• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: Baroak, a estrela, Cris Motta - Novo Século

    Baroak, a estrela
    Autora: Cris Motta
    Editora Novo Século
    Ano 2011
    312 páginas
    Todos nós, seres humanos, temos um poder transformador. Os aparentes conflitos e incapacidades podem ser o combustível essencial para nos tornarmos grandiosos, levando a uma experiência fora do comum, uma experiência mágica. Beatriz Comarin é uma adolescente de treze anos que vive o conflito de sentir-se excluída do grupo de pessoas de sua idade, abrindo-se, apenas, às estrelas do céu – suas amigas confidentes. A mudança em sua vida começa quando seu pai, Carlos Comarin, é transferido a trabalho para a Arábia, e ela e sua mãe Helena são obrigadas a segui-lo. Lá, a jovem compra um pote de cristal em formato de estrela das mãos de uma misteriosa mercadora, que a aconselha a abri-lo apenas quando realmente precisar. Beatriz não imaginava que naquela estrela estava Clair Baroak, uma djinn para os orientais, um gênio para os ocidentais, que entra em sua vida e, entre paixões, dissabores, festas, viagens ao Chile, à Europa, e projetos de vida, a transforma completamente. Bia não só aprende sobre um mundo místico, como acaba fazendo parte de uma história que está apenas no começo. Por meio de uma linguagem simples e descontraída, o leitor identificará em Baroak – A estrela sentimentos que o acompanharão a vida inteira: o medo e a coragem.
    http://www.skoob.com.br/livro/210069

    Quando li que Baroak, a estrela conta com a mitologia dos djins (gênios) eu fiquei mega ansiosa para ler. Vi tantas reprises de Jeannie, é um gênio que adoro esse ser mitológico.

    Beatriz Comarim, é uma jovem carioca que como toda adolescente estudiosa chama atenção negativa das patricinhas cabeça de vento. Ela estuda e quando sai de casa tem sempre supervisão, na escola tenta passar despercebida, mas não tem jeito, a invejosa da Liana não larga de seu pé.

    Liana é bonita e acha que um belo rostinho é tudo que precisa, odeia que Bia seja elogiada por professores e pelo bonitão da escola: Rodrigo.

    Rodrigo Monerde é legal, conversa com Bia apesar de também socializar com Liana. Gosta de Beatriz, mas não se declara.

    Após uma armação de Liana, Bia se vê humilhada e sua sorte é que Carlos, seu pai é transferido para os Emirados Árabes, lá a jovem vai passar um ano e amadurecer bastante, fará amigas e conquistará uma alto estima fortalecedora. Antes de voltar para casa ela compra uma linda garrafa de cristal com tampa de estrela, mas tem de esperar o momento certo para abrir.

    Quando retorna ao Brasil, Liana tenta derrubá-la, mas não contava com a nova versão de Bia. Após mais uma das tramas de Liana, Beatriz abre a garrafa e dela surge Clair Baroak que será sua amiga por cinco anos.

    Quando enfim o mundo de Clair nos é apresentado traz novos personagens que serão importantes para o desfecho, dentre eles o irmão da gênia: Pietroh, um djin saradão e divertido que vai animar a trama.

    O mundo de Clair não é apenas flores e quando surge a bordoada, os dois mundos vão colidir e nos deixar para lá de ansiosos numa torcida de roer os dedos. Eu estou quase sem unhas enquanto aguardo o lançamento da continuação: Baroak, a lua quarto crescente.

    É muito legal acompanhar as conquistas de Bia e sua turma, os problemas naturais aos adolescentes, o romance, as amizades.

    Recomendo bastante a leitura. E deixo para vocês a linda imagem da capa do segundo livro:







    6 comentários :

    1. Este segundo livro ficou com a capa muito bonita mesmo. Li este livro e também gostei do enredo e da mensagem.
      Bjs Rose

      ResponderExcluir
    2. Gente, nunca havia visto um livro com essa trama.... Nossa, que legal! E a capa desse segundo livro arrasou. Amei!!!

      =)

      Suelen Mattos
      ______________
      ROMANTIC GIRL

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Su,
        O enredo vale a pena acompanhar. E concordo que o segundo tem uma capa belíssima.
        Obg

        Excluir
    3. Mais um nacional pra ficar babando não é ?
      Não conhecia o livro, mas gênios, fadas e fantasia é bem minha praia.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Katia,
        Um nacional que vale a pena ler com certeza.
        E a mitologia foi bem explorada.
        Obrigada.

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!