• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • This Heart of Mine, C. C. Hunter

    A new heart saved her life—but will it help her find out what really happened to its donor?
    C. C. Hunter's This Heart of Mine is a haunting, poignant tale about living and dying, surviving grief, guilt, and heartache, while discovering love and hope in the midst of sadness.
    Seventeen-year-old Leah MacKenzie is heartless. An artificial heart in a backpack is keeping her alive. However, this route only offers her a few years. And with her rare blood type, a transplant isn’t likely. Living like you are dying isn’t all it’s cracked up to be. But when a heart becomes available, she’s given a second chance at life. Except Leah discovers who the donor was — a boy from her school — and they’re saying he killed himself. Plagued with dreams since the transplant, she realizes she may hold the clues to what really happened.
    Matt refuses to believe his twin killed himself. When Leah seeks him out, he learns they are both having similar dreams and he’s certain it means something. While unraveling the secrets of his brother’s final moments, Leah and Matt find each other, and a love they are terrified to lose. But life and even new hearts don’t come with guarantees. Who knew living, took more courage than dying?
    This Heart of Mine
    Ano: 2018 
    Páginas: 352
    Idioma: inglês
    Editora: Wednesday Books

    I, the crazy one by the covers, could not resist this cute one and everything got worse after I saw the synopsis, because I read very few books with some protagonist being transplanted and better yet having a mysterious death behind it. Okay ! I had to read this book...

    The book tells the story of strength and courage of Leah, a girl who because of a virus needs to use an artificial heart to stay alive and yet not knowing until when she gets a chance to get close to her crush Matt, she does not waste time (after all, there is not much, right?) and tries to be a different girl from the quiet and sick Leah.
    Matt in counterpart even liking Leah is in a difficult time of his life having lost some people he loves, failing to help his mother overcome the losses and still being haunted by his brother's alleged suicide. When Leah returns to appear in his life with a new heart and willing to help him elucidate Eric's death, Matt realizes that Leah is much more than a sweet and beautiful girl and that the connection between them is much stronger than they imagined before.

    After I got into the rhythm of the plot then I started getting very involved with the characters, their pains and insecurities, it was fascinating to see how a person receiving an organ from another feels. Not only emotionally but physically. The writer was very thorough with everything that happened to Leah and it drew me even more into the book.

    I loved much the way how little by little Matt and Leah were indulging in the feelings they were feeling for each other and how during this process they were dealing with the discoveries about the death of Eric. For me it was really surprising how it all happened, the only thing I found very flawed was that the writer gave a great emphasis to this event throughout the book and at the crucial moment of everything, she went over several details and left the explanation undefined and full of gaps returning to emphasize Leah's crisis about being loved and her sick heart. Which was really a shame as I was willing to give 6 stars but as the book is still going to be released in late February and I read in December relaying the publisher these details, I believe there was still time to correct this detail and give a resolution more round to Eric's death, explaining from the beginning how everything happened. I'm quite tempted to buy the physical copy to find out. 

    Other than that, the ending was beautiful, Matt confirms to be the prince charming that stole my heart throughout the plot and Leah gives us an exciting moment, making me reread the final chapters at least three times .

    What I found most interesting was also discovering that the writer usually writes fantasy and this was a book that came from a real experience that she had. So very beautiful her final letter.

    Em português

    Um novo coração salvou sua vida - mas isso ajudará ela a descobrir o que realmente aconteceu com seu doador?
    C. C. Hunter's This Heart of My é um conto forte e pungente sobre viver e morrer, sobreviver a tristeza, culpa e mágoa, enquanto descobrir amor e esperança em meio à tristeza.
    Leah MacKenzie, de dezessete anos de idade, está sem seu coração. Um coração artificial em uma mochila está mantendo-a viva. No entanto, este tratamento só lhe oferece alguns anos de vida. E como seu tipo de sangue é raro, um transplante não é provável. Viver como se estivesse morrendo ainda assim deixa seu coração rachado. Mas quando um coração fica disponível, ela recebe uma segunda chance na vida. O problema aparece quando Leah descobre quem era o doador - um menino da escola - e dizem que ele se matou. Atormentada por sonhos desde o transplante, ela percebe que ela pode ter as pistas para o que realmente aconteceu.
    Matt se recusa a acreditar que seu gêmeo se matou. Quando Leah o procura, ele descobre que ambos têm sonhos semelhantes e ele tem certeza de que isso significa alguma coisa. Ao desvendar os segredos dos momentos finais de seu irmão, Leah e Matt se encontram, e um amor que eles estão amedrontados em perder. Mas a vida e mesmo os novos corações não vêm com garantias. Quem imaginaria que para viver precisa ter mais coragem do que para morrer?
    Lançamento: 27 de fevereiro

