• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: Um milagre chamado Grace, Kristin Von Kreisler - Única



    Titulo Nacional: Um Milagre chamado Grace 

    Titulo Original: An Unexpected Grace  

    Autora: Kristin Von Kreisler

    Tradução: Iona Teixeira Stevens

    Editora: Única

    Ano: 2014

    Número de páginas: 286

    Sinopse:

    Você nunca mais verá os olhos de um cão da mesma maneira...

    Depois de ter sobrevivido a uma tragédia em que vários de seus amigos foram mortos, Lila Elliot sabe que suas cicatrizes só amenizarão com o tempo. E ela é grata pelo carinho de sua melhor amiga, que a hospedou em sua casa para que ela não ficasse sozinha e recebesse seus cuidados. Entretanto, algo em seu coração não consegue esquecer a tristeza e a dor desse trauma. Até que ela conhece Grace, uma golden retriever que sofreu abusos e maus tratos, mas que havia sido resgatada por Adam, um homem de bom coração que não suportou ver um animal tão triste e sofrido. Lila, que tem verdadeiro pavor de cães desde a infância, terá de dividir o espaço com Grace. As duas precisam de amor e de tempo para superar suas tragédias pessoais. Grace mantém distância de Lila, pressentindo o medo que ela sente. Aos poucos, porém, Lila consegue enxergar pelos olhos de Grace o amor e a coragem que são tão importantes para seguir em frente.

    Um romance apaixonante, sobre os dramas da vida, as incertezas e o amor que chega inesperadamente.


    Tenho certeza que todos que já conhecem o bloguinho imaginam o porquê de eu ter lido esse livro, não é? Se é que existe alguém que ainda não sabe, sou apaixonada por cães, eles são parte da minha razão de existir, e também sou protetora de animais, na medida do possível, cuido, alimento, já resgatei, e não sei ver esses seres maravilhosos sofrerem. Nem mesmo em filmes que dirá em livros. Essa tem que ser a premissa para que eu leia um livro sobre animais, ou me recuso a lê-lo.

    O nome dela é Grace. Ela é a melhor de todos. A mais preciosa do mundo.

    Um milagre chamado Grace é um livro encantador. A principio conhecemos Lila Elliot, que trabalha em um emprego que não a satisfaz, pois o seu sonho é ser pintora, terminou um relacionamento de 5 anos a 6 meses e está sozinha, e tem verdadeiro pavor de cães graças a um incidente acontecido durante a sua infância. 

    Do outro lado está Cristina, sua melhor amiga a 18 anos, casada, mãe de uma menina, protetora de animais, que tenta sempre convencer Lila a adotar um cão. E é assim que Lila conhece Grace, ela foi roubada do seu antigo dono por Adam Spencer por causa dos maus tratos que sofria. Ele não aguentou vê-la dormir na chuva, passar fome e ser espancada por ele. 

    Vamos encontrar Lila em seu escritório começando o que seria mais um dia normal de trabalho quando, logo após ouvir gritos do lado de fora ela é surpreendida por Makov, o zelador, apontando uma arma e atirando nela. A vida de Lila sofre uma reviravolta e após sair do hospital ela vai morar na casa de Cristina, o que a faz conviver com Grace. 

    Em uma dessas ironias do destino, Lila se verá sozinha, tendo que tomar conta de Grace, para fazer um grande favor a Cristina. Apesar da promessa de Adam de conseguir logo um novo lar para Grace, elas irão conviver tempo suficiente para que uma seja responsável pela cura dos traumas da outra.  

    Juro que odiei Lila de cara. Como alguém pode não se apaixonar por um golden retriever? Como alguém pode não se sensibilizar com todo o sofrimento de um animal que sofreu maus tratos? Mas consegui entender o trauma de Lila e seus medos aos poucos. 

    A diagramação é muito boa com letras de bom tamanho para leitura, a tradução está impecável e a capa é fantástica. A Única está de parabéns!!!

    A história é bem dosada, ela tem um quê de policial com Lila tentando entender o porquê de Makov ter atirado nela, tem o toque dose de Grace e um pouco de romance, fala de amizade e de lealdade. O livro não é apenas a história de um cão e como eles são capazes de transformar nossas vidas. O livro fala de traumas, de feridas que são abertas e que apenas nós somos capazes de fechá-las.

    Conheça o site da autora:  http://kristinvonkreisler.com/

    Veja a capa original:

    16 comentários :

    1. Adam e realmente o sujeito bom , mas tambem de ver a Grace uma cachorra que sofreu maus tratos doi o coração ate de uma pessoa de coração de pedra (+/-) .
      O que me chamou atenção foi que Lila não gosta muito de cachorros mais menos assim vai ter que passa dividir com Grace o menos espaço, hihiihi que loucura .
      Lila que Grace tem coisa tao comuns pois a duas passaram por momento dificil na vida e acho que isso vai ser torma um uniao delas , pois amor vence tudo ate pior sofrimento e nada melhor do que tem um cão como melhor amigo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Realmente, nada melhor que ter um cão como melhor amigo!

