• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: O Herdeiro Guerreiro, Cinda Williams Chima

    Jack tinha 16 anos e, a não ser pela cicatriz no peito e o remédio que tomava todos os dias, era um garoto normal. Até que se esquece de tomar o remédio e logo descobre a verdade: Jack é um dos últimos guerreiros Weirlind, uma sociedade secreta que está em guerra pelo poder, e terá de lutar para se defender de seu destino.
    Jack segurou com cuidado o punho da espada e a desembainhou, notando que o punho cabia em sua mão sem escorregar. A espada criou uma luz própria ao emergir, uma chama prateada que correu ao longo da lâmina. Tinha dois gumes, e o metal parecia ondulado de um jeito que indicava que havia sido dobrado e redobrado em reforço. Como Jack sabia disso, ele mesmo não saberia dizer. Após um século enterrada, não tinha nenhum traço de ferrugem. Parecia pronta pra ser usada. Will e Fitch, atraídos pela luz, olharam por cima do ombro de Jack.
    - Sinistro - murmurou Fitch.
    - Não - disse Jack. - Não tem nada de sinistro.
    Jack ergueu a arma em frente ao corpo com as duas mãos e soube que ela pertencia a ele, embora houvesse sido forjada muito antes de ele ter nascido. Era mais leve do que imaginara, mais leve do que seria de esperar, considerando-se o tamanho dela.
    - Sombra Assassina - sussurrou Jack, como se a arma falasse com ele.
    E o poder na lâmina correu-lhe para as mãos e subiu-lhe pelos braços como se, de alguma maneira, a espada o estivesse segurando.
    O Herdeiro Guerreiro
    As Crônicas do Herdeiro # 1
    Ano: 2008
    Páginas: 512
    Idioma: português 
    Editora: Farol Literário

    Eu achei esse livro meio perdido em uma estante do fundo de uma livraria. Eu nunca tinha ouvido falar dele mas, não sei, me bateu um pressentimento, então eu comprei.

    E eu preciso dizer, meu pressentimento estava mais que certo!!!

    Mas antes de começar a contar essa história eu tenho que explicar algumas coisinhas.

    No livro existem tipos diferentes de pessoas. As pessoas normais (que tendem a não saber nada sobre os outros tipos de pessoas, para variar, e que são conhecidas por estas, como Anaweir), os guerreiros, os magos e por ai vai. 

    O livro começa em 1870, com a história de um garoto de dez anos chamado Lee, que nasceu mago como o pai. O pai de Lee teve um casamento não convencional, uma vez que se casou com uma pessoa de outra categoria (digamos assim), uma Anaweir. O resultado foram filhos mestiços de categorias diferentes.

    O pai de Lee passou a vida toda fugindo da Rosa Vermelha, com medo de que aparecessem e lhe levassem um de seus filhos.

    Então, um dia no qual Lee havia saído mais cedo de casa para pescar, sua família é atacada. Sem saber o que tinha acontecido, Lee volta para casa para descobrir que ela está em chamas e que seu pai e seu irmão mais velho foram mortos brutalmente.

    Isso sem falar de sua mãe que esta catatônica sentada em um canto olhando com olhos vazios fixamente para o seu pai e que sua irmã está desaparecida.

    Quando ele finalmente encontra a irmã, os Rosa Vermelha e os Rosa Branca aparecem para lutar pela posse dela, mas alguma coisa acontece e por conta de um feitiço de um dos lados ela acaba desaparecendo em um raio de luz.

    Se vendo sozinho e com uma mãe para lá de Bagdá, Lee faz uma promessa.

    O livro então pula 100 anos, e começa a mostrar uma conversa estranha entre duas mulheres sobre um bêbê e um transplante de pedra.

    Tanto os magos quanto os cavaleiros ou qualquer pessoa mágica, possui uma pedra atrás do coração que é a fonte do seu poder e de suas habilidades. As pedras em questão nascem com as pessoas e determinam o que elas serão (uma vez nascido mago, sempre mago).

    Mas o bêbê do qual elas falam é único, ou se tornou único. Ele nasceu mago, mas sem uma pedra, e por conta disso estava morrendo. Ele precisava desesperadamente de uma pedra e lhe deram, de propósito, uma de guerreiro.

    O livro então dá um novo salto e a história de verdade começa.

    Jake é um cara normal, de 16 anos, que vive em uma pequena cidade no interior do EUA e que levou um pé na bunda da namorada que o trocou por outro cara. Desde pequeno Jake recebe duas vezes por ano a visita da famosa médica que salvou sua vida quando era apenas um bêbê para uma revisão de sua saúde e para lhe entregar um novo estoque de remédios.

    Ele não sabe muito bem para que servem os remédios, mas os toma desde sempre sem questionar. Ou quase sempre, porque a história realmente começa quando Jake esquece de tomar os remédios pela primeira vez. Coisas estranhas começam a acontecer com ele. Ele fica surpreendentemente mais forte e confiante. Mas ele acaba perdendo o controle sobre suas novas habilidades e causa um acidente.

    É então que ele descobre o mundo dos Weirlinds (dos magos, guerreiros e etc). Só que tem um problema: existe duas casas lutando pelo poder, a Rosa Vermelha e a Rosa Branca, e que essa disputa vem sendo decidida por meio de um jogo.

    No jogo cada casa possui um lutador (um guerreiro) que lutará até a morte pela vitória de sua casa. A casa vencedora governa os Weirs.

    Só que a raça dos guerreiros está entrando em extinção depois de tantos jogos, e ele se mostra ser um dos últimos da raça numa época em que ambas as casas estão procurando por um jogador.

