• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Um Reino de Sonhos, Judith McNaught

    Royce Westmoreland, o “Lobo Negro”, é enviado pelo rei da Inglaterra para invadir a Escócia. Quando seu irmão, Stefan, sequestra Jennifer e Brenna Merrick, filhas de um lorde escocês, do convento onde vivem, as vidas de Royce e Jennifer se entrelaçam. Ele, um poderoso guerreiro que já ganhou muitas batalhas, não vê a hora de encontrar uma mulher que o amará pelo homem que é, não pelo medo inspirado por sua lenda. Ela, uma jovem rebelde em busca do amor e da aceitação de seu clã, mesmo na condição de prisioneira, não se deixa abalar pela fama de seu arrogante captor.
    Conforme os conflitos entre os dois se tornam mais frequentes, a urgência de se entregarem um ao outro só aumenta. Certa noite, quando ele a toma apaixonadamente nos braços, desperta nela um desejo irresistível. Mas, se Jennifer seguir seu coração, perderá tudo aquilo pelo que vem lutando e jurou honrar.
    Um Reino de Sonhos
    Um romance da Dinastia Westmoreland
    Dinastia Westmoreland #1
    Ano: 2018
    Páginas: 378
    Idioma: português
    Editora: Bertrand Brasil

    “ Afinal, não é todo dia que uma mulher recebe um reino de sonhos.”

    Jennifer e Brenna foram isoladas num convento pelo pai delas depois que Jennifer aprontou mais uma das suas, acendendo a ira do mesmo. Jennifer é do tipo teimosa, determinada e corajosa que sofreu muitas injustiças na infância e luta para ser aceita e reconhecida por seu clã. Enquanto a doce Brenna é mais reservada, ponderada e medrosa. Verdadeiros contrastes e verdadeiras amigas unidas por laços extremamente fortes. Ao serem raptadas pelo irmão do lendário Lobo, ambas irão viver muitas aventuras para tentar se livrar das garras de seus raptores.

    Royce Westmoreland é o temido cavaleiro do rei da Inglaterra e conquistou seu título de Duque de Claymore graças a diversas façanhas nos campos de batalha. Ao encontrar a desaforada Jennifer, ele se depara com sentimentos que nunca sentiu antes e que acabam por deixá-lo vulnerável. 

    “ Tinha o cabelo negro, e sua capa preta balançava nas costas, agitada misteriosamente pelo vento, como se tivesse vida própria... Uma olhada para ele, e Jenny soube que ele era capaz de cometer todo ato vil do qual era acusado.”
    Com uma escrita impecável, ótima ambientação e uma trama recheada de intriga, traições e muito romance, Judith McNaught constrói uma história maravilhosa, com aventuras hilárias e muitas emoções.

    Gente!!! Acho que nunca senti tantas emoções conflituosas ao ler um livro, vocês nem fazem ideia de tudo que essa história me causou. 

    Primeiro: nostalgia, pois passei boa parte de minha infância e juventude vendo filmes ambientados na idade média, fosse de piratas, fosse de cavaleiros e donzelas em perigo, lembro com um sorriso no rosto como essas tramas me fascinavam. 

    Segundo: irritação, pois, digo a você, o sangue sobe a cabeça toda vez que percebo injustiças. 

    Terceiro: muita raiva, muita mesmo, pois a mocinha era tão cega, mas tão cega que, até o ultimo capítulo, ela ainda não conseguia perceber a real intenção de quem estava a sua volta. Além disso, o protagonista sempre achava que podia curar tudo com sexo... emoji de olhos virados para ele e para ela nesses momento... Arf triplo!!!

    Quarto: falando em sexo, muito tesão!!! Oh, Senhor... Que cavaleiro maravilhoso e rude que é Royce, todo másculo, cheio de pegada, todo grande, todo poderoso e, ao mesmo tempo, dedicado, gentil e extremamente leal.

    Quinto: em vários momentos, os cenários descritos levavam a um clima tão romântico que me via suspirando sem parar.

    Com um final apoteótico, digno dos meus filmes da idade média, eu, literalmente, pulei da cama e tasquei o livro longe, tamanha minha torcida pelo perigoso Lobo e para que tudo que eu queria acontecesse. 

    Ainda estou torcendo por um livro para Arik, bravo e carrancudo escudeiro de Royce e onde a divertida tia Ellinor e o casal possam aparecer de novo pois pesquisei e não achei entre os já publicados no Estados Unidos.

    Beijos, Myl


    2 comentários :

    1. Como não conhecia o livro, estou aqui tentando reler todos os pontos positivos sobre a leitura e só concluí que quero muito conhecer os personagens e sentir tudo isso que eles provocam!
      Vai para a lista de desejados com certeza.
      Beijo

      ResponderExcluir
    2. Oi My, essas muitas emoções conflituosas é marca da autora e é por isso que amo as histórias dela, acho que não houve um livro dela que li e que não senti essa gama de emoções indo do amor ao ódio e retornando ao amor haha e amei tua resenha, descreveu o que senti ao ler essa trama. Eu fiquei super feliz com o lançamento desse livro dela por aqui, esse não tinha nem em versão antiga, eu tenho uma versão de Portugal porque dei a louca a um tempo e queria porque queria ler essa história haha, mas quero ter essa versão também mais a frente pois a capa tá muito linda e espero que venham outras histórias da autora por aqui <3

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!