• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Promessa Mortal, J. D. Robb

    A tenente Eve Dallas enfrenta um assassino de policiais nesse romance da mais bem-sucedida série do gênero no mundo. Amaryllis Coltraine trabalha como policial há muitos anos e sabe se defender de todos os tipos de ataques. No entanto, quando ela é morta com a própria arma na escada do prédio onde mora, a tenente Eve Dallas percebe que Coltraine “era mais que apenas uma colega.” A verdade terá de ser descoberta, e Eve precisará superar quaisquer obstáculos que surjam para desvendar esse caso. Para isso, começa a interrogar todas as pessoas ligadas a Coltraine, inclusive seus colegas de esquadrão. Enquanto isso, Roarke, o marido multibilionário de Eve, começa a vasculhar o passado da vítima, descobrindo, para sua surpresa e da tenente Dallas, que pode existir uma importante ligação entre esse caso e o passado doloroso e sombrio que ambos imaginavam ter superado há muitos anos.
    Promessa Mortal
    (Promises in Death)
    Série Mortal # 28
    Ano: 2018 
    Páginas: 434
    Idioma: português 
    Editora: Bertrand Brasil

    A Série Mortal é uma saga de histórias policiais escritas pela rainha dos romances Nora Roberts sob o pseudônimo J. D. Robb. Juro que não conseguia entender como uma pessoa que estava habituada ao mundo doce e romântico conseguiria falar sobre sangue, violência e investigações. Até que a curiosidade me pegou e olha eu lendo o 28º livro da série!

    Se você, assim como eu, ainda não leu nenhum livro da série, não se desespere! Não sei em relação aos outros, mas você consegue ler Promessa Mortal sem ter lido nenhum dos livros anteriores.

    A protagonista da série é a Tenente Eve Dallas da Divisão de Homicídios de nova York, a detetive Peabody é sua assistente, mas quem realmente ajuda Eve a esclarecer os mistérios é o seu lindo/fofo/gostoso/inteligente marido Roarke. E é através desse casal/dupla que você consegue ver a escrita da Nora Roberts aflorar, além de trabalharem juntos para solucionarem o crime que dá origem ao livro, os dois protagonizam cenas quentes e românticas para não perder o hábito.

    Em Promessa Mortal Eve Dallas e Peabody vão se deparar com um crime nada fácil de se lidar: o assassinato da policial Amaryllis Coltraine que, além de colega de profissão, é namorada de um grande amigo, o legista Moris.
    Eve é uma policial dedicada que leva o seu trabalho muito a sério, mas quando o caso é o assassinato de uma policial, descobrir o assassino vira uma questão de honra, mas ela não terá uma missão fácil. Muitos sentimentos, suspeitas e possibilidades virão à tona, e Eve terá que ser cuidadosa para não ultrapassar limites nem ferir ninguém. Afinal, será que Amaryllis está envolvida com algo ilegal? Será que a sua transferência repentina para a polícia de Nova York tem algo a ver com isso? Talvez um dos seus colegas saiba de alguma coisa? Ou seu assassinato deve-se a um antigo relacionamento com um dos herdeiros do mundo do crime?


    Eve é uma personagem incrível! Policial durona, justa e honesta, não sabe lidar com as frivolidades da vida de super rica que o marido lhe proporciona. Não se dá muito bem com o mordomo que está sempre a postos para satisfazer qualquer necessidade, não sabe lidar com a infinidade de roupas e lingerie que o marido atulha em seu closet, não é nada sociável, não gosta de festas e não sabe como se comportar em eventos sociais. Apesar disso é uma ótima amiga, sensível e preocupada, e vai aprender a ser uma boa anfitriã e dar uma de mulherzinha com as amigas.

    Roarke é o marido que todo mundo quer ter. Lindo, sensual, romântico e inteligente, já foi do mundo do crime, mas o abandonou em nome do amor que sente por Eve (como não amar?). É ele quem vai dar o tom futurista da série (ela se inicia em 2059), afinal tudo o que você um dia pode imaginar que a tecnologia faria, alguma das empresas de Roarke já criou ou está em processo de execução. Adorei a viatura fantástica que ele criou para Eve, que tem até comando de voz (meu sonho!) e a prisão que é fora do planeta (que não diz que é criação dele, mas bem que poderia ser).  Sem contar o fato de que ele é um dos sócios da Victoria Secrets!!!

    A história é bem amarrada e crível, principalmente porque a narrativa faz você se sentir parte da investigação, passando cada detalhe para você analisar junto com os personagens. Posso dizer que Nora Roberts me convenceu como J. D. Robbs, apesar de ter se alongado em algumas partes não tão necessárias assim. E apesar de ser o 28º, acredito que a série ainda tem muito a oferecer aos leitores. 


    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!