• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Livros da Gata: Frida Kahlo

    Frida Kahlo, artista genial e mulher livre, recebe em sua casa Leon Trotsky, um dos líderes da revolução russa, forçado ao exílio após a ascensão ao poder de seu adversário Stalin.
    Até 1940, o político, a bela mexicana e seu marido, o grande pintor Diego Rivera, viverão uma aventura extraordinária, entre paixão e fúria, arte e política, risos e lágrimas.
    Três destinos que se cruzam para contar quatro anos de uma história que marcou profundamente o século XX.
    Frida Kahlo: Para que preciso de pés quando tenho asas para voar?
    Jean-Luc Cornette
    Ano: 2016
    Páginas: 128
    Editora: Nemo

      
      
     Resenha (pode conter spoiler)

    Com traços fortes e impactantes, esta graphic novel apresenta o período da vida de Frida Kahlo que vai 1936, quando ela já é comunista e recebe Leon Trostsky em sua casa, até sua morte em 1954 .

     
    O roteirista criou uma linha desde a chegada do comunista refugiado e sua esposa, até seu assassinato e, nesse meio tempo, mostrou como era a vida particular de Frida Kahlo, seus amores e suas dores, sua arte e sua posição política. 

    Senti falta de mais detalhes que ficaram um pouco soltos sobre sua vida, tais como: porque ela não teve filhos? E sobre um problema com seu pé. Também senti falta de ver mais obras suas, mas como não é uma biografia e sim, um pequeno retrato sobre uma fase de sua vida, acredito não que atrapalhou o contexto da trama.

    O livro mostra a intricada rede de traição e disputa de poder que levou à morte de algumas pessoas que eram tidas como traidoras do regime comunista russo e no final fez um bom apanhado da vida dos personagens. Enquanto suspense , ele é um livro muito bom  e apresenta o que cada personagem real sofreu naquela época com vários pormenores das traições e jogos de poder.

    O que me incomodou foi a imagem que ele passou da artista, pois ao se deter nos pormenores de sua opção sexual, ele, na minha opinião, acabou não contando realmente nada interessante da vida da personagem.  Acho que até que ele mostrou uma visão masculina e europeia bem preconceituosa da mulher latina.

    Para entender melhor tudo ,a cabei indo procurar no Google mais informações sobre a escritora para complementar o que tinha no livro, neste ponto foi bom pois acabei descobrindo mais detalhes sobre sua história e percebi como ela foi uma mulher à frente de seu tempo e revolucionária em todos os sentidos.

    A edição está muito bem feita e com uma palheta de cores bem característica da alegria e calor do povo mexicano. Os gráficos são bem adultos e a mensagem da trama também.

    Beijos, Myl


    15 comentários :

    1. Olá!
      Tinha muito interesse nessa leitura, fiquei um pouco triste por faltar algumas informações e você ainda ter que procurá-las no google :/
      Tinha tudo pra ser uma ótima leitura.
      Mas as mensagens parecem ser super positivas e importantes.
      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. para quem gosta de frida kahlo é um boa pedida...beijos,myl

        Excluir
    2. Oi Mylena.
      Achei a ideia do livro bem interessante É uma pena que o autor se perdeu um pouco no decorrer da narrativa e como você mesma falou não conto nada extremamente importante da vida da artista e passou uma imagem meio distorcida dela, enfim gostei, mas não sei se leria.
      Bjs.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. ele focou na vida sexual e pessoal dela...mas não creio que tenha sido distorcido....beijos,myl

        Excluir
    3. Olá My! Tudo bem?

      Frida é uma das minhas artistas preferidas, mas eu também senti falta desses detalhes sobre sua vida.
      Foi uma história vaga, e gostaria que tivesse mais explanação de sua vida.

      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. pois é,cosme...faltou mais consistência...beijos,myl

        Excluir
    4. Mylena!
      A história de Frida é muito rica e fiquei decepcionada em ver que o autor se deteve apenas em mostrar o lado da vida sexual dela, é quase uma infâmia, não é mesmo?
      Principalmente sendo uma Grafic Novel que anda atraindo muito os leitores mais jovens, vão ter uma visão um tanto deturpada de quem foi a verdaeira Frida e do seu real papel para história.
      Triste!
      “A única sabedoria que uma pessoa pode esperar adquirir é a sabedoria da humildade.” (T. S. Eliot)
      Cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

      ResponderExcluir
    5. Oi Mylena ;)
      Não sabia da existência de uma graphic novel da Frida Kahlo!
      Geralmente não leio GN, e não animei muito para ler esse :/
      Mas que pena que não tem mais detalhes, como você disse... deve deixar o leitor curioso! Por isso que você teve que ir ao google procurar mais informações!
      Mas obrigada pela indicação ;)
      Bjos

      ResponderExcluir
    6. Oi Myl!
      Eu não conhecia essa Graphic da Frida. Faz até sentido, por que o autor pelo que pareceu frisou em outras coisas menos importantes do que a própria trajetória da Frida. Conheço alguns passos da história dela e gostaria de saber mais. Não me animei pra ler, pq senti uma visão masculina que não me agradou muito. Mas valeu pela dica.
      Abc

      ResponderExcluir
    7. Oi mana, eu confesso que no máximo que senti por essa Graphic Novel foi uma leve curiosidade mas bem pequena mesmo e isso não é suficiente pra ter vontade de lê-lo. Att porque eu nunca tive muita curiosidade pra saber mais sobre ela então acho que menso no caso se fosse bom eu não leria. Mas obrigado pela resenha.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. eu particularmente tambem nunca tive curiosidade...beijos,myl

        Excluir
    8. Tenho visto varias resenhas sobre, mas sinceramente esse livro não chamou a minh atenção, e por esse motivo não pretendo ler.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!