• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: Six of Crows, Leigh Bardugo


    A OESTE DE RAVKA, ONDE GRISHAS SÃO ESCRAVIZADOS E ENVOLVIDOS EM JOGOS DE CONTRABANDISTAS E MERCADORES…
    …fica Ketterdam, capital de Kerch, um lugar agitado onde tudo pode ser conseguido pelo preço certo. Nas ruas e nos becos que fervilham de traições, mercadorias ilegais e assuntos escusos entre gangues, ninguém é melhor negociador que Kaz Brekker, a trapaça em pessoa e o dono do Clube do Corvo.
    Por isso, Kaz é contratado para liderar um assalto improvável e evitar que uma terrível droga caia em mãos erradas, o que poderia instaurar um caos devastador. Apenas dois desfechos são possíveis para esse roubo: uma morte dolorosa ou uma fortuna muito maior que todos os seus sonhos de riqueza.
    Apostando a própria vida, o dono do Clube do Corvo monta a sua equipe de elite para a missão: a espiã conhecida como Espectro; um fugitivo perito em explosivos e com um misterioso passado de privilégios; um atirador viciado em jogos de azar; uma grisha sangradora que está muito longe de casa; e um prisioneiro que quer se vingar do amor de sua vida.
    O destino do mundo está nas mãos de seis foras da lei – isso se eles sobreviverem uns aos outros.
    Sangue e Mentiras
    Six of Crows # 1
    Ano: 2016 
    Páginas: 376
    Editora: Gutenberg

    "Eu sou um homem de negócios", ele disse a ela. "Nem mais, nem menos."
    "Você é um ladrão, Kaz."
    "Não foi isso que acabei de falar?"
    Kaz Brekker será nosso protagonista nessa grande aventura. Kaz, vulgo Mãos Sujas, é um grande ladrão, na verdade, um dos melhores que Ketterdam já viu, dono do Clube dos Corvos, uam casa de apostas e, ao mesmo tempo, admirado, temido e odiado. Garoto órfão com um passado misterioso. Por tudo isso é incumbido de uma grande missão: resgatar um prisioneiro no que seria um presídio de segurança máxima para nós. Em troca, a promessa de uma recompensa capaz de torná-lo também o home mais rico de Ketterdam. Mas ele não irá sozinho, ao todo serão os seis melhores criminosos que já existiram, trabalhando juntos, cada um com um sonho.
    "Eu negocio informações, Geels, as coisas que os homens fazem quando ninguém está olhando. a vergonha tem mais valor do que moedas podem ter."
    Como spin off da trilogia Grisha, ainda estamos no seu mundo, mas em outro lugar do mapa.



    Paralelo a tudo isso, ocorre o surgimento de uma nova droga capaz de potencializar a níveis inimagináveis o poder dos Grishas. Seu efeito colateral: uma dependência extrema de quem a usa. Fazendo com que, utilizada por pessoas erradas, seja a pior armada criada contra os Grishas. 

    Kaz e sua bengala de cabeça de corvo cheia de truques, Inej e suas facas mortais, Jesper e suas pistolas certeiras, Nina e seu poder Grisha de controlar emoções, Wylan com seus mapas e explosivos, Mathias com sua fé e memória se unirão para resgatar o criador da Jurda Parem, para que a sua fórmula não caia em mãos erradas.
    "Quando todo mundo acha que você é um monstro, não é preciso perder tempo fazendo monstruosidades."
    Six of Crows tem a fórmula perfeita para dar certo: magia, ação e bons personagens. Mas a história demora a conquistar por causa do seu ritmo: bem lento no começo. Claro que é necessário que sejam feitas as apresentações dos nossos protagonistas, já que, na minha opinião, todos são parte fundamental da história e não existem coadjuvantes. Você vai entender a motivação de cada um para aceitar essa empreitada tão ariscada, conhecerá o passado e poderá escolher o seu personagem preferido, se conseguir, é claro. Mas o que o leitor quer mesmo é ação! 

