• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: A dieta Campbell, Thomas M. Campbell - @gente

    Título: A dieta Campbell

    Subtítulo: A maneira simples de perder peso e reverter doenças com alimentação integral

    Autor: Thomas M. Campbell

    Selo: Gente

    Tradutor: Sandra Martha Dolinsky

    Páginas: 304

    Gênero: Regimes e dieta

    Lançamento: Outubro de 2015

    Sinopse:
    ESCOLHER OS ALIMENTOS CERTOS É A DECISÃO MAIS SIMPLES QUE VOCÊ PODE TOMAR PARA OBTER UMA MELHORA SIGNIFICATIVA EM VÁRIOS ASPECTOS DE SUA SAÚDE.
    Em seu consultório, o doutor Thomas M. Campbell tem ouvido repetidamente de seus pacientes os mesmos pedidos: “Quero perder peso”, “Não quero ter que tomar mais outro remédio”, “Preciso me livrar dessa dor”, “Estou cansado de me sentir ansioso e deprimido”.
    Segundo ele, a solução para todos esses problemas é, muitas vezes, uma só: alimentar-se da maneira mais natural possível, com uma dieta integral baseada em vegetais.
    Neste livro, Campbell ensina o leitor a fazer as escolhas alimentares corretas e, consequentemente, restabelecer sua saúde de uma vez por todas. Também responde a algumas das questões mais controversas da atualidade.



    Estou acima do peso, todos que me conhecem sabem. Mas nunca fui adepta das dietas da moda. Quando quero, eu mesmo crio a minha dieta e pronto. Não tenho problema em relação a isso, mas fiquei curiosa para saber um pouco mais a respeito dessa Dieta Campbell, talvez porque ainda não tinha ouvido nenhum famoso dizer que a estava seguindo e porque a capa me encheu os olhos.

    Thomas M. Campbell é um médico da família, teoricamente, nada a ver com dietas e foi o pai que o levou para esse caminho. O seu pai foi criado em uma fazenda de laticínios e tentava inventar maneiras para melhorar a produção de proteína animal. O irônico é que, ao longo dos seus estudos, ele descobriu que uma alimentação saudável pode ser desprovida de carne e leite. A partir daí os dois, pai e filho, começam a escrever o The China Study, que é um estudo revolucionário na área de alimentação e nutrição, e é quando ele passa a ganhar o meu respeito. Afinal, eles priorizam a verdade revelada pela ciência em detrimento do seu negócio de família.

    O livro fala sobre o perigo da ingestão exagerada de proteínas e a sua correlação com o câncer, sobre hábitos de vida e hábitos alimentares, os nutrientes que cada tipo de dieta é capaz de fornecer e sobre a necessidade de se fazer escolhas alimentares saudáveis diariamente.

    Para ele, o sucesso ou fracasso da dieta vai depender de saciar três necessidades básicas:

    - Autonomia: a necessidade de saber que suas escolhas são realmente suas.

    - Competência: a necessidade de sentir que você é capaz de fazer isso.

    - Vínculo: a necessidade de se sentir próximo e compreendido por quem você gosta.

    Ele orienta a ler sempre os rótulos e que quando for realmente necessário comer fora você opte por lanchonetes em que você possa montar o seu sanduiche. Além disso o livro tem uma parte científica, escrita com uma linguagem muito acessível, que fala sobre composição dos alimentos.

    Ao final, ele apresenta o plano Campbell de duas semanas, que dá orientações para o início do plano, entre elas, ele ressalta a necessidade do acompanhamento médico. Apresenta uma lista de alimentos a serem evitados, os que devem ser priorizados e algumas substituições. E, no final, tem uma variedade de receitas que servem de sugestão para esse novo tipo de dieta.

    O livro é muito interessante principalmente por causa de todo o seu embasamento científico. Tudo o que é dito é baseado em algum estudo que está referenciado no final do livro.


    Se vou seguir uma dieta pela primeira vez? Ainda não sei... Mas se você for seguir, conta pra gente aqui, tá?????



    7 comentários :

    1. Muito interessante este livro, preciso de um desse!

      www.paginadaleitura.blogspot.com
      Livros, filmes, séries, games e tutoriais!

      ResponderExcluir
    2. VAMOS PERDER PESSO!!!!Nao ...eu tenho a leve empresao que se wu imagrecer mais um pouco eu irei sumir..kkkk...e serie eu simplismente nao engordo...mas e um boa pedida esse livro pra quer quer entrar na dieva e ver os riscos de comer muito...obg pela dica ...otima resenha bjs...

      ResponderExcluir
    3. Drica, também não sou adepta á dieta da moda, ela nunca funciona comigo.
      Também achei bem interessante a proposta do livro, pelo que li em sua resenha. Hoje muitos alimentos mostram ser prejudiciais a saúde e conhecimento sobre eles nunca é demais, né?
      Adorei a dica!
      Bjs!

      ResponderExcluir
    4. Eu deveria fazer dieta, não para perder peso e sim para me sentir bem.
      Estou sempre enjoada ou com dor.
      Tenho refluxo devido uma hérnia de hiato e gastrite e fui proibida pelo gastro de comer muita coisa.
      Acontece que eu adoro comer. É um dos meus prazeres depois de ler e dormir... Hahaha
      Então, eu não sou fã de carne vermelha, mas como boa gaúcha não dispensou um churrasco.
      De qualquer forma não me imagino sem comer carne, nem que seja frango ou peixe.
      Eu fiquei curiosa para ler e descobrir sobre essas descobertas científicas.
      O leite me faz mal TB, sou intolerante, mas todo um especial e adoro queijo hmmmm...
      Eu adorei conhecer este livro e fiquei interessada em ler, mesmo que não vá seguir nada. Hahaha há
      Bjo

      ResponderExcluir
    5. Adri!
      Não me arrisco muito nessas dietas de livros, mas se alguém experimentar e for bom, avise.
      ”Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida.”(Sócrates)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

      ResponderExcluir
    6. Eu sou uma pessoa completa preguiçosa quando se trata de dieta. Só de pensar em parar de comer as coisas que mais gosto já me sinto mal. Apesar de não estar acima do meu peso ideal, sempre buscamos uma maior perfeição física. Achei o livro interessante, por embasar todos os dados e sugestões em teses científicas comprovadas, mas acho que eu não teria tanta determinação assim para seguir uma dieta à risca.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!