    Eu, definitivamente, amei esse livro! Ele é instigante, viciante (eu terminei ele em dois dias apesar das quase 600 páginas!), com uma narrativa dinâmica, histórias que se cruzam, personagens incríveis e um enredo que te prende até o fim e te faz te pedir por mais!

    Eu mal posso esperar para por minhas mãos nos próximos livros da série (todos publicados no país) e nos livros da série derivada (que se passa no mesmo mundo mas com personagens diferentes)!

    A editora do livro (Editora Farol Literário) está também de parabéns pela qualidade do mesmo. As páginas são repletas de detalhes, com ótima qualidade e a parte de trás da capa (que é linda) do livro é toda preta e de um material diferente.

    Eu realmente recomendo esse livro para todos que adorem um bom livro sobre coragem, sociedades mágicas, magia, mistério, segredos e genealogia.


    13 comentários :

    1. Fantasia é um dos meus gêneros preferidos, então fico muito curiosa com qualquer livro do gênero. Quando li a resenha, percebi que gostei bastante da trama. Acho interessante quando o autor começa contando a história pelo passado, nos fazendo entender o porquê dos acontecimentos atuais. Enfim, mais uma serie que preciso ler!
      Bjos!

      ResponderExcluir
    2. Essa luta pelo poder, guerreiros e batalhas, me chamou demais a atenção!
      Não conhecia essa obra ainda e confesso que fiquei bem interessada.
      Parece ser uma história muito bem construída e com uma aventura e tanto.
      Que bom que seu pressentimento deu certo hein? E que foi uma leitura positiva para você.
      Seus comentários me deixaram bem curiosa para conhece a história Jack!
      Beijos
      Caroline Garcia

      ResponderExcluir
    3. Eu não conhecia este livros, mas gosto muito de ler livros com este estilo de histórias, que tenham magos, guerreiros, fiquei curiosa para conferir esta história e achei bem interessante cada pessoa nascer com uma pedra que determina o tipo de poder que ela tem, bem diferente.
      Adicionei este livro em minha lista de leituras e espero ler ele em breve.

      ResponderExcluir
    4. Tata!
      Tão bom quando intuimos que um livro trará uma leitura boa, né?
      Gostei muito desse lance de magia e guerreiros, de sociedades brigando pelas pessoas, o que não entendi direito foi essa história de passagem no tempo, como o passado se relaciona com o presente e com os acontecimentos de Jake.
      “Não saber é o que torna nossa vida possível.” (Lya Luft)
      Cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    5. Que bela surpresa ler essa resenha, pois fiquei muito interessada em conhecer esse universo envolvendo magos e guerreiros com personagens que são cativantes e intrigantes. Adoro fantasia, é um dos meus gêneros favoritos. Logo, vou tentar comprar os livros já publicados.
      Beijos!

      ResponderExcluir
    6. Olá!
      Não conhecia esse livro e fiquei espantada com isso. A premissa é muito boa e você conseguiu passar bem o quanto gostou desse livro, não sei como nunca vi ninguém falando dele antes.
      Vou anotar a dica (:
      Beijos

      ResponderExcluir
    7. Oiii ! não conhecia o livro, mas fiquei muito interessada, eu amo livros de fantasias, e esse parece ser ótimo kk, eu nunca comprei um livro por intuição ou sla kkkkk, eu geralmente vou naqueles que ja ouvi falar e etc, e que bom que você acertou ein kkkkk, a história parece ser ótima e os personagens muito bem desenvolvidos !!! a espada me lembra o rei arthur, e os filhos mestiços me lembrou percy jackson kkkkkkkkkk adorei <3

      ResponderExcluir
    8. Confesso que não sou muito fan de fantasia, no entanto pela sua resenha, e possível perceber o quanto esta trama e bem construída, envolvente e fascinante, até porque primeiramente tem uma introdução sobre o começo da estória e como surgiu, e vai pulando até chegar atualmente, isso com certeza ao meu ver e algo diferente dos livros dos gênero que estou acostumada a ler. Quero muito ter a oportunidade de ler este livro.

      Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
      http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    9. Olá!
      Nossa, que resenha fantástica! Eu adoro esse estilo de leitura e por tudo que você comentou, fiquei muito curiosa para conhecer essa série. Um enredo recheado de magia , segredos e mistérios, só pode ser uma leitura cativante.
      Obrigada pela dica, super anotada.
      Beijos.

      ResponderExcluir
    10. Terminar um livro de 600 páginas em dois dias!! O livro deve ser muito bom mesmo!!
      Como gosto de fantasia e também nunca tinha ouvido falar do livro, vou anotar a dica para uma futura aquisição, principalmente por ter as continuações já lançadas!

      ResponderExcluir
    11. Olá!
      Nossa, que livro!
      Amei ele, tem uma premissa maravilhosa e encantadora. Amei a forma de como e abordado a fantasia misturando mago com guerreiro, isso sim é uma história incrivelmente incrivel. Sempre acontece comigo ver um livro e compra por intuição minha sempre acabo me apaixonando.

      ResponderExcluir
    12. Oi Tata ;)
      Não conhecia o livro ainda, mas a premissa me chamou a atenção!
      Amo livros com guerreiros e magos, e esse mundo que a autora criou parece bem diferente.
      O livro parece mesmo ser instigante e deve mesmo viciar o leitor, e acho que vou adorar os personagens pelo visto!
      Que bom que você seguiu esse seu pressentimento e amou o livro, e veio com essa indicação para nós, obrigada ;)
      Bjos

      ResponderExcluir
    13. Hey,

      Não conhecia o livro, mas gostei da capa e da premissa, adoro livro de épocas diferentes e que tratam de magos. Amo esse gênero.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!