surreais, eles são seres humanos de verdade sem firulas. Honestidade à parte é difícil não torcer por eles! Cheio de detalhes, o autor cria um mundo único onde Locke vive suas aventuras; nomes de cidades, de lugares e de pessoas bem exóticos que são quase impronunciáveis à princípio, mas que passam a fazer parte do seu vocabulário rapidinho. Bela capa. Ótima diagramação, revisão impecável, a Arqueiro está de parabéns!

    Com um enredo originalíssimo, As mentiras de Locke Lamorra é uma grata surpresa! Vale à pena conferir!

    O próximo livro da série é "Mares de Sangue".

    12 comentários :

    1. Oi Adriana, que bom que você já adiantou sobre o início morno, assim ninguém desiste de descobrir mais para frente um bom enredo.
      Bjs, Rose

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pois é, é bem devagar no começo, mas vale à pena insistir.

        Excluir
    2. Mais uma série? hehe
      Eu li comparações com a saga "crônicas de gelo e fogo" se não me engano e isso me deixou curiosa... o início parado não se parece, hehe.
      Bem, eu senti que a estória é muito boa. Adorei os vigaristas, o Locke especialmente... achei ele parecido com o "Aladim", sei lá porque.
      Adorei.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ainda não li As Crônicas de Gelo e Fogo, Edna. MAs os Vigaristas são ótimos mesmo, adorei a perspicacia deles.

        Excluir
    3. Estou com esse livro como um dos mais desejados por mim, e adorei saber que ele é uma série ADORÁVEIS VIGARISTAS (a gente já lê esperando o próximo livro ser melhor ainda) adorei a resenha e a sinopse, afinal amei tudooooooooo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fico imaginando o que trarão no próximo, do que será q esses meninos são capazes?

        Excluir
    4. Me interesso muito por este livro, por ler a sinopse e gostei muito de ler sua resenha. O enredo é bem interessante e o personagem principal parece ser muito cativante de se acompanhar. É bem chato livros que são lentos no início, mas fico feliz em saber que isso muda. :)
      Acho que leria também, parece bom.
      beijos

      ResponderExcluir
    5. O enredo não me chamou atenção, porque não gosto desse gênero, mas o suspense para saber o final deve ser maravilhoso.

      ResponderExcluir
    6. Oi, eu super quero ler esse livro, ele realmente tem um enredo super original, eu curti muito, a resenha esta ótima, e eu espero ler o livro em breve e tomara que eu goste dele.
      Beijos!!!

      ResponderExcluir
    7. Eu quero muito ler este livro faz tempo. Acredito que ele deve ser tão mentiroso que acredita nas próprias mentiras. Pena ter a parte morna ,mas o negócio é insistir pois se você diz que torcemos pelo bandido, deve ser bom mesmo, rss.

      ResponderExcluir
    8. Poxa uma história assim seria ótimo de ler. Estou surpresa com o que descobri sobre a história e super empolgada. Quero ler e apreciar esta leitura até o fim. Muito bom.
      Beijos.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!