• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lançamento Faro Editorial: A Casa dos Pesadelos















































    Faro Editorial lança em abril novo livro do cineasta Marcos De Brito 

    Tudo não passou de um pesadelo de criança? Será mesmo que a mente pode nos trair a tal ponto? Aquilo tudo que você sentiu não aconteceu? Como diferenciar o que é realidade da fantasia? E se todos os anos de dúvidas, traumas e pesadelos foram baseados numa fantasia? O que se escondia nas sombras da noite da casa de sua avó? Será que Tiago estava ficando doido ou havia um mal muito maior vivendo naquela casa?

    A Faro Editorial lança em abril o quarto livro do cineasta Marcos De Brito, autor de “O Escravo de Capela”, publicado em 2017. Conhecido pela arte de criar tramas com reviravoltas impressionantes, este é um livro em que a tensão não dá trégua ao leitor. De Brito nos leva numa viagem a um dos maiores medos em todos nós: os nossos pesadelos. E traz a ideia de que o medo nem sempre é apenas aquilo que parece, e pode ser ainda pior e mais cruel. E pode estar dentro de casa. 

    Dez anos depois de estar cara a cara com aquela aparição macabra, Tiago finalmente concorda em voltar à mesma casa para visitar sua avó. Agora adolescente, ele pretende provar para si mesmo, que a terrível imagem que o aterrorizara nas madrugadas por tanto tempo, não passava de uma criação tenebrosa da infância. 

    Mas, ao chegar no casarão, o jovem se depara com o misterioso quarto de seu falecido avô, agora mantido fechado, e tratado como espaço proibido. As restrições com relação ao aposento, as sensações e barulhos no meio da noite logo alimentam nele a suspeita de que algo terrível habita o local. Tomado por uma estranha coragem e desejo de ver-se finalmente livre do medo, tudo que o rapaz deseja é descobrir o que há por trás daquela porta. Então, o pesadelo toma novo impulso quando a figura sombria da infância mostra-se real novamente... mas, desta vez, ela quer atacar o seu irmão mais novo, Bruno. 

    Determinado a impedir que o caçula passe por terror semelhante, Tiago, mesmo apavorado, decide enfrentar a criatura. E o que descobre expõe terríveis segredos do passado que ninguém poderia imaginar. 

    Marcos De Brito consegue nos levar para dentro de seu personagem em “A casa dos pesadelos”, e nos fazer sentir cada calafrio, cada desconfiança, cada terrorem cada um dos espaços daquela casa, e nos fazer questionar se realmente o medo e a mente podem nos enlouquecer, ou a maldade mora em lugares que menos imaginamos.



    Faro Editorial lança “O livro de ouro das Copas”, a obra mais completa sobre todas as Copas do Mundo de Futebol 

    Fruto de uma pesquisa minuciosa feita pelo jornalista Lycio Velloso Ribas, o livro conta curiosidades sobre todas as Copas do Mundo, desde 1930 no Uruguai, até os preparativos para a da Rússia. 

    Você sabia que o jogador mais alto que já atuou em uma Copa do Mundo foi Jan Koller, da República Tcheca? Conhece a história do cachorro que invadiu o jogo do Brasil contra a Inglaterra, em 1962, e que deu um verdadeiro baile no habilidoso Garrincha? E a do árbitro Jan Langenus, que entre suas exigências para apitar a final de 1930, estava um seguro de vida? Quem são os melhores goleiros da história? E os maiores artilheiros? Quais são as 10 maiores séries invictas? E as 10 maiores viradas? Quais pênaltis perdidos mudaram o rumo das Copas? E os gols contras? Aliás, como surgiram os cartões amarelo e vermelho no futebol? Qual a verdade sobre Ronaldo na Copa de 1998?  

    Essas e outras tantas perguntas são respondidas em “O livro de ouro das Copas”, do jornalista esportivo Lycio Velloso Ribas, que a Faro Editorial lança em edição limitada.  

    O grande objetivo dessa obra é oferecer um histórico sobre todas as copas e suas curiosidades. São mais de 700 jogos, cada um deles com suas próprias peculiaridades e transitando num mundo em guerras, em conflitos políticos ou mesmo diante de catástrofes naturais. De 1930 até hoje já são quase 90 anos de histórias, e muito mais que disputas por medalhas o leitor vai entender por que a Copa do Mundo se firmou como o evento de um único esporte e apenas 32 seleções, mas que consegue congregar o maior número de expectadores de todo o planeta. 

    Começando sua pesquisa pela primeira competição, realizada em 1930 no Uruguai, quando não havia transmissão televisiva, até as previsões e expectativas para a Copa da Rússia este ano, Lycio apresenta um livro único no que diz respeito a história dos Mundiais, e uma leitura obrigatória para fãs do esporte mais amado do mundo.

    1 comentários :

    1. Uau!!!Dois livros super diferentes que com certeza, irão agradar dois tipos de leitores.
      Eu fico com o lado de A Casa dos Pesadelos!Capa maravilhosa, sinopse. E se tiver oportunidade, quero muito poder ler.
      Beijo

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!