• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: Penelope, Marilyn Kaye - @Record

    Penelope
    Marilyn Kaye
    Ano: 2008

    Páginas: 240
    Editora: Record

    Sinopse:
    Em um conto de fadas moderno, nós conhecemos Penelope, uma jovem de 25 anos que passou a vida inteira presa em sua própria casa, vítima de uma antiga maldição. Para se livrar do focinho de porco que cresce no lugar do seu nariz, ela precisa encontrar alguém que a ame mesmo com esse "pequeno" problema.




    Alguns livros me conquistam, mas o engraçado é que às vezes eu não entendo o porquê.

    Às vezes é culpa de um personagem, ou de uma fala, ou até de um simples movimento dele em uma cena e aí BUM, eu fico revendo e revendo a cena sem motivo nenhum aparente.

    Até que me vem a contestação de que o livro simplesmente me conquistou.

    É divertido perceber isso. Chegar à conclusão de que um livro te tocou e você não sabe porquê. Para mim, isso faz parte da magia de ler um livro.

    E é aí que me surge Penélope.

    Para começo de conversa, Penélope é um livro, um moderno conto de fadas, para ser mais exata, que eu queria ler já tinha um bom tempo. Quando o livro finalmente chegou para mim, eu me impressionei com as poucas páginas dele (são 236, mas eu esperava pelo menos umas 400) e confesso que fiquei decepcionada.

    Mas resolvi dar uma chance ao livro.

    A história de Penélope começa mais ou menos 150 anos antes dela nascer com o seu tatará alguma coisa avô. A família Wilhern era (e ainda é, na história) conhecida pela sua imensa fortuna e sangue azul.

    Quando um dos cinco filhos da família Wilhern, o do meio para ser mais exata, que desejava mais que tudo viver uma grande história de amor como a dos livros que enchiam sua biblioteca, conhece Clara, a criada da cozinha, ele se apaixona perdidamente.

    Escondido de toda a família, os dois começaram um romance, mas com a inesperada gravidez de Clara, o jovem Wilhern resolve colocar fim ao segredo e se casar com ela.

    Não recebendo a aprovação da família e se conformando com isso (digamos que a perspectiva de ser deserdado mudou as prioridades dele), o Wilhern em questão, acaba se casando com a primeira nobre, aprovada por sua família, que disse sim para ele.

    Tragicamente, ao saber disso, Clara, de coração partido e grávida, se joga em um poço e morre.

    Mas o que a família Wilhern não esperava era que a mãe de Clara era uma famosa bruxa da cidade, e esta, devastada pela perda da filha, lançou uma maldição sobre a família que havia causado toda aquela dor.

    A primeira filha mulher que nascesse de um descendente da família Wilhern teria cara de porco até que alguém, de sua mesma classe, um rapaz de sangue azul, aceitasse a menina porca como ela era e se casasse com ela.

    Depois de anos de sorte, vários descendentes homens e uma maldição desacreditada, Penélope nasce em pleno século XXI e a maldição se manifesta.

    Então, para protegê-la do mundo (ou para proteger a reputação da família), sua mãe simula sua morte e a proíbe de sair de casa e de ser vista até que a maldição seja quebrada.

    Enquanto Penélope crescia afastada do mundo e com a crença de que aquele rosto que via no espelho não era o seu verdadeiro eu, mas sim o da maldição, sua mãe contratava uma casamenteira e criava lista de possíveis candidatos com sangue azul para a filha.

    Assim, quando Penélope fez 18 anos as entrevistas de candidatos começaram e com ela um contingente frequente de caras ricos correndo porta (em alguns casos janelas) a fora aos gritos.

    Sete anos se passam e, para a surpresa de todos, um rapaz, Max, não sai correndo como os seus antecessores.

    Mas por conta de um mal-entendido, Penélope cansada de esperar que seu príncipe encantado apareça e desejando ser finalmente livre, foge de casa e diz oi ao mundo para então descobrir que o que ela achava que seria o fim, na verdade era só o começo de uma grande aventura.

    O que começou com um conto de fadas comum, acabou com uma revolução dos mesmos onde nem todas as princesas precisam esperar que o seu príncipe apareça e lhe conceda um final feliz ou onde seus príncipes são seres imaculados e perfeitos (eles não são).

