• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Livros da Gata: O Coração da Fera, Katy Regnery

    Finalista do prêmio RITA® 2015
    BestSeller do New York Times e do USA Today
    Vencedor do prêmio Kindle Book Awards 2015
    Nesta moderna releitura de “A Bela e a Fera”, Savannah Carmichael, depois de ser traída por uma fonte não confiável, retorna à sua cidade natal, Danvers, Virginia, levando na bagagem uma carreira de jornalismo arruinada. Ao receber a oportunidade de voltar à profissão, escrevendo uma matéria sobre patriotismo, Savannah dirige suas atenções ao eremita da cidade, Ashler Lee, um veterano de guerra ferido, que retornou a Danvers há oito anos e nunca mais foi visto.
    Depois de uma explosão no Afeganistão que fê-lo perder a mão e desfigurou metade de seu rosto, Asher passou a viver uma vida tranquila nos arredores de Danvers, onde os moradores respeitam sua privacidade… até que Savannah Carmichael surge, em um vestido de verão emprestado, segurando uma travessa de brownies. Quando Asher concorda em ser entrevistado por ela, começa a sentir-se atraído pela bela repórter, algo que não acontecia há muitos anos.
    Sendo dois desajustados naquela pequena cidade, Savannah e Asher criam um laço imediatamente, tocando seus corações de uma forma que nunca imaginaram ser possível. Quando um erro terrível ameaça separá-los, eles terão que decidir se o amor que encontraram nos braços um do outro é forte o suficiente para lutar por seu final feliz.
    O Coração da Fera
    Um Conto de Fadas Moderno # 1
    Katy Regnery
    Ano: 2017 
    Páginas: 300
    Idioma: português
    Editora: Reverie Books


    "Os doze marcos mais importantes de qualquer relacionamento. "

    Savannah está desiludida, depois de conquistar o sonho de trabalhar como repórter investigativa, vê todo seu mundo desabar ao ser enganada por uma fonte teoricamente confiável sobre um assunto de suas matérias. Triste, volta a sua cidade natal para o casamento de sua irmã mais nova. 

    Scarlet é o modelo de garota americana, toda linda e meiga, ela adora conversar com sua irmã mais velha e é com esses doze marcos que esta história começa e é cada um desses tópicos que irá abrir cada capítulo desta trama recheada de paixão, superação, perdão e recomeços.

    Savannah sempre foi considerada a garota inteligente da família, sonhando em conquistar o mundo,ela se muda para Nova York porém uma matéria destrói a carreira dela. Arrasada e sem ver uma luz no fim do túnel, ela descobre que nem tudo está perdido como ela pensou e graças a uma nova oportunidade, ela precisará se aproximar de Asher Lee, um veterano de guerra que teve sua vida transformada depois de ser desfigurado por uma mina que explodiu perto dele.

    "Tudo o que ela podia ver era a beleza do seu lado esquerdo, a imperfeição de seu nariz, o piscar involuntário de seu olho castanho, a forma fácil como suas pernas se cruzam na frente dele."
    Asher, depois de sofrer muito em seu retorno da guerra, resolve se isolar do mundo, até que uma garota atraente bate à sua porta com um prato de brownies e um sorriso no rosto.
    " É como música, como uma heroína de um dos mais melodramáticos romance de época que ele já leu."
    De início, mesmo intrigado, ele não aceita a entrevista que Savannah pede para fazer com ele sobre sua vida mas, graças a sua amiga, governanta e mãe surigato Miss Pottis que também foi professora de Savannah, ele muda de ideia.
    "Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz! Quanto mais a hora for chegando, mais me sentirei feliz! Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! "
    Ai você me pergunta o que um trecho do Pequeno Príncipe faz numa releitura de A Bela e a Fera, eu te digo. Tem tudo a ver, pois ao aceitar a entrevista, Asher impõe regras às visitas de Savannah e uma delas é que os encontros ocorram na casa dele sempre às quatro horas e tal qual a explicação da raposa sobre o que é Cativar, aos poucos esse casal improvável se verá ansioso pelos encontros e aos poucos eu também fui sendo cativada e mergulhando na beleza de cada um desses momentos.
    "A bela donzela que apareceu no castelo da fera, só para descobrir que havia mais homem no monstro do que ela jamais poderia ter adivinhado. "
    Como é de se esperar viver este amor não será fácil, pois ela ainda deseja conquistar o mundo e ele não se vê saindo de sua mansão. E foram estes pontos que não me fizeram favoritar a história. Mesmo entendendo que a escritora queria mostrar como cada um deles, embora percebendo que a relação não tinha futuro, não conseguia evitar se apaixonar cada vez mais pelo outro, achei que o desenrolar da trama ficou um pouco repetitivo neste quesito. Porém, de forma nenhuma esse detalhe estraga toda a história, apenas retarda seu final.

    Narrado em terceira pessoa sob a perspectiva de cada um dos protagonistas, a escritora traz elementos da segunda versão deste conto de fadas assim como da primeira versão de Disney e monta uma gostosa, dramática e fascinante história de amor com tudo que uma romântica inveterada como eu tem direito, como Era uma vez, momentos clichês, livros, pôr do sol e muitas declarações de amor.

    Apesar de achar linda a capa do ebook nacional, achei que a capa americana combina mais com o livro e transmite bem mais a aura que cerca Asher.

    Em tempos de lançamento da versão em filme de Disney, ler este livro e ver o filme é questão obrigatória para quem ama novas versões de clássicos da literatura mundial e histórias carregadas de lirismo.

    Beijos, Myl


    8 comentários :

    1. Oi My, eu bem que queria esse livro em formato físico, ainda não sou adepta dos e-books e assim por enquanto tô só na vontade de conhecer esse livro. Pelo que li na resenha ele tem tudo pra me agradar, histórias baseadas na Bela e a Fera geralmente me agradam e assim amei a resenha e espero conhecer essa história logo logo ;)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. obrigada. Eu acabei me acostumando a ler ebook. esse vale muito a pena....beijos,myl

        Excluir
    2. Ainda não li nenhum releitura de A Bela e a Fera, pena não ser livro físico. O casal parece conquistar o leitor, mesmo os dois tendo seu conflito devido ela querer uma coisa e ele outra, mas isso leva o leitor a ficar na torcida por eles rs. E acho que a leitura nos deixa refletindo sobre nossas escolhas.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. verdade...gosto de livros que levam a uma boa reflexão. eu já me acostumei a ler ebook, então não foi problema para mim....beijos,myl

        Excluir
    3. Mylena!
      qualquer releitura de A Bela e a Fera me dá vontade de ler e se ainda tem correlação com o Pequeno Príncipe, ainda mais, porque para mim é o melhor livro de todos os tempos.
      Pena algumas partes repetitivas e também os desejos de ambos serem antagônicos, ainda assim, o amor prevaleceu, né?
      Muito bom!
      “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
      Cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. rudy, vale muito a pena a leitura....beijos,myl

        Excluir
    4. Oi my!!
      Adorei a sua resenha e essa nova releitura de um belo clássico
      Bjss

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!