• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: A Falsa Princesa, Eilis O'Neal - Farol Literário

    Título: A Falsa Princesa

    Autora: Eilis O'Neal

    Edição: 1

    Editora: Farol Literário

    Ano: 2013

    Páginas: 408

    Sinopse:
    Depois de dezesseis anos acreditando ser a princesa de Thorvaldor e por sucessão a futura rainha dessa nação, a garota que cresceu e sempre viveu na corte ao lado do rei e da rainha recebe uma notícia que muda completamente a sua vida. Para driblar uma profecia os reis trocaram sua filha ao nascer, colocando em seu lugar um bebê que poderia enganar a todos ao ser criado como a princesa Nalia, mantendo assim sua verdadeira filha segura, longe do palácio e dos perigos ditados nessa temida visão do oráculo. Assim, quando os anos difíceis passaram e a profecia perdeu sua validade chegou a hora de colocar a verdadeira princesa em seu lugar, o que quer dizer que além de bagunçar a cabeça da jovem que até então acreditava ser Nalia, foi também preciso tirá-la do castelo, de seus amigos, de sua até então família, de praticamente tudo que sempre teve como certo, mas que por fim descobriu que nunca lhe pertenceu. Nalia não era Nalia, mas sim Sinda, uma jovem não muito diferente de outras garotas da sua época: não seria rainha, não conhecia seus verdadeiros pais, não foi criada para ser algo além de princesa então não sabia muito sobre a vida fora da corte, e agora não tinha um mais um lar. Sozinha, perdida e confusa ela deixou dezesseis anos para trás e partiu para uma jornada de aceitação e descobrimento do seu passado, do seu presente e, principalmente, do seu futuro.

    – Quem sou eu? Se não sou ela, então quem eu sou?




    Olá, queridos,

    A Falsa Princesa contra a história de Nalia, garota de 16 anos que viveu até hoje acreditando que era uma princesa, morava em um belo castelo com os seus pais, o reia e a rainha de Thorvaldor, e aprendia como uma princesa deveria se comportar, apesar de acreditar que não levava muito jeito para a coisa. Nalia era a melhor amiga de Kiernan, por quem nutria um sentimento todo especial e com quem vivia os momentos mias emocionantes de sua vida pacata.

    “Eu era uma menina boa, quieta e seguidora de regras. A princesa perfeita, não fosse por minha desajeita e, às vezes, dolorosa timidez.”

    A vida de Nalia começa a mudar quando os reis revelam para ela que ela não é a princesa Nalia, na verdade o nome dela é Sinda e ela foi colocada no lugar da princesa por causa de uma profecia feita pelo oráculo de Isidros, único canal das previsões do Deus Sem Nome, que dizia que existia uma possibilidade de a princesa morrer assassinada antes de seu décimo sexto aniversário. Como Sinda já tinha completado 16 anos e o prazo da profecia já tinha passado, ela não era mais necessária. Então, retornaria à sua vida real, que nada tinha a ver com a realeza.

    “A luz que entrava pelas janelas me oprimia, tão clara e brilhante quanto diamantes. Estou sozinha, pensei, olhando em volta pelo Salão. Tudo isso, toda a minha vida, tudo havia sido um sonho. E estava chegando ao fim.”

    Sinda vai viver com seu único parente vivo, uma tia. Levando uma vida de privações, ela descobre aos poucos que a magia corre em suas veias, mas do que mais ela sente falta é da sua amizade com Kiernan, o único amigo que deixou no palácio. Sinda decide então abandonar a tia e procurar ajuda para desenvolver e controlar a sua magia. 

    De volta à cidade, Sinda reencontra Kiernan e é ajudada por uma professora de magia excêntrica. Mas o que Sinda realmente não esperava era descobrir que havia uma enorme conspiração por trás de tudo o que envolvia a sua vida no palácio. Desconfiando de que o rei e a rainha foram traídos, ela fará de tudo para desvendar o que se esconde por trás da nova princesa. 

    A Falsa Princesa realmente me surpreendeu, acreditei que seria uma história de uma menininha inocente e só. Não entendi quando logo no começo do livro é revelado que Nalia não é Nalia e sim Sinda. Me perguntei: e agora? Acabou a história? Nada disso! A história estava apenas começando, e me tirando o fôlego a cada capítulo. Sinda é uma personagem incrível, difícil não se envolver com ela, e ela vai amadurecendo à medida que vai vivendo novas experiências. 

