• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: Ladrões de Sonhos, Maggie Stiefvater - @veruseditora

    Ladrões de Sonhos

    Maggie Stiefvater

    Ano: 2014

    Páginas: 429

    Sinopse:
    Ao lado de Blue, os garotos corvos — o privilegiado Gansey, o torturado Adam, o espectral Noah e o sombrio e perigoso Ronan — continuam sua busca pelo lendário rei galês Glendower. Mas suas explorações enfrentam um duro contratempo conforme segredos, sonhos e pesadelos começam a enfraquecer a linha ley — um canal invisível de energia que conecta lugares sagrados e que pode levá-los até o rei.
    Conforme Blue e os garotos corvos procuram respostas a essas e outras questões, o perigo que os envolve se torna cada vez mais real, e será preciso apostar todas as fichas nessa aventura enigmática.
    Será por isso que a floresta mística de Cabeswater sumiu inexplicavelmente? Quem é o misterioso Homem Cinzento e por que ele está procurando o Greywaren, uma relíquia que permite tirar objetos de sonhos? E o que isso tem a ver com o indecifrável Ronan?


    É tão difícil para mim fazer uma resenha de um livro que eu amo. Quanto mais eu gosto de um livro mais difícil é escrever sobre ele.

    Dito isso, escrever uma resenha sobre Ladrões de Sonhos foi um trabalho quase impossível.

    Antes de começar de verdade, eu preciso dizer uma coisa: essa série de livros não é para qualquer pessoa, é para pessoas que REALMENTE GOSTAM de ler. Eu sei que parece estranho dizer isso em um blog de livros e é difícil explicar, mas Garotos Corvos é uma série sobre trajetórias, uma série onde o final não importa muito mas sim como eles, os personagens, chegaram lá.


    Garotos Corvos é uma série repleta de magia e mistérios, mas o personagem principal, o elemento que junta tudo e faz a serie ser excepcional, é a amizade, as relações pessoais entres os personagens.

    Garotos Corvos é uma série cheia de alma e de coração. Acima de tudo, Garotos Corvos é uma série que te faz lembrar porque você ama ler.

    Eu não sei como a Maggie consegue, mas a série toda foi escrita em uma linguagem tão bonita, tão inteligente, com diálogos rápidos, engraçados e sarcásticos, e as vezes, até poéticos.

    Garotos Corvos é uma serie EXTREMAMENTE BEM ESCRITA.

    E me deixem fazer uma menção honrosa ao humor sarcástico desse livro. A cena em que a Blue atente o telefone, fala com o professor inglês do Gansey e diz que é a Jane foi genial e me fez soltar umas boas gargalhadas.

    Para aqueles que estão perdidos nessa resenha, Ladrões de Sonhos é o segundo livro da série Garotos Corvos e a resenha, que eu fiz para o blog, do primeiro livro se encontra aqui (é só clicar no aqui! Vai lá e volta haha).

    Seguinte, minha gente, eu amei Garotos Corvos, com todo o meu coração, mas aí veio Ladrões de Sonhos e fez o impossível, melhorou o que não tinha para melhorar, alavancando a serie para o meu top 10 da vida (eu não estou brincando).

    Ladrões de Sonhos dá continuidade a série de onde ela parou, mas em uma perspectiva mais focada em um dos meus personagens favoritos (todos os personagens dessa serie são meus favoritos), o Ronan.

    Um segredo é uma coisa estranha.
    Há três tipos de segredos. Um é o tipo que todo mundo conhece, do tipo que precisa de pelo menos duas pessoas. Uma para guardá-lo. Outra para nunca sabê-lo. O segundo é um tipo mais difícil de segredo: aquele que você esconde de si mesmo. Todos os dias, milhares de confissões não são feitas a seus potenciais confessores, e nenhuma dessas pessoas sabe que todos os seus segredos jamais admitidos se resumem às mesmas três palavras: estou com medo. 
    E então há um terceiro tipo de segredo, do tipo mais escondido. Um segredo que ninguém sabe a respeito. Talvez ele tenha sido conhecido um dia, mas foi levado para o tumulo. Ou talvez seja um mistério inútil, oculto e solitário, perdido porque ninguém o procurou. 
    Às vezes, algumas raras vezes, um segredo permanece desconhecido, porque é algo grande demais para a mente guardar. Estranho demais, vasto demais, aterrorizador demais para ser contemplado.
     Todos nós temos segredos na vida. Nós os guardamos ou temos alguns guardados de nós, jogamos ou somos jogados. Segredos e baratas - é o que restará do fim de tudo. 
    Ronan Lynch vivia com toda sorte de segredos. 
    Prólogo, P.9.

    É eu sei, esse trecho é gigante mas eu precisava compartilhar ele com vocês porque o livro se resume nele, nos segredos de Ronan, e QUE SEGREDOS MINHA GENTE!

    Caixa de Spoiler (para visualizar é só selecionar o texto da resenha, não se esqueça que você foi avisado):

    MEU DEUS, RONAN É GAY E ESTA APAIXONADO PELO ADAM E EU ESTOU SHIPANDO LOUCAMENTE ELES JUNTOS!

