• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • More Than Words, Mia Sheridan

    No momento em que conheceu Callen Hayes, Jessica Creswell, de onze anos, sabia que ele era um príncipe ferido. Seu príncipe. Eles se tornaram o refúgio um do outro, um lugar seguro e mágico longe de suas vidas problemáticas. Até o dia em que Callen a beijou - o primeiro beijo real e sonhador de Jessica - e depois desapareceu de sua vida sem uma palavra.
    Anos depois, todo mundo sabe quem é Callen Hayes. Compositor famoso. Bad boy infame. O que ninguém sabe é que a música de Callen está agora trancada no fundo de sua alma, presa atrás de seus próprios demônios interiores. É só quando ele sai em férias forçadas para a França para tentar respirar através da escuridão que Callen tropeça na única pessoa que pode fazer a música retornar. Jessica. Sua Jessie. E ela ainda tem uma inocência doce e suave... mesmo nos momentos em que ela coloca seu sangue em chamas.
    Mas eles não pertencem mais ao mesmo mundo. Existem muitos erros. Muitos segredos. Muitas mentiras. Tudo o que eles têm é aquele desejo instintivo, essa necessidade - e algo que parece perigosamente como o amor.
    More Than Words
    Ano: 2018 
    Páginas: 384
    Idioma: inglês
    Editora: Forever

    Resenha Bilíngue

    Enquanto aqui no Brasil teremos o lançamento de O Melhor de Você (tem resenha dele aqui no blog), nos Estados Unidos, Mia Sheridan presenteia os fãs com um livro sensacional. More Than Words traz um romance contemporâneo com pitadas de romance histórico, recheado de amor, angústia, lirismo e musicalidade, com uma escrita madura e cheia de referências.

    Jessie é uma garota sofrida que sente na pele a dor da mãe e mergulha fundo na magia do faz-de-conta para conseguir sobreviver a todas as angústias que tentam tomar conta de seu coração. Apaixonada pelos clássicos como Os Três Mosqueteiros e O Rei Arthur, ao encontrar um garoto solitário e triste, ela apresenta a ele este mundo em que vive e ele aceita participar das fantasias que a doce garota cria. Sonhadora, ingênua, pura e meiga, ela transforma a vida do sofrido Callen. Até o dia em que ele não aparece mais.

    Callen tem uma existência miserável graças a um problema sério que ele esconde sob sete chaves, ele acaba encontrando na música sua válvula de escape, mas o mundo do entretenimento também traz pessoas que em nada o ajudam a vencer seus demônios interiores, só fazendo sua fama de bad boy calado, misterioso e fechado piorar Até o dia em que ele reencontra aquela que sempre tocou seu coração.

    Mas Jéssica mesmo continuando uma romântica sonhadora, percebe que Callen não é mais o mesmo garoto de antes e sabe que se deixar que ele se aproxime demais de seu coração, sofrerá bastante depois.

    O que mais achei interessante é como Mia Sheridan apresentou dois personagens com problemas familiares sérios e como cada um resolve adotar uma visão do mundo diferente com atitudes totalmente diferentes um do outro: Callen não esconde que é uma pessoa problemática e que não quer se apegar, enquanto Jéssica sonha em ser amada.

    “ Mas claro que eu também sei que a vida é mais que palavras. É risadas e amor, fé e diversão.”

    Claro que com esse título não tive como não lembrar da música do Extreme, More Than Words, e a coloquei para ouvir na Spotify deixando livre as músicas seguintes enquanto lia, mas qual não foi minha surpresa quando ao tocar Stargazing, de Kygo, eu senti que essa era realmente a música que me embalaria na jornada de Jessie e Callen. A letra de Stargazing se encaixa muito bem na ideia de Jessie de tentar ajudar Callen a perceber que pode amar e ser amado, mostra como ela é esperançosa mesmo diante da crueldade humana. Nossa! Não tenho nem como descrever os sentimentos que tive lendo este livro e ouvindo esta música.



