• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: O Mundo de Aisha - @Nemo

    Obrigadas a se casarem ainda meninas. Escravizadas, violentadas, por vezes assassinadas. Cobertas com o véu negro – o niqab – as mulheres do Iêmen parecem fantasmas. Contudo, pouco a pouco, com delicadeza, coragem e determinação, elas travam uma batalha corajosa por sua emancipação. Uma revolução silenciosa está em marcha para fazer valer seus direitos e sua liberdade. Aisha, Sabiha, Hamedda, Houssen e tantas outras: aqui estão algumas de suas histórias. Uma extraordinária reportagem em quadrinhos de Ugo Bertotti inspirada pelas imagens e pelas entrevistas da fotojornalista Agnes Montanari.

    O Mundo de Aisha
    A revolução silenciosa das mulheres no Iêmen # 1
    Agnes Montanari e Ugo Bertotti
    Ano: 2015 
    Páginas: 144
    Editora: Nemo



    Tenho feito descobertas fantásticas nessa minha incursão pelo mundo das HQs, e O mundo de Aisha foi uma dessas.

    A gente tem sempre essa falsa ideia de que porque assiste aos noticiários, lê jornais e assiste a documentários, sabemos o que realmente se passa no mundo árabe, como é difícil a vida das mulheres que lá vivem, como são ignorantes os homens, como a sua cultura é retrógrada, como suas leias são cruéis... Mas será que a realidade é mesmo essa???


    A história, retratada através dos traços de Ugo Bertotti, e inspirada nas fotografias e entrevistas da Agnes Montanari, nos permite mergulhar na realidade de algumas mulheres que abriram suas vidas para a fotojornalista, como Aisha, Hamessa, Sabiha e Houssen. Todas vivem no Iêmen e estão submetidas a algumas leis e tradições como não mostrar o rosto, estar sempre vestidas de preto dos pés à cabeça, casar ainda meninas para aliviar o fardo econômico da família, se submeter aos caprichos sexuais do seu marido, sempre muito mais velhos, entre outros. 

    As histórias vão de um extremo ao outro. Enquanto existem mulheres como Aisha que, apenas por tirar o niqab por alguns momentos e permitir que um estranho veja seu rosto, são vítimas da violência extrema do marido, também vamos conhecer mulheres como Hamessa, que teve a sorte de ter um marido compreensivo e chegou a abrir o seu próprio negócio, que prosperou e a tornou uma mulher rica, mesmo tendo que lutar contra o preconceito da sua comunidade, que a tinha como uma vagabunda só por cozinhar para soldados americanos. 

    E ainda existem outras que tem o privilégio de ter familiares mais flexíveis, maridos que permitem que elas estudem, assistam televisão e usem roupas sensuais, mesmo que seja apenas dentro de suas casas. 

    Os traços são fortes, muito preto, muitas vezes muito sombrio, como são algumas cenas. Que, aliados às fotografias, nos reportam para esse mundo tenso. 


    Com uma linguagem fácil, mas nada leve, os véus vão caindo e o leitor vai se surpreendendo com tantas revelações a cada história real revelada. E percebemos que não somos tão diferentes. Muda-se apenas os conflitos e os meios de opressão, mas a situação da mulher ainda não é o ideal em muitas partes do mundo. A luta pela sua identidade, por se fazer ouvir e pelo direito de ser quem quiser ainda dará muitas páginas na literatura mundial.


    10 comentários :

    1. Olá!
      Não sou mto fã desse gênero...Mas parece q o enredo é bom...vou dxar anotado!
      Bjs

      ResponderExcluir
    2. Drica, o que passa nos noticiários sobre o mundo árabe já é difícil de se ver imagine de ler. Nunca li uma HQ, e começa lendo já sobre um assunto bem delicado acredito que não seria um bom começo, porém com certeza irei querer conhecer um pouco sobre esse assunto, aliás, para mim todos os homens árabes eram severos com suas esposas, nunca imaginei que algum deles seriam flexíveis, deixando ela abrir seu próprio negócio, trabalhar, estudar, etc.

      ResponderExcluir
    3. Ainda tenho as vezes a noção de que hq é somente de super herois. Achei surpreendente que uma história tão forte consiga ser retratada nos desenhos sem se tornar grosseira. Amei as fotos postadas e sinto que vou sofrer junto com as meninas

      ResponderExcluir
    4. Interessante essa HQ não conhecia, já sabemos muitas coisas que acontecem no país, mas pelo visto tem muito mais coisas que não sabemos, essa historia pode nos mostrar acontecimentos desconhecidos por nós, não é fácil ser mulher em qualquer país mas tem uns que são bem piores. Fico me colocando no lugar delas que horror, deixar somente os olhos descobertos, imagina no calor, entre muitas outras coisas que elas não podem fazer se não são castigadas.

      ResponderExcluir
    5. Drica!
      Desde o ano passado tenho interesse em ler esse HQ, justamente por mostrar a realidade nua e crua das mulheres árabes, com cultura bem diferente da nossa e até achamos algumas coisas bem revoltantes.
      Acho apenas que não deveria ser em preto e branco, embora até entenda que aqui, as cores tornam a história ainda mais crível.
      “Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então, as sombras ficarão para trás.” (Sabedoria oriental)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

      ResponderExcluir
    6. Nossa, eu ainda não conhecia essa HQ!!

      Achei a iniciativa super boa e informativa e com certeza pretendo comprar, no futuro.

      bjbj

      Lá... E de volta outra vez

      ResponderExcluir
    7. Eu queria poder dizer que essa Hq da nemo me conquistou. Mas não foi só a Hq como tambem a editora. Infelizmente eu ainda n li esse livro. Estou terminando "O Muro - Céline Fraipont"

      ResponderExcluir
    8. É um Hq bem diferente!! Acho que nunca li nada parecido!! Mas é bem interessante o tema que foi proposto nele. Adorei a indicação.
      Beijos

      ResponderExcluir
    9. Oi. Nunca li nada nesse estilo. E, já faz um bom tempo que também não leio HQs.
      Mas a dica está anotada. O tema é uma realidade, infelizmente, em muitos lugares.
      Parece bem informativo e reflexivo.
      Abraços.

      ResponderExcluir
    10. que HQ mais linda
      o traço é bem marcante, me encantei pelos desenhos
      e a história? bem marcante, eu adoro conhecer essa outras realidades e pelo jeito o livro mostra várias facetas.
      definitivamente colocar na minha lista

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!