• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: Uma noite com Audrey Hepburn, Libby Lomax#1

    A atriz Libby Lomax encontrou seu refúgio no mundo dos filmes clássicos, nos quais as deusas imortais favoritas da tela parecem oferecer muito mais romance do que a vida real. Depois de um dia terrível no set de filmagens, onde ela passou a maior vergonha de todos os tempos na frente do elenco inteiro e, pior, do astro sexy e notório bad boy Dillon OHara, tudo o que Libby consegue fazer é se jogar no sofá e assistir a Bonequinha de luxo pela milionésima vez. De repente, ela se surpreende ao ver a estrela do cinema, Audrey Hepburn, sentada bem ao seu lado, em seu vestidinho preto, clássicos óculos escuros e cigarrilha vintage, cheia de conselhos para dar. Mas será que Libby realmente é capaz de transformar sua vida de fracasso em um incrível blockbuster? Talvez, com um pouquinho da ajuda mágica de Audrey, ela até consiga.
    Uma noite com Audrey Hepburn 
    (A night in with Audrey Hepburn)
    Autora: Lucy Holliday
    Libby Lomax - Livro 01
    Harper Collins Brasil (2016)
    272 páginas


    Um livro para ler na segurança de sua casa. Ou vai passar vergonha quando a crise de riso estourar!


    Em Junho de 1999, Libby Lomax está em mais uma das audições para agradar à sua mãe e acompanhar sua irmã Cass mas, cansada de tudo aquilo, ela procura refúgio e acaba por conhecer o seu futuro melhor amigo!
    - Você não é um dos Walkers espetaculosos, é? (...) - Caraca é assim que minha família é conhecida?
    No topo de seus treze anos, ela não tem peito para enfrentar a mãe mandona, Marilyn. O que me faz dizer: ela adora filmes antigos e sua atriz favorita é Audrey Hepburn. No entanto o que mais adorei em Libby foi a crueza com a qual analisava a si mesma.
    A Noviça Rebelde é um musical, e eu sou tão afinada quanto um abridor de latas. (...)
    Olly é um garoto entre catorze e quinze anos que está se escondendo na plateia do teatro para escapar da confusão de garotas na audição, ele é irlandês e um amor de pessoa. Sendo o oposto de Libby em questão de filmes, ele adora Matrix! Ah, e se posso acrescentar, é um apreciador de queijos.

    Libby não tem jeito para ser atriz, mas a mãe cisma que sim. E gente, que mãe estressante! Para piorar, o pai dela adora lhe dar bolo, cancelando os compromissos em cima da hora.

    Então o capítulo um já se passa em 2015, Libby agora tem vinte e nove anos, ainda está na onda da mãe/agente trabalhando de figurante.

    E gente... eu ri tanto enquanto ela estava aguardando o famoso ator estrelinha Dillon O'hara aparecer no set.

    Pensem numa pessoa engraçada e desastrada! Com certeza é a Libby.

    E não bastasse o dia difícil, ela chega no apartamento e descobre que está menor. Mas com bastante esforço Olly e Jesse conseguem colocar na sala dela um grande sofá chesterfield, que ocupa quase todo o espaço e que acabará sendo usado para tudo.

    O mais engraçado é que, do nada, ninguém menos que Audrey Hepburn aparece sentada no sofá.

    Certa de que a visão é culpa do estresse do dia, ela se apega à visão que está tendo. O problema era que Audrey parecia real demais em suas roupas Givenchy, seu perfume e sua piteira característica.

    Eu amei esse livro, ri tanto que minha sogra veio perguntar o que estava acontecendo.

    Vi resenhas negativas, mas eu recomendo o livro sem pestanejar.

    Se você precisa rir, se distrair, tá brava e não sabe como resolver, abra este livro, ele vai ser o remédio para sua raiva, seu mau humor.

    Obviamente que nem tudo são flores, a mãe da Libby me parece um tanto autoritária e egoísta, bem como a meio irmã, Cass ou Cassidy, que aos quase vinte e quatro anos só não é mais egoísta por ser uma só, além de ser bem vulgar e excessivamente dramática, mas lá no fundo, do fundo, do fundo do coração ela gosta da irmã.



    Tenho três informações novinhas em folha: meu bumbum está à mostra para toda a rua Baker; algas marrons melequentas estão escorrendo do bumbum mencionado; e alguém está filmando a cena com o celular. Eu mal tenho tempo para digerir tudo isso antes de Cass, um redemoinho de apliques loiros, surgir aparentemente do nada para jogar um roupão nos meus ombros.

    Dillon O'hara é um ator bem engraçado, ele ficará conhecido como modelomaníaco e ao ler você vai entender, mas é bem engraçado como ele e Libby se conhecem e acabam interagindo mais.