    Muita aventura, muito suspense e, claro, uma boa dose de romance, A Falsa Princesa fala também de amizade, e como ela pode evoluir para sentimentos mais fortes.

    “Éramos só... amigos, mesmo que essa amizade fosse tão antiga que nenhum de nós conseguisse lembrar um tempo em que ela não existia. Mesmo que fôssemos tão próximos que às vezes podíamos terminar as frases um do outro, ou contar uma piada um instante antes de o outro conta-la. Mesmo que, cada vez que eu pensava em viver minha vida sem ele, fosse como caminhar na escuridão sem lamparina e sem nenhuma chance de encontrar a luz outra vez.”

    Graças à escrita fluida e gostosa da Eilis O’Neal, o livro não tem nenhum fio solto, não deixa nada sem resposta, mas, mesmo assim, deixa um gostinho de quero mais. Não poruqe falte alguma coisa, mas porque a história é boa mesmo!

    17 comentários :

    1. Adriana, xará, quando li a sinopse pensei: vixe, lá vem mais um clichê daqueles de princesa e plebeu que ninguém mais aguenta, mas daí você fez uma resenha bastante diferente e me fez ver que a história é o outro lado da moeda, no lugar de vermos a princesa tomar seu lugar vemos o lado da plebeia que se dua vida desfez depois de 16 anos de mentira. Achei muito interessante e fiquei curiosa para saber mais!!!

      ResponderExcluir
    2. Oi Drica!
      Esse livro é ótimo mesmo, cheio de surpresas, reviravoltas e com final redondinho, eu amei ♥
      Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Realmente, Elis! Um livro bem organizado, com uma história boa, todo corretinho!
        Obrigada pela visita!

        Excluir
    3. Também achei isso, acabei a leitura e não me importaria de continuar lendo. Agora vamos combinar que os reis foram péssimos em suas atitudes, dispensaram a guria como se ela fosse um pano de chão. Achei horrível isso.
      Bjs, Rose

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Acredito q o poder pode transformar as pessoas q se deixam levar por ela, Rose.

        Excluir
    4. Fiquei com dó das meninas...
      Viver de um jeito e ter que mudar por conta de uma profecia... ai, que injusto. Os reis não nutriram nenhum amor pela Nalia/Sinda?
      Eu quero conferir este livro de perto...
      Pelo menos ela tem super poderes (hehe). Espero que ela se dê bem no final.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Tb tô torcendo pelas duas meninas, Edna, quero q ela deem uma lição no rei e na rainha.

        Excluir
    5. Já li muitas resenhas positivas sobre este livro e fico muito curiosa para lê-lo também, parece ser muito bom. Gosto muito de enredos neste estilo e adorei saber que o livro te surpreendeu, parece ser mesmo uma estória cativante. :)
      beijos!

      ResponderExcluir
    6. Nossa, que história hein?! Viver no lugar de uma pessoa pensando ser essa pessoa e depois descobrir que a família não é a verdadeira família.. triste e ao mesmo tempo, fantástico!

      ResponderExcluir
    7. Nossa, eu já queria ler esse livro agora eu necessito dele hehehe, eu não vejo a hora de ter o livro, irei colocar ele no top da lista de livros que quero, essa foi a melhor resenha que vi dele, fico imaginando quem traiu o rei e a rainha e quero entender melhor porque fizeram a Sinda pensar que ela era a Nalia.
      Beijos!!!

      ResponderExcluir
    8. Pela capa o livro não parece ser muito bom, mas lendo a história você realmente se encanta.

      ResponderExcluir
    9. Fui lendo a resenha e pensei "nossa a parte mais emocionante do livro acontece no inicio, quando ela descobre que ela nao é ela", mas não, vocÊ vem e diz que tem toda uma trama por tras disso. E ainda, ela tem uma forte magia. E vai ajudar o rei e a rainha que a dispensaram ?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pois é, quando vc pensa q já sabe tudo mais mistérios aparecem!!!

        Excluir
    10. Oiee
      Que história ótima de ser lida,nunca vi enredos parecidos sempre é aquela pobre garota que descobre ser uma princesa e não uma "Princesa" descobrindo que ela é apenas uma menina normal.
      E o melhor de tudo é envolver tudo isso com magia,que eu amo,não tem como sair uma história mais perfeita.
      beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Realmente inusitado o enredo, acho q por isso o livro é tão bom!

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!