    Mia Sheridan foi fantástica tanto na escolha dos cenários para os encontros dos dois como na forma como apresentou as declarações de amor que surgem em toda a trama.

    Lançando uma mensagem linda de superação, fé, entrega, segundas chances e o principal: uma mensagem sobre abrir os olhos e perceber como Deus responde aos nossos apelos de forma que menos esperamos, mas precisamos estar com o coração aberto para não deixar passar o momento da Graça. 



    The moment she met Callen Hayes, eleven-year-old Jessica Creswell knew he was a broken prince. Herprince. They became each other's refuge, a safe and magical place far from their troubled lives. Until the day Callen kissed her--Jessica's first real, dreamy kiss--and then disappeared from her life without a word.
    Years later, everyone knows who Callen Hayes is. Famous composer. Infamous bad boy. What no one knows is that Callen's music is now locked deep inside, trapped behind his own inner demons. It's only when he withdraws to France to drink his way through the darkness that Callen stumbles into the one person who makes the music return. Jessica. His Jessie. And she still tastes of fresh, sweet innocence... even as she sets his blood on fire.
    But they don't belong in each other's worlds anymore. There are too many mistakes. Too many secrets. Too many lies. All they have is that instinctive longing, that need--and something that looks dangerously like love.
    “ There was no real bravery without fear.”

    Mia Sheridan presents the fans with a sensational book. More Than Words brings a contemporary novel with hints of historical romance filled with love, anguish, lyricism, musicality with a mature writting and full of references.

    Jessie is a girl who feels the pain of her mother in her skin and plunges deep into the magic of Fairy Tales to be able to survive all the anguish that tries to take care of her heart. Passionate about the classics like The Three Musketeers and King Arthur, when she finds a lonely and sad boy, she introduces him to this world in which he accepts to participate. Dreamy, naive, pure and sweet, she transforms the life of the suffering Callen. Until the day he does not show up anymore.

    Callen has a miserable existence thanks to a serious problem that he hides under seven keys, he ends up finding in music his escape valve but the world of entertainment also brings people who in no way help him overcome his inner demons, only making him more the famous bad boy silent, mysterious and closed. Until the day he meets the only one that has always touched his heart.

    But Jessica, while continuing a romantic dreamer, realizes that Callen is no longer the same boy as before and knows that if she let him get too close to her heart, she will suffer a lot later.

    What I found most interesting is how Mia Sheridan presented this two characters with serious family problems and how each one of them resolved to adopt a different worldview with totally different attitudes of one another: Callen does not hide that he is a problematic person and that he does not want to love while Jessica dreams of being loved.

    "But I also knew now that life was more than words. It was laughter and love, faith and joy. "

    Of course, with this title I remember the song from Extreme, More Than Words, and I put it to listen in some music app leaving free the next songs while reading but what was not my surprise when it plays Stargazing by Kygo and I felt that this one was really the music that would pack me on the journey of Jessie and Callen. The letter of Stargazing fits nicely into Jessie's idea of trying to help Callen realize that he can love and be loved, shows how hopeful she is even in the face of human cruelty. Wow! I can not even describe the feelings I had in reading this book and listening to this song.

    Mia Sheridan was fantastic both in choosing the setting for the two encounters and in the way she presented the love statements that appear throughout the plot.

    Launching a beautiful message of overcoming, faith, second chances and mainly ...

    A message about opening our eyes and realizing how God responds to our appeals in a way that we least expect, but we need to be open-minded in order not to let the moment of Grace pass.


    1 comentários :

    1. Como O melhor de você esta chegando por aqui vou ficar esperançosa de que esse livro venha a ser publicado aqui também, a história parece ser sensacional e amei a resenha. Mia tem uma escrita super envolvente, espero que as editoras percebam isso e tragam mais livros dela para ser lançados aqui, quem sabe assim a Arqueiro retoma Signos de Amor <3

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!