    E RONAN É O GREYWAREN!! COMO ASSIM BRASIL? COMO EU NÃO VI ISSO ANTES??

    O pai do Ronan era um ladrão de sonhos também, assim como o Kavinsky.

    Chocada.

    Voltando ao foco, a história toda por trás desse livro foi genial e eu nem vou comentar o desenvolvimento dos personagens porque eu não tenho palavras para descrever isso.

    No final de Garotos Corvos, Ronan faz uma revelação chocante, ele é capaz de tirar coisas dos seus sonhos e as transportar para o mundo real. O que acontece é que após os acontecimentos do primeiro livro, a linha ley de Henrieta começa a falhar e isso desencadeia eventos que irão afetar mais do que a busca pelo rei adormecido.

    Infelizmente eu não posso falar muito mais sobre a história desse livro porque tudo que eu disser vai ser um grande e gigante spoiler. Mas assim como em Os Garotos Corvos, os personagens bem construídos da Maggie roubaram o show.

    Finalmente começamos a entender o Ronan, o motivo por trás do seu comportamento inconsequente e irritadiço. Devo dizer que me apaixonei pelo irmão mais novo dele e adorei  a forma como os irmãos Lynch se relacionam (a base de pancadaria e amor). Foi muito bom também ver um lado mais doce do Ronan que eu não sabia que existia e ver a interação e cuidado dele com motosserra (o nome do filhote de passarinho que ele ''adotou''). 

    Muita gente acha que o Gansey é o personagem principal na serie mas eu discordo muito disso. Para mim o Ronan é o personagem mais complexo e bem construído e, junto com a Blue, é o centro de todos os acontecimentos que são desenvolvidos nos livros. 

    Enquanto que o Gansey, apesar de todo o seu desenvolvimento e participação na historia, é a cola que une os personagens.

    Eu me apaixonei pela cena do Noah com a Blue (se você leu o livro você sabe de que cena eu estou falando), foi tão trágico e bonito e quebrou meu coração por ele, por tudo que ele perdeu. O Noah é o personagem mais bonito da série, com sua alma boa e infantil e ele merece ser protegido.


    - Eu convidaria você para sair, se estivesse vivo. - nada era justo.
    - Eu aceitaria.

    Eu tive meu coração na mão em todas as cenas do Gansey em seu carro com a Blue, uma em especial onde tanta coisa foi dita entre eles sem que as palavras reais tivessem saído de suas bocas.

    É tão bom ver um livro onde o romance não é o foco de toda a história, mesmo que ele ainda esteja lá, dando um oi ocasional para o leitor nos melhores momentos e se desenvolvendo de uma forma real e com uma linha temporal verídica. Não existe aquele amor à primeira vista, mas sim um amor construído aos poucos, um amor que começa com uma amizade sincera, um amor que está quase formado, mas que mesmo assim não é ainda reconhecido pelo par romântico.


    - Eu queria que você pudesse ser beijada Jane - ele disse - Porque eu imploraria por apenas um beijo seu. Debaixo disso tudo. - Ele acenou na direção das estrelas. - E então jamais diríamos uma palavra sobre isso novamente.

    Esse poderia ser o fim da história.

    Eu me lembro de não gostar do Gansey no começo da série, lembro de pensar ''quem se importa se ele vai morrer no último livro, nem legal ele é'' (o primeiro capitulo do primeiro livro dita que ele morre no final da serie então isso não é spoiler! e o ultimo livro ainda não saiu então não sabemos se isso vai mesmo acontecer..) e eu lembro de terminar Ladrões de Sonhos e falar ''PQP! Se alguém morrer nessa bodega eu vou caçar essa autora até a morte''.

    Eu amei também a introdução dos novos personagens, em especial o Sr. Cinzento. A cena em que ele entra na casa da Blue e todas as videntes já sabem que ele é um assassino de aluguel e mesmo assim sentam na mesa e perguntam se ele quer um café, como se a coisa toda fosse normal, é incrível.


    Blue notou que o homem cinzento ficou abruptamente desinteressado em que era ao telefone. O que era interessante pois ele estivera muito interessado em absolutamente todo o resto antes. O que levou Blue a concluir que na realidade ele estava muito interessado em quem poderia estar ao telefone, só não queria que elas soubesse que ele estava interessado. O que era interessante.

    Quanto ao Adam, eu não tinha muita paciência para ele no primeiro livro e fiquei muito chateada com as atitudes dele mas, em Ladrões de Sonhos, Adam começa a lidar com as consequências de suas escolhas e eu senti muita pena dele ainda que eu tenha ficado extremamente feliz pelo seu amadurecimento.

    Ah, outra coisa muito legal nesse livro (na série como um todo) é o feminismo inerente nele. As mulheres desse livro são todas fortes, independentes e fazem questão de deixar isso claro. Questões sobre igualdade entre os sexos são discutidas de formas sutis e engraçadas e são extremamente bem colocadas.


