• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Imbatível, Jane Harvey-Berrick e Start Reardon

    Um poderoso romance contemporâneo no ágil mundo do rugby internacional.
    Quando o seu mundo falhar
    Quando todos disserem que você está fora
    Quando seu corpo estiver quebrado
    Eu vou conseguir.
    Eu irei voltar.
    E ficarei invicto.
    Nick Renshaw é o menino de ouro do rugby britânico. Quando uma lesão grave ameaça sua carreira, ele começa uma espiral para baixo, um homem quebrado.
    Sentindo-se abandonado e traído pelos mais próximos dele, ele luta para reiniciar sua vida. Talvez haja alguém lá fora que possa ajudá-lo. Talvez ele possa encontrar o caminho de volta para a luz. Talvez não.
    Dr. Anna Scott pode ser a única pessoa que pode ajudar Nick, mas ela tem seus próprios segredos. E quando o passado de Nick volta para assombrá-los, a médica enigmática está mais vulnerável do que parece.
    Quebrado e traído, a luta para sobreviver parece intolerável.
    Quem sucumbirá, e quem se erguerá, invicto?
    Editora Record
    Lançamento 10 de junho
    Jane Harvey-Berrick e Start Reardon 


    Acho que vou começar minha resenha como a da maioria das leitoras porque acredito que foi um sentimento geral, afinal,  somos fã da escrita dramática de Jane Harvey-Berrick e somos fãs da beleza incontestável de Stuart Reardon e essa união surpreendeu a muitas nós. 

    Estou acostumada com os livros de guerra e angustiantes sobre ex-prisioneiros ou viciados típicos de Jane Harvey e fiquei na expectativa de ler seu primeiro livro de Sports Romance além da parceria inusitada com um modelo de capa e ex-jogador de rugby. O que viria desta mistura?
    O resultado foi um livro leve e, ao mesmo tempo,  com momentos dramáticos, onde consegui perceber quando a escrita mudava de estilo com o toque masculino e onde o estilo de Jane era mais forte. E o que achei mais fantástico foi como ela conseguiu dosar sua escrita já madura com a escrita iniciante de Stuart sem chamar atenção dos holofotes para ela e sim enaltecendo o trabalho dele e transformando a parceria em algo agradável aos leitores com um texto equilibrado e um resultado fantástico.

    Narrado em terceira pessoa alternadamente por cada um dos protagonistas, conhecemos cada uma das dores destes personagens tão complexos e, ao mesmo tempo, tão simples que apenas desejam amar e ser amados.

    Tudo começa com Nick explicando num prólogo como é quando tudo dá errado que se conhece uma pessoa verdadeiramente e iniciando sua narrativa sobre como se lesionou gravemente e se entregou à desesperança de ter acabado com sua carreira bem no momento em que iniciaria num time profissional. Tudo até encontrar a Dra. Anna, uma especialista em lidar psicologicamente com atletas, uma mulher com um passado marcado e que está tentando reconstruir a vida.

    A última coisa de que Anna precisa e quer é um envolvimento emocional com seu cliente, mas é justamente isso que Nick não quer evitar ao perceber como ela é uma mulher especial e que o trata com carinho a atenção. A tensão sexual entre eles é forte, porém, proibida, e quando explode eles tentam de todo jeito que o clube de Nick não descubra por causa de uma cáusula no contrato de ambos que proíbe relacionamento entre atletas e equipe técnica. Já viu de onde pode vir o ponto de conflito, né? Mas nada prepara você para o que realmente provoca as duas reviravoltas na trama. Nada!

    Foi muito interessante acompanhar a história de amor proibido entre estes personagens, principalmente porque Nick é muito fofo, família e leal a quem ama, transformando ele num príncipe encantado desejado e apaixonante e que Anna seria uma boba se não se entregasse a essa paixão. Ui! Que paixão avassaladora!

    Amei essa capa e principalmente como surgiu o título.

    Posso terminar dizendo que já quero mais desta parceria Jane-Stuart e que venham mais livros sobre os outros jogadores principalmente Fetuao, companheiro de clube e amigo de Nick, afinal estamos falando de um Sport Romance e os fãs merecem um pouco mais. Só acho!

    Beijos, Myl


    1 comentários :

    1. Ah, esta capa! Desde o lançamento dela, que estou de olho literalmente nela.
      Não só pela audácia de colocar o moço assim, mas também pelo enredo, que parece ser bem diferente do comum.
      Não só a luta, mas o recomeço e isso muito me interessa!
      E no mais, é romance.
      Quero muito poder conferir!
      Beijo

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!