    Penélope é uma princesa moderna, uma que tem a capacidade de salvar a si mesma, que possui a capacidade de se aceitar como ela é mesmo que o mundo não o faça e isso gente é incrível. É muito bom ver a vontade dela de viver, de ver o mundo que foi negado para ela por toda a sua vida.

    Eu esperava muito desse livro e fiquei muito feliz quando terminei ele. Mas se você está lendo isso aqui e acha que eu contei a história toda do livro, acredite, essa é apenas o começo dela.

    Para quem se interessou, o livro foi adaptado para as telonas e teve como elenco nomes famosos como Christina Ricci, James McAvoy (eu adoro esse cara, por sinal) e Reese Witherspoon.


    Eu terminei de ler o livro e baixei o filme logo em seguida porque eu não aguentei esperar!!! E eu realmente amei o filme e fiquei surpresa com o quão fiel foi ao livro (raridade total)!!

    Sem falar que o James McAvoy esta um charme total com um visual boêmio e tocando piano e tudo o mais. Hahaha!


    11 comentários :

    1. Não resisti e sinto que vou ter que ler esse livro porque aparenta ser uma história muito boa mesmo, eu geralmente não lei releituras de contos de fadas mas acho que no caso desse livro eu não vou resistir e irei cair de boca nessa história que promete ser maravilhosa e que de bônus ainda conta com um filme que é fiel a obra. Obrigada pela resenha.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Rissia, é tão legal esse livro!! Vale tão a pena!! Nem pense em resistir haha

        Excluir
    2. Achei a premissa do livro incrível. Não conhecia esse livro nem p filme, mas achei bem diferente de tudo que vemos por aí. Como uma amante de contos de fadas, tenho certeza de que iria gostar muito desse livro. Deve ser ao mesmo tempo engraçado e comovente. Vou procurar para lê-lo.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Bruna é muito legal e a Penelope faz altas loucuras pq ela é muita ingenua e nunca viu o mundo então é tudo novo para ela.. é mt engraçado hahah

        Excluir
    3. Olá Tata!!!
      Primeiro deixa eu comemorar por saber que o livro tinha ganhado uma adaptação \o/
      Eu sabia! Eu sabia! Eu sabiiiiia \o/
      Deu a doida em mim, porque assim que eu li a sinopse fiquei me lembrando que já tinha ouvido falar de um filme com esse mesmo enredo :)
      O livro parece ser bem divertido e com uma história contagiante, com certeza é um livro que eu gostaria de ler. Na verdade, acho que já vai para minha lista de leitura :3
      Adorei a resenha e principalmente adorei saber que no filme tem o meu lindo James McAvoy rsrsrs

      lereliterario.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Antonia!! adorei seu comentário hauahuah Nossa, o livro é ótimo, serio mesmo, não é atoa que dei nota máxima para ele..

        Mas nem comece pq eu vi o James McAvoy primeiro!! haua

        Excluir
    4. Oi Tata.
      Já vi o trailer desse filme, então enquanto estava lendo a sua resenha fiquei com aquela sensação de deja vú.
      Ainda bem que não vi o filme, pois agora vou ler o livro primeiro e depois ver o filme =) (Ainda bem que mantiveram o filme fiel ao livro - coisa rara!)
      A história parece mesmo um conto de fada moderno e acho que vou dar muitas risadas.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Pamela!! Pois é, é tão raro vermos uma adaptação fiel que ate nos surpreendemos!!

        Eu dei muita risada com Penelope, espero que vc goste tb!!

        Excluir
    5. Me interessei muito por este conto de fadas moderno, e não conhecia nem o livro, nem o filme. Parece ser uma excelente história e com um enredo maravilhoso. Vou procurar este livro, e conhecer de perto a Penélope.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu vou ser honesta, eu não sou uma fã de contos de fada mas eu amei Penelope.. Acho que só isso diz muito sobre livro..

        Se eu amei, vc vai enlouquecer haha

        Excluir
    6. Eu já tinha ouvido falar do livro, mas não fazia ideia de sua história! Fiquei muito impressionado depois da sua resenha. A Penelope parece ser uma personagem para servir de exemplo de muita gente, com uma personalidade incrível. Fiquei muito interessado nesse conto de fadas moderno! Abraços

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!