        Excluir
    2. Logo quando vi o começo da postagem , nome do livro e tudo mais , não achei que fosse gostar , mais a historia me animou , também tenho medo de cães , mais quando eu era menor andava com vários , minha tia mora com mais de 5 cães e eu andava com eles normalmente , ate que teve um acontecimento que me deu medo , só falo e fico perto de cães dentro de casa se forem de amigos e se eu conhecer a um bom tempo , e msm assim fico meia desconfiada e cm medo , mais sou louca pra ter um e parar com o medo, pois sou acostumada a viver cm eles desde pequena , com certeza vou ler esse livro , ele chamou bastante minha atenção!

      ResponderExcluir
    3. OI!
      Tenho que assumir que gostei da capa original, é bem fofa. Já tinha conhecido esse livro, mas nunca tive a oportunidade de lê-lo. Me identifiquei com uma coisa em Lila, também tinha pavor de cães quando crianças, até um certo tempo eu tinha, mas perdi ao conhecer a amável mascote da minha amiga. Gostei da história passa superação e recomeços em conjunto.

      ResponderExcluir
    4. Oi vida!
      Assim que eu comecei a ler a resenha, me fiz a mesma pergunta que você comenta depois. Como alguém pode não se apaixonar por um Golden? kkkkk
      Apesar de gostar de animais, eu não li muitos livros em que eles sejam um dos principais assuntos abordados, mas deve ser muito interessante acompanhar esse processo de cura mútua.
      Morrendo de vontade de ler!
      Um beijo ;*

      Juliana . Oliveira
      http://trocandoconceitos.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Como vc disse: é um processo de cura mútua, faz bem p todo mundo!

        Excluir
    5. Posso falar que amei a capa original? Muito melhor que a capa do Brasil. Bom, primeiro, me identifiquei muito com Lila. Eu amo animais, amo cachorros desde criança, amo gatos, tanto que tenho minha gata que nao vivo sem, mas, MORRO de medo de cão adulto. Nao toco e só entro numa casa se prenderem o cão adulto De grande porte. Meu trauma começou quando fui atacada por um Pastor Alemao pelas costas, eu tinha oito anos de idade. Nunca odiei o animal por isso, tanto que ajudo instiuição de Blumenau com ração. Recentemente tinhamos em nosso sitio uma boxer, que meu sogro ganhou ainda bebe. Sabe que boxer é uma eterna criança né ? Entao, ela estava com quase dois anos. A medida que ela crescia, meu medo crescia junto com ela, mas eu ia brincar com ela, dava comida, sempre com alguem comigo, tentando perder o trauma. Mas sofremos um assalto e o assaltante degolou a pobrezinha e meu panico entao, que estava indo embora, voltou. Esses dias fui conhecer a casa de uam amiga, que tem uma Golden e me apaixonei. A Golden sentiu meu medo e se abaixou, ficou imovel me deixando fazer carinho nela. Imagino que aos poucos Grace encantou Lila que só precisava de uma chance de poder se apaixonar por Grace. Quando li sua resenha, uma das minhas perguntas foi porque o zelador atirou, mas vou ficar sem saber nao é ? Esse livro daria um filme maravilhoso.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Gente, q história essa sua! Acho q ela dari aum filme tb! Pobre animal o do seu sogro, mas acredito q ele está em um lugar q aqui em casa chamamos de "Céu dos Cachorros", é para onde o meu Sadan vai e a minha Wallery já está. Parabéns pela sua iniciativa de ajudar uma isntituição, e que bom q o seu medo não te afastou dessas criaturas fantásticas. Vc é uma pessoa realmente especial!

        Excluir
    6. Oiee
      Só tenho uma coisa a dizer...que livro mais fofo e inspirador!
      É tão bonito ver o amor entre nos seres humanos e animais,eles realmente conseguem nos compreender de uma maneira incrível.
      A capa do livro está adorável mas gostei mais da versão original.
      Até imagino as trapalhadas de Lila e Grace,e nesse livro rola romance?me lembro vagamente de outra resenha que citava o nome de um homem por quem Lila ia se sentir atraída,acho que é só eu lendo o livro pra saber.
      beijos

      ResponderExcluir
    7. Nunca li o livro, aparenta ser bom pelo fato de ter um cachorro com o protagonista, acho legal como até em história criadas o amor do cão com o homem é mostrado, a história parece ser de emocionar já que a menina tem um trauma de cães!!! Olha entrou para minha lista de livros que quero ler!!!

      ResponderExcluir
    8. Também amo demais os animais, cachorros, gatos...por isso, não resisto a uma leitura com personagens de quatro patas ♥
      Desde que vi este livro em lançamento, fiquei muito interessada. Adoro estórias onde algum companheiro animal acaba transformando a vida de alguém.
      Adorei a resenha, e acho que também ficaria com raiva da personagem, inicialmente, mas concordo que devemos levar em consideração o trauma sofrido.
      O enredo é muito bom, os assuntos abordados são ótimos. Este livro já está na minha lista, preciso ler para ontem haha
      E que capa linda! <3
      beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. E a história é fantástica mesmo!!! Ainda bem q alguém concordou comigo!!!

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!