• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: A Garota Sem Passado, Michael Kardos - @Arqueiro

    A Garota Sem Passado
    Autor: Michael Kardos
    Ano: 2016
    Páginas: 304
    Editora: Arqueiro
    Sinopse:Num domingo de setembro de 1991, Ramsey Miller deu uma festa em casa para os vizinhos. Depois, assassinou a esposa e a filha de 3 anos. Todo mundo na pacata cidade de Silver Bay conhece a história.
    Só que todos estão errados. A menina escapou. Sob o nome falso de Melanie Denison, ela passou os últimos quinze anos escondida com os tios numa cidadezinha remota. Nunca pôde viajar, ir a uma festa na escola ou ter internet em casa, porque Ramsey jamais foi encontrado e poderia ir atrás dela a qualquer momento.

    Mas, apesar das rígidas regras de segurança impostas pelos tios, Melanie se envolve com um jovem professor da escola local e engravida. Ela decide que seu filho não terá a mesma vida clandestina que ela e, para isso, volta a Silver Bay para fazer o que nem os investigadores locais, nem a polícia federal, nem o FBI conseguiram: encontrar seu pai antes que ele a encontre.


    Oi, gente!

    Vamos conhecer Melanie? Ou melhor, Meg. Afinal ela precisou mudar de nome. Não só de nome, mas Meg teve a sua vida transformada quando, aos 3 anos, sem motivo forte o suficiente para isso, seu pai promoveu uma inusitada festa para os vizinhos, até então praticamente desconhecidos e, ao acabar a festa, assassinou sua esposa e Meg foi salva pelos tios, Wayne e Kendra, com quem vive uma vida anônima, sem amigos, sem festas, sem internet. Isso tudo não parece meio estranho pra você?

    Pois é, foi por isso que me interessei por esse livro. A história começa a ser contada pelo jornalista Arthur Goodale, principal responsável pela cobertura dos fatos na época em que ocorreram e que está à beira da morte em um hospital. Aficionado pelo caso, Arthur não se conforma que Ramsey, pai de Meg, nunca tenha sido encontrado.

    Apesar de cansada das proibições de seus tios e da vida monótona e reclusa que leva, o que faz com que Meg tome a iniciativa de ir atrás do seu passado e tentar encontrar o pai, já que a polícia não consegue, são o fato de estar grávida do seu namorado, que promete protegê-la quando descobre toda a verdade, mas parece estar mais aterrorizado com pequenas ameaças de que se poderia esperar. E o fato de descobrir através do site do Arthur que ele está em um hospital e pode morrer a qualquer momento, já que Meg acredita que ele é a única pessoa que sabe tudo sobre o que aconteceu no dia da festa e sobre as investigações da polícia.

    Meg é uma personagem fantástica, menina forte, corajoso, que apesar da vida maluca que leva nunca se deixou abater, adora ler e os livros são seus principais amigos, e mesmo debaixo de toda opressão não deixou de dar espaço para que o seu coração se apaixonasse e tomou as rédeas de sua vida.

    “Ela lia os livros que pegava emprestado à noite, depois os escondia no armário ou debaixo da cama. Ir àquela biblioteca era como fugir de Notres Pass, e ler aqueles livros era fugir para mais longe ainda.”

    O Philip é um fofo, e apesar de ter umas atitudes que a Meg odeia, ele é só um ser humano com alguns medos injustificáveis, o que todo mundo tem de vez em quando, né? Mas vai se mostrar o cara ideal para estar ao lado dela.

    E o Arthur é quem norteia o caminho de Meg para as surpreendentes descobertas a respeito do seu passado. De maneira madura e experiente, ele vai ajudá-la a adentrar um mundo cheio de surpresas levando a um desfecho que o leitor jamais imaginaria.

    “... Consumimos uma vida inteira procurando entender o coração e as ações das pessoas à nossa volta, mas o resultado é um só: equívoco, equívoco, equívoco.”

    Narrado em primeira pessoa e intercalando capítulos com os acontecimentos do passado e do presente, o leitor fica a par de todos os detalhes dos fatos que levaram Ramsey a ser o único suspeito do crime e das investigações da Meg, que apontam para um caminho totalmente diferente.

    O livro é bom, mas poderia ter sido muito melhor. Sinto que muitas pontas ficaram soltas e o final poderia ter sido tão bem trabalhado quanto o desenvolvimento da história, que flui muito bem, mas quando está perto do final, os fatos se atropelam e muita coisa fica sem ser dita.


    Recomendo para quem gosta de um romance maduro, bastante suspense com uma dose de policial e para os que gostam de analisar mentes psicopatas. 


    9 comentários :

    1. Oi Drica, que pena que você não gostou. Pontas soltas sempre acabam deixando o leitor insatisfeito. Eu não li ainda, mas quero ler.
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Gostei sim, Rose. Mas poderia ser ainda melhor, entende?

        Excluir
    2. Gosto muito de livros de romance policial, e fico meio inseguro em ler esse ou não por causa das críticas contro-versas que leio sobre a obra... a maioria diz que o livro é decepcionante, então eu fico meio sem saber se devo arriscar ou não a leitura. Abraços

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ele não e decepcionante, mas poderia ser melhor trabalhado, e isso não tira o mérito de ter uma boa historia.

        Excluir
    3. Olha vou ser bem sincera eu não me atrai muito pelo enredo, tipo bateu uma curiosidade mas não foi o suficiente pra me fazer ficar desesperada pra ler esse livro, então eu dispenso essa leitura ^^

      ResponderExcluir
    4. Essa é a segunda resenha que leio sobre esse livro.
      Parece ser bom, a capa é bonita, os personagens parecem ser marcantes, o fato dela está grávida coloca mais um pitada de drama ao livro.
      Esse livro com certeza vai ser uma das minhas próximas leituras.
      Boa Tarde.
      Bjs.

      ResponderExcluir
    5. Só o nome do livro já é intrigante, imagina o conteúdo.. Que louca essa sinopse! Além de muito bonita a capa (que eu ja tinha reparado por ai, mas nunca parei pra ler sobre) a história toda e a ideia de como tudo acontece é muito intrigante. Coloquei na wishlist, fiquei muito curiosa pra ver no que vai dar, mas já prevejo que o pai dela vai machuca-la de alguma forma e no fim vai ficar tudo bem. Esses só 3 cachorrinhos.. haha desanimam um pouco.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Os três cachorrinhos foi pq esperava bem mais, mas a história é bem legal! E posso garantir q vc se enganou em relação ao final!

        Excluir
    6. Há tempos que quero ler esse livro. Tenho muita curiosidade sobre o final da história, que acho que o enrredo é triste, porém com um final feliz e com muitas surpresas. Puxa, como gostaria de ler esse livro!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!