• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: O mensageiro, Lois Lowry - @Arqueiro

    Título: O Mensageiro
    O Doador de Memórias # 3

    Autor: Lois Lowry

    Editora: Arqueiro

    Número de Páginas: 160

    Ano de Publicação: 2016

    Sinopse:

    Há seis anos, Matty chegou ao pacato Vilarejo. Sob os cuidados de Vidente, um cego que tem uma visão especial, ele amadureceu e se adaptou à nova vida. Agora, espera receber seu nome verdadeiro, que determinará seu valor ali, como ocorre com todos os habitantes.Contudo, algo nefasto está se infiltrando no Vilarejo, e os moradores, antes orgulhosos de receber forasteiros, passam a exigir que as fronteiras sejam fechadas para se protegerem.Por ser um hábil mensageiro, Matty é encarregado de avisar os outros povoados sobre o bloqueio. Sua missão também tem outro grande objetivo: buscar Kira, a filha de Vidente, antes que seja tarde demais.Ele é o único capaz de viajar pela Floresta, que já provocou algumas mortes. O problema é que ela também está se tornando um lugar perigoso para o garoto. Mas muitos dependem de Matty. Então, armado apenas de um poder recém-descoberto, ainda incompreensível e incontrolável, ele se arriscará a fazer o que talvez seja sua última viagem.


    Oi, gente,

    Sou apaixonada por O doador, primeiro livro que dá nome a série, que aqui se transformou em O doador de memórias por causa do filme. Mas não escondo de ninguém que o segundo livro, A escolhida, me decepcionou um pouco. Queria saber mais da história de Jonas, protagonista do primeiro livro, mas a Lois deixou passar batido. Aí fiquei meio em dúvida se leria ou não O mensageiro, mas a curiosidade falou mais alto. E Lois me surpreendeu novamente!


    Nosso protagonista é Matty, personagem do livro 2, um garoto que mora no Vilarejo a 6 anos e é uma graça. O Vilarejo é um local tido como refúgio para pessoas vindas de comunidades opressoras e tiranas, e lá encontram um local para viver a vida de forma plena. Matty vive com Vidente, que praticamente o adotou ao chegar lá fugindo da fome e dos castigos físicos. Vidente é cego mas recebeu esse nome por conseguir ver além do que os olhos mostram.

    Matty anseia pelo dia em que receberá o seu nome verdadeiro, já que no Vilarejo os nomes são dados tendo por base as suas habilidades. Ele quer ser chamado de Mensageiro, já que é o responsável pelas comunicações entre as comunidades, levando e trazendo mensagens através da floresta que parece ser a sua amiga, praticamente mostrando o caminho que ele deve seguir. 

    “Ele era ágil e silencioso na mata e conseguia pressentir o caminho certo sem nenhum ponto de referência, da mesma forma que previa o tempo e sabia quando choveria antes que as nuvens aparecessem e o vento mudasse de direção. Matty simplesmente sabia.”

    A floresta é praticamente uma entidade, pois ela decide quem entra e quem sai do Vilarejo, avisando quando você não deve mais permissão para atravessa-la.

    Mas Matty não é apenas um mensageiro, ele também descobriu um novo dom, e apesar de não entender bem como as coisas acontecem, vai utilizá-lo sempre para o bem-estar de todos.

    Mas o que parecia perfeito começa a ruir. Matty começa a perceber que a Feira de Negócios, onde os moradores fazem constantes trocas, está mexendo com a personalidade dos habitantes do Vilarejo. E é quando eles decidem fechar a portas a novos refugiados. Líder então pede a Matty que avise às comunidades vizinhas que as fronteiras serão fechadas, e Vidente o encarrega de trazer para Vilarejo sua filha Kira.

    “... Mas agora sabia que me toda parte, espalhadas pelos quatro cantos do mundo conhecido, existiam comunidades onde as pessoas sofriam. Nem sempre devido a surras ou à fome, como havia acontecido com ele, mas por causa da ignorância. Por não saberem. Porque eram privadas do conhecimento.”

    E é aí que a história começa a revelar seus segredos e fazer conexões. Se você leu os livros anteriores, vai se lembrar de Kira, protagonista de A Escolhida, e vai perceber que Líder é um personagem muito querido nosso. Mas apesar das ligações com os livros anteriores, todos podem ser lidos separadamente pois fecham a sua história.

    “... Porque, com sou mais velho, maior, e já fui e voltei tantas vezes, agora sei o caminho e não sinto mais medo. Então a viagem parece mais curta.”

