• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: A bela e a Adormecida, Neil Gaiman e Chris Riddell - Rocco

    Título: A Bela e a Adormecida


    Título original: The Sleeper and the Spindle

    Autor: Neil Gaiman

    Ilustrações: Chris Riddell

    Editora: Rocco

    Ano: 2015

    Páginas: 70

    Sinopse:
    Em uma sombria e fascinante história, as mais queridas princesas dos contos de fadas são reinventadas de maneira brilhante pelo inglês Neil Gaiman e o ilustrador Chis Riddell. Em A Bela e a Adormecida, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino, um sono mágico que se espalha pelo território vizinho e ameaça os seus domínios. Na companhia de três anões, a rainha abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense que leva a uma surpreendente descoberta. Misturando o conhecido e o novo com perfeita sintonia, Gaiman cria mais uma obra repleta de magia e aventura capaz de hipnotizar o mais exigente dos leitores.



    Como resistir a um livro do Gaiman? E, como se precisasse, ainda tem lindas ilustrações do Riddell. Pois é, isso é A Bela e a Adormecida!

    Mas claro que um conto de fadas contado pelo Gailman não seria apenas um conto de fadas, mas uma história que foge ao que qualquer pessoa comum jamais teria imaginado! Isso é Gailman, minha gente!

    "Era o reino mais próximo ao da rainha em linha reta como voa o corvo, mas nem os corvos voavam até lá."

    O conto começa com três anões que viajavam a procura da melhor seda do mundo para presentear a sua rainha no dia do seu casamento, e que descobrem que uma maldição está em curso se espalhando por vários vilarejos.


    A maldição faria com que todos por onde ela passasse caíssem em um sono profundo, não só humanos, mas também animais e plantas. E teria sido lançada por uma garota que foi amaldiçoada no seu nascimento.

    Temendo que a maldição se alastre, os anões retornam ao lar e reportam o que descobriram para a rainha, pois acreditam que ela, que dormiu durante um ano inteiro, seja capaz de retirar uma princesa do seu sono.

    Como uma verdadeira heroína, a rainha deixa a sua festa de casamento e vai para salvar a princesa da maldição. O que acontece depois daí é um mergulho profundo no mundo fantástico de Gaiman e não darei spoilers!!!

    Estranho não citar nomes, não é? Mas é assim que Gaiman faz, os personagens não têm nome. E acredito que seja proposital para que o leitor faça suas próprias inferências.

    Devo mencionar que as ilustrações de Riddell contam uma história à parte, sempre trazendo em destaque algo que deve ser notado pelo leitor ou exaltado além do texto.


    Não bastasse a história fantástica, o livro tem uma edição fantástica, digna de contos de fadas. Hardcover com as páginas de papel couché, ilustrações em preto, branco e dourado com brilho e uma jacket em papel vegetal que me trouxe doces lembranças da infância. Perfeito para colecionadores ou, até mesmo, para aquela pessoa que nunca lê mas gosta de mostrar belos livros em sua estante (sou má rsrsrsrs).


    Um livro feminista? Não vejo dessa forma. Mas um livro que cumpre o papel dos contos de fadas, que é registar um momento da nossa história através de metáforas e se eternizar. 



    14 comentários :

    1. Oi.
      Ainda não tive a oportunidade de ler nada do autor, mas quero muito, pois sempre leio ótimos comentários a respeito de suas obras. E esse livro parece ótimo, as ilustrações estão muito boas, enriquecendo mais ainda a história. Gostei muito da sua resenha. Dica anotada. Beijos.

      ResponderExcluir
    2. Ainda não conheci a escrita de Neil Gaiman, mas sempre ouso elogios a suas obras, por serem originais. Gostei das ilustrações, o autor conseguiu criar uma história bem diferente que estou querendo ler.

      ResponderExcluir
    3. Já vi esse livro e achei lindíssimas as ilustrações. Tinha percebido que séria um história diferente, mas acho que é bem mais diferente do que eu imaginava o que já me deixa com aquela curiosidade infinita para ler. *-*

      Bjs

      ResponderExcluir
    4. neil gaiman!!!
      eu não sou muito fã dessas releituras de contos de fadas, mas gaiman é outra história!
      e essa imagens, estão linda!
      preciso dele =)

      ResponderExcluir
    5. Oi!
      Quero muito ler esse livro, adoro as releituras dos contos de fadas e achei essa bem interessante ainda não li nada do autor, mas achei bem legal esse elemento novos que ele trás e principalmente que os personagens não tenham nome, também adorei as ilustrações que são um show a parte quero muito esse livro que é lindo !!

      ResponderExcluir
    6. Eu estou chorando lagrimas de sangue de tanto que eu desejo esse livro. Amo Gaiman, mas não estou tendo po$$ibilidade de completar minha coleção, muito menos com esse livro maravilhoso de hardcover e com essas ilustrações lindas e personagens femininas fortes e ai. Quero. Muito. SOCORRO, VOU VENDER MEU GATO PRA COMPRAR (mentira haahahah)

      ResponderExcluir
    7. A diagramação da Rocco dessa vez foi caprichada, juntando com essas ilustrações o livro ficou divino. É complicado pensar em contos de fadas de uma forma que não siga a tradição, ou ao menos as lembranças que temos dos contos. Colocar dentro dessa história as rédeas nas mãos das mulheres já é algo bem bacana, tirando esse foco no homem e na “dependência” que induzem a acreditar que elas têm deles. Enfim, gostei de sua resenha, explanou além da conta sobre o que traz essa obra.

      ResponderExcluir
    8. Oii!
      Como eu nunca soube desse livro...ilustrações e enredo perfeitos, eu amei!
      Gosto mto de releituras, já qro!
      Bjs

      ResponderExcluir
    9. Ainda não li nenhum livro do autor. Mas quero ler é muito elogiado e como adoro releituras de contos de fadas vou querer ler esse, achei bem diferente, pois a rainha querendo ajudar é estranho e achei mais estranho ainda os personagens não terem nomes que inusitado, achei as ilustrações bem legais.

      ResponderExcluir
    10. Esse livro vale msm toda a propaganda que muitos fazem, edição belíssima.

      ResponderExcluir
    11. Gaiman é mestre em contar histórias, até mesmo quando elas são contos de fadas! Mas acredito que o livro é feminista sim, Dri! Porque mostra a sororidade entre duas mulheres e tira o foco tão comum do belo príncipe e do tão desejado e indispensável casamento. O foco é a generosidade em salvar uma outra mulher, abrindo mão de seu dia especial - o casamento. Isso é solidariedade entre mulheres, isso é feminismo sim! ;)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Como é bom ter amigas como vc! Agora concordo q o livro tem sim uma premissa totalmente feminista. Juro que não tinha olhado por esse ângulo.

        Excluir
    12. A Bela Adormecida é um dos meus contos preferidos!! Com certeza irei amar esta nova versão. Os personagens tem características marcantes que nos fazem valorizar mais o amor fraterno. A capa do livro está maravilhosa!! A protagonista com certeza já me conquistou por ser uma mulher forte e decidida!!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!