• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: Temporada de Segredos, Sally Nichols - Geração

    Título: Temporada de Segredos

    Escritora: Sally Nicholls

    Editora: Geração Editorial

    Páginas: 244




    Sinopse:
    Perdida de sua irmã, Molly vê um rapaz sendo caçado numa floresta. Aterrorizada, ela tenta ajudá-lo e sente compaixão. Voltando para a casa de seus avós, conta a todos o que ocorreu, mas quando procuram o homem ferido, não o encontram e atribuem a imagem à fértil imaginação da menina. No dia seguinte, numa velha igreja, Molly percebe, surpresa, que o rosto daquele misterioso rapaz está esculpido em uma coluna. Quem seria ele? No desenvolver da história, nos envolvemos com o misto entre mistério e magia que envolve aquela noite de perseguição, ao mesmo tempo em que nos sentimos comovidos pela triste histórias das irmãs, órfãs de mãe e levadas pelo pai para serem criadas pelos avós. Vemos o texto se desenvolver pela ótica de Molly, o que nos leva a imaginar o mundo dela, como uma criança. Ao mesmo tempo, o livro nos faz lembrar das fábulas de infância que tanto admirávamos e nos causam grande impacto, pelo fato de alguém tão jovem ter que lidar com algo tão complexo como a doença e a morte da mãe.


    "Você pode até se acostumar com o vazio na sua vida onde antes havia alguém.

    Um vazio onde você pensava que aquela pessoa iria viver ali para sempre, mas um dia essa pessoa sai, sem olhar para trás, ou dizer adeus, e some para sempre."

    Oi, gente,

    Hoje vamos conhecer Molly, ela e sua irmã Hannah estão morando com seus avós paternos desde que sua mãe morreu pois o seu pai não pode ficar com elas. As duas irmãs se sentem muito sozinhas pois o pai raramente as visita apesar da promessa de que logo encontraria uma forma de ficar com elas. Apesar de serem irmãs com idade muito próximas, Hannah e Molly são muito diferentes. Hannah é a mais velha e menos tolerante, não acredita nas promessas do pai, é respondona e até mesmo agressiva com os seus avós. Enquanto que Molly é uma menina doce, crédula, paciente e tolerante, adora ler e imaginar o mundo em que vive.

    “Gostaria de viver em um livro. O mundo funciona melhor dentro de um livro.”

    Os seus avós também são diferentes. A avô de Molly não tem paciência com a falta de educação de Hannah e não está muito feliz com essa situação. Já o avô é uma criatura fofa, é a referência de afeto que as meninas têm.

    Mas a aventura começa em uma noite chuvosa quando Hannah tenta fugir da casa dos avós e chama Molly para ir com ela. Molly acaba se perdendo ada irmã e se depara com um homem fugindo de uma caçada de cães, cavalos e um homem com chifres. Amedrontada, ela volta para casa para pedir ajuda para o seu novo amigo, mas ninguém acredita em sua história.

    No dia seguinte, durante uma visita do seu grupo escolar a uma igreja, Molly vê numa das colunas o rosto do esculpido do seu amigo. Intrigada, ela descobre a história do Homem Carvalho, e as coisas começam a fazer sentido para nossa pequena protagonista.

    Sonho? Imaginação? Realidade? O que será que foi essa experiência que Molly viveu?

    Apesar de ser uma leitura fácil, sem grandes surpresas, em muitos momentos a coisa toda é um tanto quanto confusa. Mas que compensa.

    Molly é apaixonante e não tem como você não se envolver com a história de sua família. Uma família comum, onde todos sofrem com a ausência de um ente querido e tem as suas vidas alteradas em função disso. A fábula nos ensina que nada dura para sempre, seja o bem ou seja o mal. O livro fala de amor, sim, de amor materno, de amor entre as pessoas que formam uma família, mas fala também do poder da imaginação, e nos mostra o quanto ela é importante para enfrentar os momentos mais difíceis.




    6 comentários :

    1. Além do conteúdo ser bem misterioso, que eu amo, a personagem parece ser bem cativante, fazendo com que o leitor tenha uma aproximação tanto com a história quanto com ela!

      ResponderExcluir
    2. Não conhecia este livro e fiquei intrigada para saber mais sobre este mistério da aparição do "amigo". Já vi que tem um toque de magia/fantasia, apesar de ser bem "pé no chão", abordando também dramas familiares. Ótima resenha! Beijos!

      ResponderExcluir
    3. amo misterio <3 ! parece ser muito bom ! ja imaginei tanta coisa lendo a resenha KKKKKKKKKKK !

      ResponderExcluir
    4. A história da Molly parece ser super interessante pelo modo como você falou, mas não sei se leria :/ Não acho que gostarei da leitura :/

      Não curti essa capa. As capas da Geração são sempre tão bonitas e bem caprichadas, essa é a primeira que achei "feinha" ._.

      Bjs!

      Jhonatan | Leitura Silenciosa
      PARTICIPE DO NOSSO TOP COMENTARISTA E CONCORRA A DOIS LIVROS INCRÍVEIS!

      ResponderExcluir
    5. Oi!
      A Molly e totalmente apaixonante e adorei o jeito que mostra como cada um lida com a perda a historia me pareceu bem emocionante e quero dar uma olhada !!!

      ResponderExcluir
    6. Eita Adriana!
      Fiquei foi curiosa por saber que experiência foi essa vividad por Molly!
      Até arrepiei.

      Adorei o novo layout.

      “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
      Cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!