• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: O Lado Mais Sombrio, A. G. Howard - Novo Conceito

    Título Original: Splintered - Livro 01

    Autora: A. G. Howard

    Tradutor: Camila José dos Santos

    Ano: 2014

    Páginas: 368

    Editora: Novo Conceito




    Sinopse:
    Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real o superprotetor Jeb, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa...

    "Estou começando a apreciar a loucura.
    Isso não é bom. Não mesmo."

    Acho que eu sou a única que nunca tinha lido nem assistido nada sobre Alice, a do País das Maravilhas, e quase também não seria dessa vez. Na verdade, me apaixonei foi pela capa do livro (sim! Eu faço isso!!!!) e só bem depois, quando ganhei ele de presente da minha amiga Ilmara foi que soube que tinha a ver com a história de Alice. E ai? Ler ou não ler? Li! E não me arrependi! Já estou até providenciando ler o clássico!

    Mas vamos lá, O Lado Mais Sombrio vai nos contar a história de Alyssa Gardner, que não é ninguém menos que a tataraneta de Alice Liddell, a própria que viveu as aventuras contadas no clássico Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll. Alyssa seria uma adolescente normal, não fosse esse parentesco e o fato de ter herdado da família a capacidade de ouvir plantas, insetos e animais falarem com ela, o que a torna alvo fácil de bullying na escola. Já chega, não é? Nada disso! Alyssa ainda tem uma queda considerável pelo seu amigo Jeb, que namora com uma menina q quem ela odeia e a trata como uma irmã mais nova. Agora sim, já deu! Não mesmo! A sua mãe, Alisson, filha de Alice, está internada em uma casa de repouso, praticamente uma clínica psiquiátrica justamente por ouvir vozes e parecer ter alucinações.  

    Coisa demais para uma adolescente? Sim, mas não para uma descendente de Alice Liddell! As coisas ainda vão piorar muito! Após visitar a sua mãe e ter a certeza de que ela ouve as mesmas vozes que sua mãe, Alyssa será desafiada a consertar os erros cometidos pela sua tataravó e quebrar a maldição que acomete todas as mulheres da família e, assim, salvar a sua mãe de um possível estado catatônico.

    "- (...) Agora, me escute, Alyssa Victoria Gardner. Normal é algo subjetivo. Nunca deixe que ninguém lhe diga que não é normal. Porque para mim você é. E a minha opinião é que vale. Entendeu?"

    Sem querer, Alyssa acabará envolvendo Jeb, que será seu protetor nessa aventura cheia de surpresas. Ela retornará para o País das Maravilhas e viverá as experiências vividas por sua antecessora. Reencontrará um Morfeu dúbio, sensual e repulsivo em muitos momentos, inteligente e canalha, um ser intraterreno que vai desestabilizar Alyssa e colocar em cheque tudo o que ela acredita, até mesmo o seu amor por Jeb.

    A narrativa é fascinante, são seres fantásticos surgindo a cada página, cada um com características peculiares onde nem tudo é o que parece, e todos podem ter um lado bom e um lado ruim. E Alyssa terá que descobrir quem é quem nessa história.

    Quem espera por uma menininha doce e ingênua como a primeira Alice, se surpreenderá com a força e a determinação de Alyssa. E não espere por coelhinhos brancos e meigos, os seres que habitam esse novo País das Maravilhas podem ser muito bizarros, até mesmo os já conhecidos Gato de Cheshire, a Rainha de Copas, a Lagarta, o Coelho Branco e outros mostrarão que todos têm um lado negro.

    Um dos pontos fortes da narrativa são as descrições das paisagens, difícil não se imaginar dentro dos cenários exuberantes e exóticos onde Alyssa viverá suas aventuras.

    Um livro de fantasia sim, mas com uma trama intrigante e inteligente, muita aventura e alguns enigmas, sem contar, um pouco de romance, que não pode faltar.

    "E aqui estou eu, a união de tudo isso. A luz e a escuridão ao mesmo tempo. Caso eu cedesse a um dos meus lados, será que eu teria que abdicar do outro? Meu coração dói ao pensar nisso. De alguma maneira, sinto que preciso dos dois para estar completa."

    A Novo Conceito está de parabéns pela belíssima capa. Tem como não querer ter esse livro na sua estante? Uma diagramação perfeita com cada capítulo iniciando em uma moldura de folhas que adorna a página, tradução impecável e revisão muito boa.


    Admito que a escrita de Howard me cativou, e logo, logo estarei com o segundo volume em mãos. Se você também gosta de fantasia, se aventure! Vale à pena!!! 






    8 comentários :

    1. Já eu sim, já assisti e já li livros da Alice no País das Maravilhas.
      Amo assistir e o livro parece ser muito bom, não só esse todos.

      ResponderExcluir
    2. Oi Adriana..
      A trama desse livro chama atenção e parece ser ótimo.
      Ainda pretendo ler, mas não por agora.
      Bela resenha.

      livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    3. Achei tão meigo o enredo. De como a Alyssa pode falar com a natureza.
      Nunca li nada também sobre Alice Adriana... vergonha! :p. Fiquei ainda mais empolgada, por que tu gostou.
      Já senti simpatia pela protagonista e também por Jeb. É bem criativo o que a autora fez. Com o cenário, de coisas bizarras também e lados negros.
      E realmente, desde que vi a capa, quis comprar. A segunda e a terceira que não lançou ainda são mais bonitas ainda. E também as páginas, todas com esses desenhos *-*
      Lindo.
      Abraços Adriana,
      ThayQ.

      ResponderExcluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Drica.

        Que nem você eu nunca tinha lido nada referente a Alice, o meu primeiro contato também foi esse livro. Amei a leitura dele. Alyssa e Jeb são meu casal preferido. Apenas de ter curtido o Morfeu não quero que ele fiquei com a menina. Meu segundo já está aqui, mas ainda não li. >.<

        Paradise Books BR

        Beijos.

        Excluir
    5. Nunca li nada em relação a Alice no Pais das Maravilhas e estes mi deixou curiosa ja faz muito tempo que estou querendo ler mais sempre passo um livro na frente, mais vou ler ainda no começo de 2015 rsrsrs
      Capas muito lindas *-*

      ResponderExcluir
    6. Oi Dri, eu tenho o livro, mas ainda não o li. Bom que você gostou. As capas da série são muito bonitas.
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
    7. Oi Adriana!
      Tenho os dois livros já lançados e toda vez que penso em começar a ler, acaba chegando novos livros e passo na frente.
      Gosto da história de Alice e te recomendo, é muito boa mesmo.
      Em 2015 pretendo ler O Lado Mais Sombrio e tirar a prova do que todos estão falando. Claro que tenho um pouco de receio, mas a curiosidade para ver como a autora explorou tudo fala mais alto.
      Ótima resenha!
      Abraços

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!