    Eu, a louca por capas, não pude resistir a esta capa fofa e tudo ficou pior ficou depois que vi a sinopse, pois li muito poucos livros com algum protagonista sendo transplantado e, melhor ainda, tendo uma misteriosa morte por trás. Pronto! Eu tinha que ler este livro...

    O livro conta a história de força e coragem de Leah, uma garota que, por conta de um vírus, precisa usar um coração artificial para continuar viva e, mesmo assim, sem saber até quando. Ao ter a chance de se aproximar de seu crush Matt, ela não perde tempo (afinal não tem muito, não é mesmo?) e tenta ser uma garota diferente da pacata e insossa Leah.

    Matt, em contra-partida, mesmo gostando de Leah, está num momento difícil da vida tendo perdido pessoas que ama, não conseguindo ajudar sua mãe a superar as perdas e ainda sendo assombrado pelo suposto suicídio do irmão. Quando Leah volta a aparecer em sua vida com um novo coração e disposta a ajudá-lo a elucidar a morte de Eric, Matt percebe que Leah é muito mais do que uma garota doce e bonita e que a conexão entre eles é muito mais forte do que imaginou.

    Depois que entrei no ritmo da trama ai então comecei a me envolver bastante com os personagens, suas dores e inseguranças, foi fascinante perceber como uma pessoa que recebe um órgão de outra se sente. Não só emocionalmente como fisicamente. A escritora foi bem detalhista com tudo o que acontecia com Leah e isso me atraiu mais ainda para o livro.

    Amei muito a forma como, aos poucos, Matt e Leah foram se entregando aos sentimentos que estavam sentindo um pelo outro e como durante este processo eles foram lidando com as descobertas sobre a morte de Eric. Para mim foi realmente surpreendente como tudo aconteceu, única coisa que achei muito falho foi que a escritora deu uma ênfase grande a resolução da morte de Eric durante todo o livro e no momento crucial de tudo, ela passou por cima de vários detalhes e deixou a explicação sem destaque e cheia de lacunas voltando a dar ênfase a crise de Leah sobre ser amada e seu coração.

    O que foi realmente uma pena pois estava disposta a dar 6 estrelas, mas como o livro ainda vai ser lançado no final de fevereiro e eu li em dezembro relatando a editora estes detalhes, acredito que ainda houverá tempo de corrigir este detalhe e dar uma resolução mais redonda a morte, explicando desde o início como tudo aconteceu. Estou bastante tentada a comprar a cópia física para descobrir.

    Fora isso, o final foi lindo, Matt confirma ser o príncipe encantado que roubou meu coração durante toda a trama e Leah nos brinda com um momento emocionante, me fazendo reler os capítulos finais pelo menos umas três vezes de tanto que gostei.

    O livro é narrado em primeira pessoa por Leah e em terceira por Matt.

    O que mais achei interessante também foi descobrir que a escritora normalmente escreve fantasia e este foi um livro que surgiu de uma experiência real que teve. Muito linda a carta final dela.


    2 comentários :

    1. Dificilmente se vê um cenário assim, com alguém transplantado mesmo.
      Eu sou por duas vezes(córneas) e sei ao menos, o que é isso de filas, de espera...não se compara a um coração, mas...
      Voltando ao livro, adorei tudo que li acima. O medo, o amor, as incertezas...um misto de sentimentos sendo descobertos e vividos por duas pessoas.
      Quero muito ter a oportunidade de conferir.
      Beijo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. oi, flor...que bonita sua história de vida, uma vitória poder ser uma leitora voraz agora, ne? Sabe dar o valor exato ao presente que ganhou. Sucesso

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!