• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Books da Gata: On the Way to You

    What makes you happy?
    That was the question Emery Reed asked me the day we met, and I couldn’t give him a single answer. I could have said my dog, or my books, or yoga — but I just stared.
    And then, I got in his car.
    It was crazy to take a road trip with a stranger, but after years of standing still, he was my one-way ticket to a new life, and I wasn’t going to miss it.
    We shared the same space, the same car, the same hotel room — and still, we were strangers. One day we’d be laughing, the next, we wouldn’t speak. Emery was surrounded by impenetrable walls, but I wanted in.
    Discovering his journal changed everything.
    I read his thoughts, words not meant for anyone’s eyes, and the more I learned about him, the harder I fell. It turned out nothing made Emery Reed happy, and I wanted to change that.
    I earned his trust by violating his privacy, and as wrong as it was, it worked — until one entry revealed a darkness I never knew existed, a timer I never knew was ticking.
    Suddenly, what made me happy was saving Emery from himself. I just didn’t know if I could.
    On the Way to You
    Kandi Steiner 
    Ano: 2017 
    Páginas: 230
    Idioma: inglês
    Editora: Kandi Steiner


    I had already heard a lot about this writer because of the dramatic story A Love Letter to Whiskey. When I see this chance I ever got to know her potential. But nothing really prepared me for what I would find in this book, I'm just not at the bottom of the pit bent in fetal position and sobbing because I read another very light book soon after this one and even so I am still shaken ....

    Cooper has always dreamed of reaching her goals, leaving the small town of Mobile and studying in Seattle, but with her relapsing and exploring parents, she had to battle harder than usual. To compensate for the lack of family love, she had the support of her friends Lily and Tammy and the affection of the cute dog Kalo and it is because of Tammy that Copper embarks on a crazy adventure with the unknown Emery.
    Emery is a weird and gorgeous guy who pops into the diner where Cooper works the same day that Tammy has a feeling that something different would happen. She accepts the ride of this unexpected visitor and starts heading for a new life in Seattle.

    What they both did not expect was that along the way they would discover new sensations and accomplishments as well as find people who would help them on their journey of self-knowledge in which they end up launching themselves.

    I was surprised by every sentence, every situation lived, every analogy made by the writer and I found myself facing each page questioning my own life and values. What really matters in life? What do I really need to be happy? Who are the people who love me? And how much is worth living and experiencing new sensations.

    I can say with certainty that this book was one of the strongest, most beautiful and moving I have read this year. It was wonderful to accompany the characters, to notice their anguish, to feel their pains and to try to understand what was going on in Emery's mind because as the book is narrated from Cooper's point of view, we only have a few glimpses of the thoughts of the Emery draft when the girl is reading the excerpts from his journal.

    The cover was very well chosen, conveying very well the atmosphere of the book mainly of a stretch already there by the end of it. And I found nice to open each chapter with a car drawing that tells what city they were in. I loved every lived experience and I can already say that I will become a fan of Kandi Steiner. Now I need Whiskey n my hands too.

    Em português

    O que te faz feliz?
    Essa foi a pergunta que Emery Reed me fez no dia em que nos encontramos e não consegui dar uma resposta. Eu poderia ter dito meu cachorro, meus livros ou yoga - mas eu apenas olhei para ele.
    E então, entrei em seu carro dele.
    Foi uma loucura fazer uma viagem com um estranho, mas depois de anos de espera e luta, ele era meu bilhete de ida para uma nova vida, e não sentiria falta de nada.
    Nós compartilhamos o mesmo espaço, o mesmo carro, o mesmo quarto de hotel - e ainda assim, éramos estranhos. Um dia estavamos rindo, no outro, não falaríamos. Emery estava cercado por paredes impenetráveis, mas eu queria entrar.
    Descobrir seu diário mudou tudo.
    Eu li seus pensamentos, palavras que não eram para os olhos de ninguém, e quanto mais eu aprendi sobre ele, mais eu me apaixonava. Descobri que nada fazia Emery Reed feliz, e queria mudar isso.
    Eu ganhei sua confiança violando sua privacidade, e tão errado quanto isso, funcionou - até que uma página revelasse uma escuridão que eu nunca soube que existia, um temporizador que eu nunca conheci estava contando regressivamente.
    De repente, o que me faria feliz seria salvar Emery de si mesmo. Mas eu simplesmente não sabia se conseguiria.

    Eu já tinha ouvido falar muito nesta escritora por causa de dramática história A Love Letter to Whiskey dai, na primeira chance que tive, tratei logo de conhecer seu potencial. Mas nada, nada mesmo me preparou para o que eu iria encontrar neste livro, só não estou no fundo do poço, encurvada, em posição fetal e soluçando porque li um outro livro bem leve logo em seguida, e olhe que, mesmo assim, ainda estou abalada...

    Cooper sempre sonhou alcançar seus objetivos, sair da pequena cidade de Mobile e estudar em Seattle. Porém com os pais relapsos e exploradores que tem, ela precisava batalhar bem mais que o normal. Para compensar a falta do amor familiar, ela tinha o apoio das amigas Lily e Tammy e o carinho da cachorrinha Kalo,  e é por causa de Tammy que Copper se lança numa louca aventura com o desconhecido Emery.

    Emery é um cara estranho e lindo que aparece na lanchonete em que Cooper trabalha no mesmo dia em que Tammy tem uma sensação de que algo diferente iria acontecer. Ela aceita a carona deste visitante inesperado e vai rumo a uma nova vida em Seattle. 

    O que ambos não esperavam era que, durante o caminho, eles iriam descobrir novas sensações e realizações além de encontrar pessoas que o ajudariam nesta jornada de auto conhecimento em que acabam se lançando.

    Me surpreendi a cada frase, a cada situação vivida, a cada analogia feita pela escritora e me vi a cada página virada questionando a minha própria vida e valores. O que realmente importa na vida? O que eu realmente preciso para ser feliz? Quem são as pessoas que me amam? O quanto vale a pena viver e experimentar novas sensações?

    Posso dizer, com toda certeza, que este livro foi um dos mais fortes, bonitos e comoventes que li este ano. Foi maravilhoso acompanhar os personagens, perceber a angústia deles, sentir suas dores e tentar entender o que se passava na mente de Emery pois como o livro é narrado pelo ponto de vista de Cooper, só temos alguns vislumbres dos pensamentos do calado Emery quando a garota está lendo os trechos do diário dele. 

    A capa foi muito bem escolhida, transmitindo bem atmosfera do livro, principalmente de um trecho já lá pelo final dele. E achei fofa a abertura de cada capítulo com um desenho de carro informando em qual cidade eles estavam. Amei cada experiência vivida e já posso dizer que virei fã de Kandi Steiner.


    1 comentários :

    1. Oi My, primeira vez que ouço falar da autora e já fiquei curiosa por essa resenha, o livro parece ser intenso e a sinopse e a resenha entregaram pouco da história mas o suficiente pra me despertar interesse.
      Sobre a capa, eu parei nele, achei linda e foi o que primeiro me deixou interessada <3
      Ótima resenha e linda dica, agora tenho esperança de um dia poder ler essa história também *__*

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!