• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: O húngaro que partiu sem avisar, Marcelo Antinori - Lazuli Editora



    Título: O Húngaro que Partiu sem Avisar

    Autor: Marcelo Antinori

    Editora: Lazuli

    Páginas: 271

    Sinopse:
    Quem era o húngaro que vivia no apartamento de baixo e desapareceu sem dizer para onde ia? A única pista que deixou foram alguns papeis escondidos nos vinte seis livros que guardava em sua estante. Aquela busca que começou com uma simples curiosidade de Bebei, o arquivista da embaixada da França, acabou revelando um intrincado mistério que teria de ser desvendado para salvar a pacata Santa Clara Frente ao Mar das ameaças escondidas nos planos do prefeito. Marcelo Antinori, nesta história que desde o inicio prende o leitor, nos convida a descobrir os segredo do misterioso hungaro ao mesmo tempo que nos leva a um passeio pela pequena cidade caribenha que guarda em sua arquitetura a memória de um passado colonial. Uma trama que combina pitorescos prsonagens locais como Grená que em baixo a seu guarda sol vende bilhetes de loteria, o filósofo que dorme na praça com seus gatos e aqueles loucos maltrapilhos que vivem e bebem nas escadarias da Igreja das Mercedes, a exóticos visitantes que parecem saídos dos velhos contos da guerra fria.

    Oi, pessoal,

    E na onda dos nacionais hoje vamos falar sobre O húngaro que partiu sem avisar, livro do brasileiro Marcelo Antinoiri, que trocou a Economia pela Literatura e este ano lançou seu terceiro livro digital fora do país.  Vive em Washington, nos Estados Unidos, e já lançou dois romances em português e um em epanhol e inglês. A publicação é da Editora Lazuli. 

    A história se passa em Santa Clara, uma cidade de frente para o mar, tendo como moradores aquelas figuras clássicas de bairros familiares. Assim somos apresentados a Bebéi, um arquivista da embaixada da França, cheio de manias e que conhece todos os seus vizinhos. 

    Certo dia Bebéi que leva uma vidinha bem monótona descobre que o húngaro, seu vizinho do andar de baixo, havia partido da cidade há 10 anos sem que ninguém mais percebesse. Após uma pequena invasão ele nota que o mesmo deixou o apartamento intocável, e a partir daí temos uma investigação cheia de grandes surpresas e perigos!

    Confesso que achei o começo meio morno, até pensei em desistir da leitura, mas logo o mistério que se apresentou me provou que deveria lê-lo até o fim. 

    A única pista que Bebéi tem para começar a procurar o húngaro são alguns papéis escondidos em vinte e seis livros que ele guardava na estante, e que vão trazer um certo clima de insegurança para a pacata Santa Clara e para a vida de Bebéi.

    Cheio de personagens inusitados e fascinantes, o livro nos surpreende em muitas vezes. Com diagramação muito bem feita, só não gostei muito da capa. Uma narração leve e interessante, que flui muito bem e consegue prender o leitor bem mais a partir da metade do livro. Se você gosta de investigação não deve deixar de ler!

    12 comentários :

    1. Oi, Adriana
      Adoro ler livros nacionais. Esse mistério chamou minha atenção. Fiquei super curiosa para saber o que aconteceu com o Húngaro e como esse mistério foi solucionado.

      ResponderExcluir
    2. Olá Adriana!
      Só li um livro de investigação até hoje, e confesso que ele me prendeu muito. Com isso, estou muito ansiosa para ler este!
      Concordo com você que a capa não é nada atraente, rs.
      Ótima resenha!
      Beijos,
      Ana M.
      http://www.vicioemlivros.com/

      ResponderExcluir
    3. Eu sou a maior fã dos nacionais, mas, nao sei se esse me chamaria muito a atenção não. Assim como você acho que me obrigaria a terminar a leitura, porque dificilmente desisto. Num primeiro momento, não é a minha praia.

      ResponderExcluir
    4. Que legal, Dri!
      Eu não gostei da capa e a sinopse também não me chamou muita atenção. Mas sua resenha ficou bem legal e mostrou o potencial do livro. Eu gosto de livros com investigação e, se leitura é ágil, melhor ainda.
      Beijos

      ResponderExcluir
    5. Eu naum curto muito esse estilo de livro, mas tenho amigos que gostam e vou indicar pra ele vai que eles gostam.

      ResponderExcluir
    6. Adoro esses livros de investigação que envolvem mistérios... rsrs
      Adorei a sinopse e a resenha. Fiquei super curiosa em desvendar o mistério. A capa realmente não é nada convidativa.

      Bjok

      ResponderExcluir
    7. Nunca julgue um livro capa,né?Confesso que também não curti,mas fiquei surpresa ao conferir tua resenha pois curto livros de investigação e não esperava ser tão interessante!!Dica anotada!!

      ResponderExcluir
    8. Aaah, adorei a premissa desse livro!
      Gosto de livros com essa temática mais investigativa :)
      Parece ser uma leitura bem agradável e rápida, considerando o número de páginas...

      ResponderExcluir
    9. Oieee
      Adoro livros sobre investigações ou suspense!
      Não consigo parar a leitura enquanto não tiver descoberto todo o mistério ou as respostas para as perguntas.
      Tenho certeza que a vida de Bebéi ira mudar completamente,e o que aconteceu com o Húngaro?,quero muito saber,quem sabe eu leia o livro em breve.
      beijos

      ResponderExcluir
    10. Que demais, não sabia que este livro é nacional e achei muito interessante! O enredo me deixou curiosa, fiquei com vontade de acompanhar o personagem enquanto busca saber o que aconteceu com o húngaro. Me interessei, pois adoro livros com mistérios!
      Concordo que a capa não é muito bonita, mas o que vale é o conteúdo!
      beijos!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!