• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Incendeia-me, Estilhaça-me #3, Tahereh Mafi

    Um dia eu posso romper e me libertar.Nada mais vai ser igual.
    O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado. Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá.
    Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.
    Incendeia-me
    Autora: Tahereh Mafi
    Série: Estilhaça-me #3
    Editora Novo Conceito (2014)
    384 páginas

    Mais uma resenha originalmente publicada no Leitura Nossa

    Sabe aquele livro que você fica desesperada pela publicação? Tanto que acaba lendo em inglês mesmo?
    "Nenhuma arma, nenhuma espada, nenhum exército, nem rei, um dia será mais poderoso que uma frase."
    Incendeia-me foi uma leitura quase perfeita, quando peguei a versão da Novo Conceito li num ritmo oposto ao da versão em inglês. Queria alongar a leitura o máximo possível.

    Juliette enfim acorda para a vida, para a realidade que lhe rodeia. Ela evolui e passa a lutar por seus ideais, tomou decisões que deixaram não apenas a mim boquiaberta, chocou os personagens, uma mudança para melhor que foi vista por vários ângulos.
    "E, se me amasse, você não ficaria no meu caminho."
    Os personagens secundários continuaram me encantando. Em meio a tanta tensão ainda mantiveram a sanidade, com brincadeiras e piadinhas.

    "Sou bom em tudo - ele observa.
    - Humilde também.
    - E muito bonito." 

    Juliette tem um plano contra O Restabelecimento, e esperei mesmo que ela fizesse bobagem, mas eis que a união faz a força e a determinação fortalece.

    "- Você é como uma besta, droga - ele diz. - Digo, você sabe.... Tipo, uma besta fofa. Uma pequena besta que rasga as coisas e quebra terra e suga a vida das pessoas."

    O livro só não é perfeito por falta de um epílogo explicando um pouco do que ocorreu após o clímax do livro. Teve umas reações que foram aceitas muito facilmente.

    Tahereh Mafi desenvolveu a trilogia maravilhosamente. Estilhaça-me me conquistou apesar do texto riscado, que foi uma ótima ideia para os pensamentos perturbados de Juliette e de seu mimimi interminável; Liberta-me por sua vez fortaleceu minha certeza sobre certo personagem, e foi primordial para nos dar um vislumbre da esperança e o poder que ela opera num grupo mesmo quando o mundo a sua volta está ruindo e, por sua vez Incendeia-me foi o ápice de amadurecimento e de resoluções, serviu para descobertas e afirmações, com sentimentos levados ao extremo, testados, aceitados ou recusados, mas bem absorvidos como mola para atingir objetivos.

    Quanto aos personagens ela foi genial ao explorar os sentimentos de todos, mostrar o que cada um sentiu diante das adversidades e principalmente como cada um reagiu as novidades. 

    E se Juliette estressou você com tanto "Oh céus, oh vida, oh azar", não se deixe abater, senão perderá uma trilogia que até o momento foi a melhor que li. Uma distopia interessante e quase absoluta. Uma pena que acabou por aqui.

    Série Estilhaça-me:

    1. Estilhaça-me (Shatter me)
    2. Liberta-me (Unravel me)
    3. Incendeia-me (Ignite me)
    4. Restaura-me (Restore Me)

    E dois contos:

    1. 5 Destrua-me (Destroy me) Pov do Warner
    2. 5 Fragmenta-me (Fracture me) Pov do Adam

    4 comentários :

    1. Não vejo a hora de concluir esta saga! Li Estilhaça-me também num fôlego só. As letras de Tahereh são magníficas e ouso dizer que este terceiro livro estava sendo um dos mais aguardados pelos fãs que estavam se sentindo meio órfãos.rs
      Juliette é uma personagem como poucas na história da literatura. Forte, determinada, mas também, sem perder o lado doce e humano.
      Lerei com certeza.
      Beijo
      P.s(as capas são um show à parte, perfeitas)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Na verdade o terceiro nos deixou querendo maia, vamos ver o que o quarto volume nos reserva! Lamento não ter incluído o nome do novo livro na lista! ☹️
        Juliett é forte mas não se engane, tem um belo chão de lamúria até que ela enxergue isso!
        Obrigada pelo comentário!

        Excluir
    2. Olá Dani!!!
      Eu até hoje tenho vontade de ler a trilogia, mas tenho um certo receio. Porém, isso tudo é porque sou um tanto chata em distopias mas sempre que leio alguma resenha sobre os livros fico repensando porque ainda não me peguei para lê-lo.
      De toda forma apesar da personagem o livro parece ser muito bom e maravilhoso, estou de certa forma muito curiosa.

      lereliterario.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Antonia, até dá para esquecer que é distopia, foca no lado fantástico! O bom é que Juliett mostra um bom crescimento durante a trilogi, vamos ver o que nos aguarda no quarto livro!
        Obrigada

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!