    Acredito que, muito mais do que a ação da história, seus personagens e suas relações são o ponto alto desse livro. 
    "Você não pode treinar um falcão e esperar que ele não saia para caçar."
    Inej é uma das minhas preferidas, atiradora de leite, chamada de Spectro por sua habilidade de não ser notada. Era como uma prostituta no Menagerie e tem lembranças sombrias desse período, o que a faz lutar para ser uma mulher livre. De personalidade forte, guerreira, mas doce e apaixonada também.
    "... Ela não desejaria amor para ninguém. ele é como uma visita a quem você dava boas vindas e depois não conseguia se livrar."
    Mas quando a ação começar, se prepare para não conseguir largar o livro! As cenas se sucedem num ritmo alucinante que nos leva a uma pergunta óbvia: ‘Quando vai virar filme????’

    Apesar de tudo, senti falta do mundo Grisha do primeiro livro da trilogia. Queria mais magia, mais encantamento quando recebi mais ação e aventura. Leigh Bardugo mostrou a sua versatilidade na escrita criando um mundo novo dentro do mundo Grisha criado anteriormente. 

    Se você leu a trilogia Grisha, venha conferir como ela foi capaz de inovar. Se você ainda não leu, pode começar por esse que tenho certeza que vai se apaixonar por esse mundo. 


    7 comentários :

    1. Drica!
      Pelo visto é bem carregado mesmo de ação e não dá para parar de ler depois de iniciarmos a leitura.
      Sem contar que seis dos maiores criminosos são contratados e ter o envolvimento do leitor com as personagens, facilita demais a leitura.
      “Que os sinos do Natal sejam os mensageiros de boas festas e que o ano novo seja repleto de realizações. Feliz Natal e um próspero Ano Novo!” (Desconhecido)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

      ResponderExcluir
    2. Gostei dele por essa questão da magia e ação, além dos personagens que parecem ser muito bem feitos e ter um jeitinho próprio, personalidade e tudo mais. Pelo que vi falando a autora acertou ao criar um melhor que o outro! Mas também me chamou atenção porque queria ler aquela trilogia dela. Aí fiquei querendo ler esse também.
      O livro parece ser muito bom, tem todo esse mundo pra explorar e muita coisa acontecendo. E vi mesmo que o ritmo no começo é meio lento. Só que depois? Segura, leitor! Parece que fica alucinante mesmo em algum momento. Imagino só o que vou achar quando ler.

      ResponderExcluir
    3. Quero muito ler, pois parece ser muito bons e acho as capas lindas. Deve ser uma adrenalidade depois que começa a ação, há fiquei imaginando quando esses criminosos se juntarem, ainda não li mas concordo cadê o filme.

      ResponderExcluir
    4. Oie, tudo bom?
      Eu ainda não li a trilogia Grisha, mas vi vários elogios, e gostaria muito de ler, que legal a autora criar uma outro trilogia que envolve o mesmo mundo Grisha, gosto de fantasia, magia e aventura.
      Beijos *-*

      ResponderExcluir
    5. Oi, Drica!!
      Não conhecia esse livro e também não li essa trilogia Grisha. Mas quero ler muito esse livro que tem uma premissa bem interessante. A capa também chama muita atenção para essa obra!!
      Beijoss

      ResponderExcluir
    6. Oi!
      Li a a trilogia Grisha e adorei esse mundo criado pela Leigh Bardugo, lendo a resenha fiquei bem curiosa para conhecer essa nova historia da autora, adorei essa ideia de temos um grupo, ainda mais com cada um tendo uma habilidade especial, fiquei curiosa para conhecer os personagens e com certeza irei ler esse livro !!

      ResponderExcluir
    7. Primeira vez que vejo uma resenha sobre esse livro e posso dizer que mesmo você falando tão bem dele ainda não sei se me conveceu. Acho que o estilo não chama muito minha atenção, além disso, esse ritmo mais lento inicialmente não ajuda também né? Ainda bem que o foco mesmo é a relação dos personagens, acho que isso compensa esse fator negativo. Enfim, o livro me parece ser mediano para os que não curte muito, no entanto, para os que gostam, o livro deve ser um prato cheio de diversões.

      Enfim, obrigada pela dica.
      Beijos!!!!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!