• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: A menina da neve, Eowyn Ivey - @Novo_Conceito

    Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve.

    Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.


    A Menina da Neve ( The Snow Child)
    Autora: Eowyn Ivey
    Novo Conceito (2015)
    352 páginas




    Minha mania de ler contos de fada me instigou a ler este título, unido à capa e ao resumo, além do local em que é ambientado.

    Alasca... onde o inverno é imperdoável, especialmente na década de vinte quando não era habitada, nem muito conhecida.

    Perguntei-me o que levou Mabel e Jack a escolher um lugar tão ermo e tido como selvagem. A resposta não me convenceu muito, porém é uma questão de como cada um lida com as reviravoltas da vida.

    Mabel e Jack são um casal que se ama, mas têm um histórico que os mantêm afastados. Acabam agindo como irmãos até que tudo muda.

    Numa noite fria e repleta de neve eles brincam na neve e constroem uma menina de neve. Jack esculpe o rosto da menina e Mabel lhe enfeita com suas luvas e cachecol.

    No dia seguinte a boneca está destruída e pegadas partem do boneco até a floresta.

    Mabel tem uma vaga lembrança de um livro antigo que seu pai lia para ela quando criança, movida pela esperança ela pede a sua irmã Ada que envie o livro e suas suspeitas ganham um quê de veracidade.

    O certo é que apenas os dois velhos vêem a tal criança que anda na neve sem deixar rastros.

    Será que o conto de fadas é verdadeiro ou não passa de imaginação fértil de um casal idoso?


     
    Pontos positivos: A autora consegue nos manter incertos se é realidade e fantasia até o final. Hora pensava que não passava de coincidência, mas depois achava que era possível... E foi nesse quesito que me apeguei e mantive o interesse para descobrir a verdade.

    A arte da editora com uma floresta nevada a cada capítulo. A divisão da trama em partes com direito a trechos do conto A donzela de Neve.

    Pontos negativos: começo monótono, a falta de indicação no topo do capítulo sobre o pulo no tempo. As descrições de como tirar a pele de animais.

     
    Fui pesquisar a respeito do conto e encontrei várias versões. O que posso dizer é que, a meu ver, o livro foi apenas inspirado no conto, a autora tomou algumas liberdades e gostei bastante.




    13 comentários :

    1. Eu gostei bastante desse livro, pois adoro releituras de contos de fadas!
      Fiquei dias imaginando se a garotinha era real.
      Fico feliz que tenha gostado, apesar de tudo!
      Beijinhos
      Rizia - Livroterapias

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, imaginar se é verdade fez toda a diferença. =)

        Excluir
    2. Dani, desde que vi esse lançamento fiquei com vontade de lê-lo. Gosto muito quando autores criam uma nova versão para esses contos de fada, e esse parece ser bem intrigante e por se passar em uma década passada, em um lugar tão diferente do nosso, aumentou minha curiosidade.
      Adorei a resenha e fiquei super animada para ler. Espero gostar!
      Bjs!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, Alaska em 1920.... muito diferente mesmo. E a fantasia é incrível.

        Excluir
    3. Oiiii...
      gente misterios no ar....mas a pessoa fica em duvida...sera que a boneca de neve ganhou realmente vida,ou,e so fruto da imaginaçao deles por quererem tanto um bebe????louca pra ler....obg pela dica....bjssss...

      ResponderExcluir
    4. Eu to bem bem afim de ler essa historia essa capa me cativou muito e a sinopse me deixa curiosa
      Adorei a resenha ^^


      http://estilodenerd42.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. A capa é bem fofa e gostei bastante da trama.

        Excluir
    5. Oi Dani, uma amiga recomendou este livro, mas confesso não fiquei empolgada com ele, e continuo com a mesma opinião.
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
    6. Olá!!
      É impossível olhar pra essa capa e não querer levar pra casa sem nem mesmo ler a sinopse rsrs mas que bom que não é só a capa que é bonita, estou muito curiosa por ler esse livro e saber se a menina exite ou não de verdade, e saber que não é previsível que a autora consegue nos deixar cheios de duvida se é verdade ou náo isso com certeza é um ponto super positiva e me anima mais ainda em ler.
      Eu não conhecia o conto original a qual ela se baseou e é bom que ela traga trechos do conto no livro.
      Bjocas!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Rose e como todo conto ele tem várias versões,a que achei é uma das muitas...
        A dúvida durante a leitura é o que mantêm a mágica do momento.kkk

        Excluir
    7. Dani!
      Li sse livro também e confesso que foi um pouco diferente do que imaginava.
      Adoro as releituras dos contos de fadas.
      Não foi dos melhores, mas deu para fazer uma boa leitura.
      “Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os nossos méritos.” (Albert Einstein)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que pena que não funcionou bem para vc, eu adorei.

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!