    Do círculo de Dillon, preparem-se para conhecer a modelo Rhea, ai meus sais! Que tipo de mulher!

    Uma noite com Audrey Hepburn promete apenas uma noite com a estrela, mas serão muitas mais, até que Libby consiga resolver um assunto pendente.

    Amei o Bogdan, filho de Bogdan, ele é incrível, pensem num personagem carismático? É o Bogdan Jr. 

    Olly é figura constante em toda a trama desde o prólogo, e sua irmã Nora acaba sendo a melhor amiga de Libby.

    Venham ler, rir, e será que entre erros e acertos, tropeços e sacudida de poeira a querida Libby descobrirá se Audrey Hepburn é fruto de sua mente, um fantasma ou uma outra personalidade sua?

    O livro é curto, li numa tarde e não leva nota cinco pois o final é aberto para o próximo volume: Uma noite com Marilyn Monroe.



    - (...) Olha, Cass, por favor, podemos só terminar de conversar sobre o Dave?
    - Puta que pariu, Libby, ele não é casado! - ela revira os olhos para mim como se eu tivesse acabado de dizer a coisa mais estúpida que ela já ouviu - Não de verdade. Ele e a mulher estão separados. Bom, quer dizer, eles ainda moram na mesma casa e tudo mais, mas é só porque ele é um cara legal demais para magoar os filhos.
    Sinto, inesperadamente, um nó na garganta.
    - Oh Cass...
    Realmente o que a irmã da Libby tem de assanhada e ousada, tem de burra ou ama se fazer de sonsa.
    Adorei que cada início de capítulo tem ilustração da Libby sentada no sofá com a Audrey. Louca para ler os próximos!

    Lucy Holliday tem uma escrita fluida, com um linguajar fácil, o texto é repleto de bom humor e os momentos vergonha da Libby são hilários e ainda nos fazem sentir mal por rir dela. Amei não encontrar erros durante a leitura.

    Uma pena que acabei perdendo os quotes que separei para compartilhar com vocês. 

    Série Libby Lomax:
    1. Uma noite com Audrey Hepburn (A Night in with Audrey Hepburn)
    2. Uma noite com Marilyn Monroe (A night in with Marilyn Monroe)
    3. Uma noite com Grace Kelly (A night in with Grace Kelly) *Não publicado. Previsão de publicação no exterior em 2017*

    13 comentários :

    1. Olha, eu via essa capa e ficava curiosa, mas nunca tinha lido uma resenha sobre o livro. Nossa, que tudo!!! Já amei e tô mesmo afim de rir. Se tiver a chance, lerei com certeza!

      =)

      Suelen Mattos
      ______________
      ROMANTIC GIRL

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Suelen, falando por mim, me acabei de rir, até chorei em alguns momentos de tanta risada. Espero que para você soe tão engraçado quanto.
        Obrigada por comentar.

        Excluir
    2. Oie!
      LI algumas resenhas já da obra, fiquei super interessada nesse enredo, anotei mas ainda não consegui ler!
      Bjs!

      ResponderExcluir
    3. Li poucos chick-lits até hoje, mas não por falta de vontade. A maioria deles é bem caro, e é complicado de se manter uma coleção. Quando vi esta capa, e uma bem parecida fiquei muito curiosa para ler, pois amo os livros que nos dão crises de risos, e este é um desses. Mesmo sendo uma série, e tinha prometido que não me aventuraria em mais uma, este enredo me deixou bem curiosa de verdade.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ah menina, nem fala em preço, mas vi este por um preço razoável. Essa capa é linda e foi o que me motivou a ler, afinal não conheço nada da Audrey, só o nome.
        Você vai rir bastante.Vale a pena.
        Obrigada.

        Excluir
    4. Adorei a resenha,a trama realmente parece ser bem engraçada e a capa me lembrou do livro Cadê você Bernadete? (que eu amo). Beijos.

      ResponderExcluir
    5. Dani!
      Precisando mesmo de um livro que me faça dar boas risadas, já até anotei aqui.
      Imagina chegar e ver a Audrey sentada no sofá? kkkkkk
      Delirante!
      “É melhor saber coisas inúteis do que não saber nada.” (Sêneca)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Rudy, pois é... imagina o susto​?
        Mas é um livro muito engraçado.
        Obrigada

        Excluir
    6. Olá.
      Adorei a resenha. Não é um estilo de leitura que eu goste, mas se tiver oportunidade, vou conferir. E espero dar boas risadas! Beijos.

      ResponderExcluir
    7. Não conhecia o livro, mas já gostei. Tem coisa melhor do que um livro que sabe usar bem a comédia? Ainda mais com essa coisa de filmes clássicos e tudo mais. E essa capa, então?! Adorei.
      Um abraço!

      https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!