• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: Memórias de um vendedor de mulheres, Giorgio Faletti @intrinseca

    Memórias de um Vendedor de Mulheres - 1978. Enquanto a Itália vive os dramáticos dias do sequestro do seu ex-primeiro-ministro Aldo Moro, Milão, esgotada pelos confrontos políticos e ameaçada pela criminalidade, prepara-se para se entregar aos prazeres excessivos dos anos 1980. Para a rica sociedade milanesa, que passa os verões em Santa Margherita e Paraggi, as diversões se tornam cada vez mais extremas, em um clima de fim de império.
    É nesse ambiente que são conduzidos os negócios de um homem enigmático e fascinante, vítima de uma mutilação causada por sua insolência. Todos o conhecem como Bravo. Ele trabalha com mulheres. Vendendo-as. Sua existência é uma longa noite em claro partilhada com desesperados. O único ser humano com quem parece ter uma relação normal é Lúcio, seu vizinho cego. Em comum, eles têm a paixão pelos criptogramas.
    O surgimento repentino de uma garota, Carla, torna a despertar em Bravo sensações que ele acreditava adormecidas para sempre. Na verdade, este é o início de um pesadelo que o transformará em um homem procurado pela polícia, pelo serviço secreto, pelo crime organizado e pelos militantes das Brigadas Vermelhas. Para se salvar, ele poderá contar apenas consigo mesmo. O mundo real exige sua presença e o põe diante da violência do seu tempo. Trata-se de algo tão sinistro que faz seus tráficos torpes parecerem puros como água cristalina.
    Memórias de um vendedor de mulheres
     
    Autor: Giorgio Faletti
     
    Editora Intrínseca (2012)
     
    288 páginas

    Sabe aquele livro que te conquista por uma resenha, você consegue ele e deixa na fila de espera e quando pega descobre que foi um erro demorar tanto a ler?

    Memórias de um vendedor de mulheres tem uma narrativa fácil e ágil, com um mocinho incomum tanto na profissão quanto a seu físico.

    Bravo é um cafetão que atua em Milão, e este é outro fator que me fascinou: Giorgio Faletti descreve tão bem a cidade em seus idos da década de 70 que fica fácil nos imaginar acompanhando Bravo a cada passo.

    Bravo gosta de criptogramas e sempre troca algum com seu vizinho Lucio.

    Seu negócio vai bem, ele só emprega mulheres que assim o desejam, o acordo entre eles é bem claro, ele tem muitos clientes para as garotas e exige discrição.

    Mas eis que após tomar certa medida para ajudar uma de suas garotas ele se mete numa tremenda confusão.

    E nós leitores só conseguimos ver a ponta do iceberg...

    Bravo vai ter que correr contra o tempo, afinal ele está por conta própria e lidando com a máfia italiana e uma facção criminosa.

    Com personagens imperfeitos e com seu índice de carisma, Memórias de um vendedor de mulheres, nos conquista e mantém interessados até que o desfecho seja devidamente concluído.

    Bravo é íntegro, inteligente e muito perspicaz e cada um de seus personagens coadjuvantes nos chama atenção a ponto de criar certo carinho por eles. 

    Mas tenha cuidado, você pode acabar torcendo pelo personagem errado. 


    4 comentários :

    1. Eu sempre fico mto chocada com essas histórias que envolve garotas de programa, nao acho nada a facil a vida e eu fico mto tensa, pq me imagino nessa situação que as meninas passam.
      O livro parece ser interessante, pelo menos o Bravo parece ter um pouco mais de respeito e seu trabalho é aberto entre as meninas. O titulo chama bastante atenção e a resenha deixa a gente interessado.
      Já to vendo que vou torcer pro mocinho errado..hahah
      Bjus

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Suzzy,
        O Bravo é um anti herói muito bacana de acompanhar, ele tem um código interessante para quem exerce a profissão. kkkk
        É uma realidade triste, mas como bem dizem esta é infelizmente uma das "profissões" mais antigas. =/
        Ao menos é bom ver um cafetão que cuida de suas protegidas sem exercer a força.
        Abraço.

        Excluir
    2. Fiquei desejosa de ler.
      Parece um livro incrível. Aconteceu comigo isso, quando li feios, de demorar para ler um livro e depois ver q foi um erro demorar tanto.

      Beijos.

      Www.notamentaal.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Milla,
        Foi uma leitura ainda melhor do que esperei. =)
        Obg

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!