    Blue secou os olhos com a fronha do travesseiro.
    - Lagrimas não nos definem. 
     Sua mãe secou os olhos no ombro da camiseta de Blue.

    - Você esta certa. O que nos define?

    - Ação.

    Da mesma forma, a sexualidade dos personagens é tratada de forma tão delicada e graciosa que a revelação de que um dos personagens é gay pode passar despercebida pelo leitor. A autora trata a questão da melhor forma que ela poderia, sem fazer estardalhaço e, ao fazer isso, ela faz uma declaração implícita muito importante (e correta) nos seus livros. Ao tratar o assunto sem estardalhaço, ela dá a questão um fator de normalidade e não de surpresa.

    Ladrões de Sonhos é o segundo livro de uma série de quatro, sendo que o primeiro livro, Os Garotos Corvos, e o terceiro livro, Lírio Azul Azul Lírio, já foram publicados no Brasil pela Editora Verus. O último livro da série possui previsão de lançamento para o final do ano.

    Ps: Uma curiosidade divertida sobre a serie é que originalmente, Ladrões de Sonhos seria o primeiro livro e não o segundo. O que acontece é que foi a ideia por trás de Ladrões de Sonhos que originou todo o contexto da série e moldou os demais livros (para quem já leu todos os livros da série essa informação ajuda a ligar vários 2 + 2). 

    Ps: O que você sonharia se tivesse o poder de controlar os seus sonhos e trazer para o mundo real os objetos com os quais você sonhou? As escolhas de um personagem nesse livro, a forma como ele preencheu a sua casa com esses objetos sonhados, me deixou extremamente feliz e me fez dar algumas risadas.



    Ps: As capas dessa serie são tão tão tão bonitas!!



    8 comentários :

    1. Ainda não li esses livros
      Concordo, sempre difícil fazer resenha de um livro que gostamos muito, concordo que alguns livros precisam ser indicados apenas para quem ama ler, e isso me deixou mais interessada ainda na série, a escrita do livro aparenta ser sensacional, amo livros com mistérios e personagens que conquistam o leitor, a resenha me fez colocar o livro como desejado

      ResponderExcluir
    2. Meu grande problema é esse: falar de um livro que gostei muito, te admiro por conseguir e transmitir de uma mentia tao boa!
      Quando tento enrolo tudo 😂 falo de uma parte lá na frente, solto spoiler e confundo a mente de todo mundo

      ResponderExcluir
    3. Maggie é o tipo de autora que nunca decepciona. Ela tem uma escrita poética que encanta qualquer leitor.
      Tenho esse livro no Kobo, mas estou me segurando para ler no momento certo e aproveitar cada momento dele. Além disso eu odeio esperar principalmente quando a história é boa.
      Vou esperar todos serem lançados e só ai começar a ler, mas já estou super empolgada desde já.

      ResponderExcluir
    4. Oi Tata,
      Maggie Stiefvater, a autora que sou doida para ler, mas nunca tenho a oportunidade.
      Sou doida para ler A Corrida do Escorpião, mas é tão difícil achar esse livro e até na internet o preço é salgadinho.
      Essa série tem capas maravilhosas e claro que despertou meu interesse, o enredo também parece MUITO interessante. Fiquei um pouco perdida na resenha já que esse é o segundo, mas é perceptível o quanto você gostou.
      Confesso que li o spoiler, não tenho essa frescura não e eles sempre me deixam mais instigados a ler o livro. E não é que isso aconteceu.

      Bjs

      ResponderExcluir
    5. Oi!
      Amei sua resenha. Percebe-se em suas palavras, todo o encantamento e prazer pela leitura, que você teve com esses livros. Eu já havia adicionado o primeiro livro da série a minha lista de desejados e agora é certo que esse também irá, assim como todos da série em questão. Gosto muito desse gênero literário e a premissa desses livros é encantadora. Estou ansiosa para ler, ainda mais após ler sua resenha tão motivadora. Obrigada! Beijos.

      ResponderExcluir
    6. Oi!
      Já tinha visto muitos comentários positivos sobre essa serie que me deixaram bem curiosa para poder ler essa historia, mas depois dessa resenha tenho que ler esse livro, gostei muito da historia mas acho que o principalmente e a escrito do autor e os sentimentos que ele desperta no leitor, com certeza essa serie está na minha lista de leitura !!

      ResponderExcluir
    7. gente eu tenho que voltar a ler essa série!
      eu só li o primeiro e adorei! no começo eu me perguntei: mais um
      mas depois eu simplesmente me apaixonei, como vc disse: é muito bem escrita!
      sem falar que os meninos ganham a gente por si só (tem para todos os gostos xD)

      ResponderExcluir
    8. Eu amo a escrita da Maggie e esse é uma série que eu desejo acompanhar já há algum tempo. Eu sempre fico aliviada ao saber que a escrita dos autoresnão perde a qualidade e que sempre tem surpresas para a gente.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!