• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Vic: A Esperança, Susanne Collins - Rocco

    Título:  A Esperança

    Autor(a): Susanne Collins

    Editora: Rocco

    Ano: 2011

    Número de páginas: 424

    Nota: 4,5/5

    Sinopse: 


    Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?


    Esta resenha contém spoiler dos livros anteriores. Confira a resenha de Jogos Vorazes e a resenha dupla de Em Chamas.

    Confesso que entre todos da trilogia, A Esperança foi a leitura mais difícil. Li e reli, voltei e respirei fundo. Nada. Não conseguir seguir adiante... Estava ainda alucinada com os resultados de Em Chamas, e senti que A Esperança não estava acompanhando o ritmo. E então, basicamente me contam um spoiler. Não um spoiler bobo, não... aquele spoiler. Aquela morte. Então eu volto tudo, releio... e devoro rapidamente. Ah, como eu amo esta trilogia!

    A Esperança começa no ponto em que o segundo livro termina. Katniss é capturada ao final do Massacre Quaternário e acorda em um aerodeslizador, sem saber onde está, quem está com ela ou para onde a estão levando. Então Haymitch, Plutarch, Finnick e outros começam a lhe esclarecer as coisas... e Katniss se surpreende com tudo o que lhe é revelado.

    A insurgência de Katniss nos Jogos fez surgir a esperança que deu título ao livro em português. Mas o título em inglês, Mockingjay (Tordo), além de ser mais original, significa também resistência. 

    Aqui vemos Katniss fazendo parte da rebelião dos distritos contra a Capital. Sua mãe e irmã, Gale, Finnick e outros personagens estão todos aqui, todos bastante modificados pelos acontecimentos e tentando entender e reconstruir uma nova realidade. E Katniss tem um papel essencial em tudo isso: ela precisa se transformar no Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade.

    Katniss está com os rebeldes agora. Ou melhor dizendo: os rebeldes estão com a Katniss. Ela anda num estado letárgico, digerindo cada um dos acontecimentos da Arena, nem sempre da melhor maneira.

    Peeta  foi capturado pela capital. Quando eles liberam um vídeo do Peeta direcionado aos rebeldes pedindo para eles pararem com a rebelião, nasce uma esperança nela. Sim, ele está vivo. Se antes Katniss não sabia se queria ser o tordo, ver Peeta bem – em partes - em poder da Capital, foi o interruptor necessário para que ela assumisse as asas do Tordo. Obviamente, o desafio só está começando.

    Achei este o livro mais político de todos. Há muita ação, muitas reviravoltas. Os jogos agora são reais, não um entretenimento. Há lutas, armas, sobrevivência, perdas. Um dos maiores destaques é a transformação de Peeta, que sofreu física e psicologicamente nas mãos da Capital.

    A carga emocional do livro é imensa. Não concordo em algumas partes do livro. Achei que a Susanne sofreu da mesma maldição da Veronica Roth. Também queria ‘’algo a mais’’ de outros personagens. Mas era o fim, não é? Tudo foi esclarecido, nada de pontas soltas e nem partes em brancos. Me decepcionei com alguns personagens, incluindo o Gale. Não concordei com as suas atitudes. Me surpreendi ainda mais com a Sra Everdeen, que tirou forças não sei de onde para conseguir lutar. Me apaixonei pelo Finnick e a sua coragem de contar toda a verdade.

    O final me surpreendeu bastante. Nada previsível. Pensei no pior. Imaginei milhões de coisas, mas saiu diferente do que eu esperava. E foi satisfatório! Esta  foi uma das melhores distopias que li. Existe de tudo um pouco: romance, ação, política... Uma trilogia surpreendente, original, criativa e apaixonante.

    Será que ela vai conseguir trazer Peeta de volta?
    Será que as pessoas que estão a sua volta, realmente estão do seu lado?
    Os jogos realmente acabaram?
    Tem um final feliz?
    Katniss termina com Peeta ou Gale?

    Queria muito contar tudo para vocês, mas se isso acontecer, perderá toda a magia da leitura. Só digo o seguinte: Dê uma chance, vale muito a pena!!

    A Esperança parte 1 já está nos cinemas. Confiram o trailer!



    Você não vai perder né?

    Até a próxima!!

















    6 comentários :

    1. Muito bom essa série. Tem tudo na medida certa. Emoção, aventura, personagens grandiosos e o par que mais amo na história. Não li este ainda. Mas vou ler com certeza. Agora estou com um pouco de receio sobre esta morte. Espero que não seja de quem imagino.
      Beijos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Beth!
        É verdade, é tudo bem balanceado. Não fique receosa não rs!! Apesar de tudo, penso que tudo realmente deveria ter acontecido, se não, o final seria diferente.
        Leia siiim!!
        Beijos,
        Vic

        Excluir
    2. Nunca li, mas também não tenho vontade, e nem nos filmes :\, vejo tanta gente amando, mas não gosto da série, sem nem ter lido. mas parece ser cheio de ação com Katniss e Peeta, sobre os jogos e conflito com política também.
      Beijos Vic, ThayQ.

      ResponderExcluir
    3. Me lembro da sensação de terminar essa leitura, passei por tudo isso que você citou e muito mais, fiquei um bom tempo tentando assimilar tudo o que acontece nesse último livro.
      Suaanne trouxe uma distopia inovadora na época que foi publicada, impulsionando o boom que ocorreu de livros do gênero, envolve muito bem romance com ação e política, todos os elementos são muito bem dosados e passam o que a autora realmente quis dizer ao leitor, enfim estou muito ansioso para ver como essa história será adaptada agora nos dois filmes finais, promessa de muitas emoções e nostalgia no cinema, pretendo reler todos os livros e voltar um pouco às primeiras sensações sentidas.

      ResponderExcluir
    4. Só vi o filme 1 da série, nem os livros li ainda. Mas é uma série que me atrai tanto nas telonas, como nos livros.
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
    5. Eu li essa trilogia faz tempo, foi uma das melhores leituras que tive. A forma como a autora faz a trama e cria o clima de tensão através dos livros é fantástica! Valeu cada página lida.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!