    O Mensageiro é um livro rápido, com uma escrita fluida, mas nada leve, cheia de simbolismos e mensagens nas entrelinhas. Nada é explícito, tudo é deixado subentendido. E é isso que é fantástico no livro. Acredito que cada pessoa que ler terá impressões diversas baseado em suas experiências de vida.
    Além das mensagens, O Mensageiro é uma crítica aos governos atuais mostrando suas falhas e consequências para a humanidade através de muitas figuras de linguagem do seu universo distópico e fantástico.

    "Era como um poder sussurrante. Matty o sentia na ponta dos dedos, nas linhas e fissuras da pele. Fluía através das mãos enquanto ele permanecia imóvel na lama."

    Não bastasse tudo isso, o livro ainda traz um final surpreendente e emocionante, muito além da expectativa!


    Um livro pra ler e se emocionar, para refletir e empreender mudanças. 


    16 comentários :

    1. Talvez o fato de eu não ter lido os livros anteriores a história desse livro não me chamou nem um pouco a atenção. Foi uma sensação de estranhamento que tive ao ler essa resenha. Como se fosse um livro do qual eu passaria completamente despercebida em qualquer canto que ele tivesse exposto. Mas a sua escrita descrevendo o mesmo é muito boa. Obrigada pela dica.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Dri,

        leia a resenha de O doador, talvez vc se interesse pela série.

        Excluir
    2. Não leio essa série, por isso fiquei confusa com a resenha, mas quero conhecer mais sobre esse universo, quero descobrir mais sobre a floresta e a vida dos moradores dessa Vilarejo, amo livros críticos e distopias, o livro parece ser uma excelente junção desses meus gostos, quero começar a ler a série, já irei começar a procurar sobre O doador

      ResponderExcluir
    3. Vi apenas o filme baseado no primeiro livro e até gostei. Fiquei querendo saber o que mais aconteceria com o Jonas e confesso que desanimei em saber que a sequência tem foco em outro personagem.
      Mas pelo visto o final é de emocionar assim como o primeiro e é inegável, que mesmo tomando rumos que os leitores não espera, deixa sua mensagem.

      Bjs,
      Garotas de Papel

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Thi,

        leia, vc vai encontrar o Jonas nesse livro sim! Vc só precisar procurar...

        Excluir
    4. Sorry, não li a resenha por que não quero pegar spoiler 😂 por mais que seja pouco provável que eu venha a ler essa serie, não aceito de jeito maneira kkk
      Mas li só a sinopse, e não parecer ser ruim, apesar de eu não curtir muito esse gênero ne

      ResponderExcluir
    5. Só vejo Todo mundo, mas TODO MUNDO mesmo falando dessa serie e eu boiando total...
      Mas ela não puxa em nada minha atenção, fazer o que né? Não é esse tipo de livro que arranca minhas noites de sono km :p

      ResponderExcluir
    6. Oi Drica, acabei ficando apenas no livro 1 e no filme. Mas é bom saber que o enredo continua de uma forma tão boa e que agrade ao leitor.
      Bjs!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Rose,

        se vocÊ gostou do livro 1, vai adorar esse! E dá p ler sem o segundo.

        Excluir
    7. Oi!
      Não li nenhum dos livros, mas estão na minha lista de desejados, pois gostei muito da premissa de ambos e saber que esse terceiro é muito bom, mais motivada fiquei. Gostei muito do filme e acredito que vou gostar mais ainda dessa série. Adorei sua resenha. Obrigada pela ótima dica. Beijos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Márcia, o livro é muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito melhor do que o filme!

        Excluir
    8. Oi!
      Assim que lançou o primeiro livro dessa serie lembro que fiquei muito curiosa para poder ler, mas passou um tempo e acabei não lendo e depois de ler algumas resenhas vi que não é um livro que irei gostar e com esse aconteceu a mesmo coisas, mesmo a historia sendo interessante não foi uma serie que me chamou atenção !!

      ResponderExcluir
    9. eu não li essa série ainda
      qd começou eu achei a ideia interessante, de um local onde as pessoas não tivesse sentimentos, mas qd eu vi o tamanho (e na época não tinha terminado) eu acabei deixando para depois e me esqueci dela
      ver se eu começo a ler o doador de memórias
      ah, sem querer ser chata: que capa horrivel!!!!

      ResponderExcluir
    10. Eu assisti o filme sem saber que era baseado num livro, e adorei. Agora eu precisoler essa trilogia, pq eu imagino que deva ser completamente fantástica. Amo distopias, e preciso protege-las *risca* le-las.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fernanda,

        o livro é muuuuuuuuuuuuito melhor do que o filme!

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!