• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Livros da Gata: Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir, Sarah Maclean

    Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.
    Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.
    O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer as regras sociais em nome da paixão.
    Onze Leis a Cumprir Na Hora de Seduzir
    Os Números do Amor # 3
    Sarah MacLean
    Ano: 2017
    Páginas: 336
    Idioma: português
    Editora: Arqueiro


    Juliana Fiori é um ímã para escândalos, já começando por sua mãe que, antes de casar com seu pai, abandonou marido e filhos na Inglaterra, uma família que Juliana nem ao menos sabia que existia até seu pai morrer e ela ser enviada para ficar com seu meio-irmão. Essa italiana de sangue quente, provocante e divertida já chega chegando em Londres. Onde quer que vá, ela causa alvoroço e, em sua primeira temporada londrina, atrai nada mais nada menos que o Conde do Desdem.

    Simon ou Conde Leighton é conhecido por todos com uma pessoa fria e superior que sempre zelou por sua reputação e se manteve impecável até... bem, até conhecer a bela Juliana.

    “Ela ouvira dizer que ele selecionava seus criados pela discrição, suas amantes pela ausência de emoção e seus amigos... bem, não havia indicação de que ele fosse se rebaixar a algo tão comum quanto amizade.”


    Simon foi criado para cumprir suas responsabilidades e não se misturar com gente escandalosa, quando conhece Juliana, ele não sabia ao certo de quem ela era filha e, ao descobrir, a despreza, fazendo a garota se sentir desafiada a provar a ele como mesmo um conde sem coração não pode viver sem emoção.

    É essa jornada de brigas ao melhor estilo gata e rato que vamos acompanhar em Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir. O casal vai viver às turras boa parte do livro e quando não estão brigando estão pegando fogo . 

    Mesmo Simon mostrando a Juliana qual o seu lugar na sociedade aristocrática, sempre que pode a italiana faz algo para chamar sua atenção e obviamente acaba causando mais comoção.

    “ Aqui nada ganhava da sagrada trindade: tradição, reputação e título.E para alguém como ela – que não reivindicava nenhum dos três -, alguém como ele - que possuia todos os três como direito casual- estava completa e inegavelmente fora de alcance.”

    De início, não curti muito essa história dela ficar o tempo todo atrás dele, se humilhando só para ganhar um desafio mas, à medida em que a história avança, eles vão se conhecendo melhor e, aos poucos, um começa a perceber quem o outro realmente é e, no final, Simon se redime da melhor maneira. Destaque neste processo para os encontros calientes e para uma certa noite na fogueira que me fez apaixonar pelo casal.

    Outro destaque que me fez tirar a implicância contra o livro foi a participação dos meio-irmãos de Juliana que, com suas esposas, trazem dinâmica, diálogos mordazes e muita ironia para a trama. Eles roubaram meu coração. 

    Não posso esquecer de falar do lindo-fofo-maravilhoso irmão de Callie, Benedick, que roubou a cena em todos os momentos em que apareceu. Já quero o livro dele como spin off. 

    Por favorzinho, Sarah Maclean...


    A edição está belíssima, com folhas amareladas, papel com marca d’agua clássico no interior e com esta capa sedutora representando bem Juliana. Amei as chamadas de cada capítulo que acabavam preparando a minha pessoa para o que vinha pela frente.

    Só acho que deveriam manter o título original de Onze Escândalos, pois explica melhor a trama que em nada mostra de onde surgiram essas onze leis hehehehe... 

    Enfim, super recomendo para os amantes de romance de época.

    Beijos, Myl











    13 comentários :

    1. Olá!
      Não gosto muito de romances de épocas e me desanimo muito quando vejo tudo isso de continuações. Gostei muito dos seus comentários. Deve ser um ótimo livro pra quem gosta do gênero, mas não é pra mim :/
      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. entendo,como diriam O que seria do azul se todos so gostassem de verde...mas eu tambem era como você até ler Patricia Cabot e Carina Rissi...dai virei fã....o que eu gosto é de final feliz....hehehehe...beijos,myl

        Excluir
    2. Esse deve ser o primeiro Simon que não me conquista completamente rsrs, mas em compensação Juliana é uma personagem e tanto, faz o que quer, é atrapalhada (ri em diversas cenas com as loucuras dela) e deixa sua marca na história, ela sim me conquistou <3 Gostei do fechamento da trilogia, de rever personagens dos livros anteriores e das ligações que essa série tem com O Clube dos Canalhas, demorei pra perceber que a Uva é a Penélope do livro Entre o amor e a vingança (terminei com vontade de reler esse livro). Curti a resenha e Sarah já é uma de minhas autoras favoritas de romances de época ;)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ah esqueci, também quero um livro pra Benedick kkkkkk

        Excluir
      2. lili, eu gostei tambem ,ri muito quando ela falou que penelope era uma uva no poto para ser colhida ....heheheheh quero muito um amor para georgiana e benedick....beijos,myl

        Excluir
    3. Oi, My!!
      Adorei a resenha é estou louca para ler a história da Juliana e do Simon!! Já li os dois primeiros livros da série Os números do Amor e só falta esse !! Também espero que tenha o livro do Benedick !!
      Beijoss

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu só li esse , mas vou pegar os outros também. Beijos, myl

        Excluir
    4. My!
      Acabei de ler o primeiro livro dessa série e ainda estou em êxtase, simplesmente amei.
      E já me encantei pela irreverência de Juliana desde o primeiro livro.
      Agora quero poder ler esse também e o anterior, é claro.
      A autora se expressa bem demais.
      “Será que você vai saber o quanto penso em você com o meu coração?” (Renato Russo)
      Cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Quero ler os primeiros , já soube que nove é o melhor de todos.
        Beijos, myl

        Excluir
    5. Eu estou muito ansiosa pra ler esse último livro, o primeiro livro ainda foi o meu preferido mas eu acho que esse vai bater o primeiro. Não sei se gosto muito da ideia de ela correr atrás dela, não nego que queria que fosse ao contrário kkk porque gosta de ver os boys sofrendo. Mas mesmo assim ainda irei ler esse livro, espero me divertir muito com esse casal. Beijos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Toca aqui , amiga , sou super fã de livros em que o cara que corre atrás. Beijos, myl

        Excluir
    6. Oi Myl ;)
      Adorei a resenha, e se já estava ansiosa pra ler o livro, agora fiquei ainda mais! Li apenas Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar e o casal e a trama são demais, e já virei fã da escrita da Sarah!
      Acho que a Juliana foi a personagem que mais gostei no primeiro livro, e fiquei muito curiosa para saber a história dela, então estou ansiosa pra esse volume.
      Bjos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Juliana é fantástica e segurou a trama o tempo todo. Amei as loucuras em que se metia. Beijos, myl

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!