• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • No Kindle da Vic - Setembro/2014

    Os 13 Porquês

    Gênero: Jovem adulto

    Classificação: 3/5



    "Não tomei essa decisão no calor do momento. Não me menosprezem... Mais uma vez."


    Os 13 porques é narrado por Clay, que recebe um pacote quando chega em casa com sete fitas cassetes gravados por Hanna Baker. Ao ouvir as fitas, Clay fica surpreso ao ouvir a voz de Hannna, que conta os trezes motivos que a levou a se suicidar, que mesmo que indiretamente, colaborou com a sua decisão. Eu achei incrivél a forma que o autor trouxe isto para o livro, porque temos a vida de Hanna contada por ela, e os comentários do Clay sobre isso. Cada um desse motivo, é ligado a uma pessoa. Seja uma garota que se aproximou dela só por interesse, um professor, e até mesmo o próprio Clay, que alega o livro todo que não tem nada haver com a sua morte, e acabamos ficado curioso para saber como ele vai entrar na história da garota suicida. Um livro traz muitos temas importante, como o bullyng, abuso sexual, mentiras e intrigas... Confesso que não foi uma leitura fácil. Tive que lê-lo devagar, e digeri-lo com calma, para entender os reais motivos da Hanna. A cada fita terminada, eu tive que respirar fundo, e criar forças para continuar. Quando chegou na quinta fita, eu não conseguir parar. Que é basicamente quando Hanna está quase decidindo o que vai fazer, e meio que já está desacreditada de tudo. O mais interessante de tudo, e que todos os fatos vivenciados por Hanna, são reais. Se vocês pararem para pesquisarem os motivos que leva uma pessoa a se suicidar, com certeza um dos motivos dela estará na lista. Uma das lições deixada pelo livro, é o valor que se tem as pessoas. Como devemos trata-las, o poder que tem as palavras. E que nunca, jamais, podemos seguir sozinha. E que por mais que estejamos desacreditados, sempre vai ter alguém que se importa com a gente. Quem se interessou, leia, e se tiver a oportunidade, não deixa a história lhe passar despercebido.



    Archer' Voice - Sign of love #4

    Gênero: New adult

    Classificação: 5/5Preto de copas (cartas)

    “Ela me perguntou o sinal do amor e eu soletrei o seu nome.” 


    Perfeição... como descrever em palavras o que senti lendo esse livro? Acho meio impossível, mas irei tentar.


    Archer Voice, é uma história de amor, superação, garra sobrevivência, e descobertas. Archer é todo inverso de qualquer mocinho de livro. Ele é frágil, ingenuo, arredio e desconfiado. E por outro lado temos Bree. Insistente, paciente, que se muda para a cidade, a fim de lidar com os próprios demônios. Quando os dois se encontram, é a algo mais lindo do mundo. O romance entre eles não é nada fácil, porém, ai esta a beleza de tudo. Os dois me ganharam pela simplicidade e coragem, que ambos tiveram para lidar com tudo. Gente, que mocinha é essa? Nada daquelas melodramáticas. Ela é doce ,única a sua maneira, é guerreira, apesar de todas as rasteiras da vida, e se pega apenas querendo mais uma chance. Ela está em busca de cura, uma fuga temporária para seus próprios medos. Ao mesmo tempo que tem fragilidade, têm poder, tem garra e você descobre que ela não têm medo do desconhecido, porque tudo que ela é quer é viver, é encontrar a própria felicidade. E Archer... ah gente! Deu vontade coloca-lo no colo, sério mesmo. Será que existe, algum homem assim? E se existir, por favor, se encontrarem, não larguem nunca...


    Acher's Voice é a história mais doce que lembro de ter lido, e uma das mais lindas e encantadoras também. Nunca tinha lido nada da Mia Sheridan, e a partir de agora irei ficar de olho nos seus belos livros. Acho que vou ficar iludida a vida toda agora, na verdade já estou. Archer Hale me deixou boba, sorrindo a toa, suspirando eternamente. Não sei se conseguir descrever todos esses turbilhoes de sentimentos, mas se não, leiam mesmo assim, garanto que não irão se arrepender.


    P.s Archer's Voice faz parte de uma série, Sign of Love, que é o livro quatro da série. Sendo a ordem correta, Leo, Leo Chance, Stinger, Becoming Calder e Finding Eden. São livros independentes com personagens diferentes. Eu estava tão louca para conhecer o famoso Archer, e acabei pulando os outros. Mas leiam na ordem que quiserem, que não irá afetar em nada.

    Próximas leituras:





    Forbidden estava na minha lista de agosto, mas acabei demorando um pouco com a leitura de 13 porquês, e acabei também focando mais nos livros físicos. Porém, é um livro que eu quero muito ler, então, volta para a lista baby Preto de copas (cartas)


    Até a próxima!







    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!