• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Harlan Coben além dos livros!


    Eu sou suspeita para falar, pois amo os livros do autor! Harlan Coben tem esse jeito de prender minha atenção, segurar meu coração com uma só mão e ir apertando a medida que leio, até que ele fique pequenininho de tanto anseio, quase morrendo por desvendar o final e, quando ele enfim solta o aperto no meu pobre coração, eu solto um suspiro alto e lento repleto de surpresa! Um tanto assombrada, algumas vezes preciso reler para ter certeza que não enlouqueci.

    E daí, acho pouco tamanha "tortura" e me deparo com as séries que são baseadas em seus livros / criadas por ele!

    GENTE! Esse homem ainda vai me matar! Mas eu sou masoquista nesse caso (que fique bem claro!) e não resisto. Bati os olhos e disse: Preciso ver!

    Então eu decidi fazer um breve resumo sem spoiler das séries maravilhosas!



    1. No Second Chance - Sem Retorno

    "Sem Retorno é baseada no livro No Second Chanc,e de Harlan Coben. A série conta a história da médica Alice que, ao acordar do coma descobre que seu marido foi assassinado e sua filha sequestrada."
    Seis episódios que vão lhe deixar maluco! Seu detetive vai aflorar e seus neurônios vão ser forçados a trabalhar bastante. No Netflix não tem sequer uma sinopse, mas se é do Harlan Coben, nem pensei duas vezes.

    Daí fiquei um pouquinho triste por ser em francês... maaaas, mais uma vez, meu lado tiete falou mais alto e precisei ver.

    Já no primeiro episódio ficamos ouriçados para saber quem atirou na Alice e quem levou a bebê Tara! E é muito angustiante ver que enquanto se recupera tem que lidar com a notícia da morte do marido e do sumiço da filha. E, em contra partida, lidar com os detetives em cima  dela, desconfiando de tudo o que ela diz.

    Os seis episódios são bem movimentados. Vamos ter alguns flashbacks que ajudam ou não a entender melhor o que acontece.

    Essa série é muito intensa. Os personagens são bem ao estilo do que encontramos nos livros, nunca confiamos plenamente neles. (Ao menos eu sempre fico com um pé atrás.)

    E a trama não fica presa apenas ao drama da Alice, temos sub tramas interessantes com temas atuais e que aguçam nossa curiosidade e nos leva a refletir bastante.

    No fim, tem uma surpresa maravilhosa, que não conto, mas sinto que quem assistir vai gostar bastante.

    Eu fui em busca da sinopse e fiquei incrédula ao ver que no livro quem vive é o marido. Preciso ler este rapidamente e ver quais outras diferenças existe entre ele e a série.


    Abaixo a sinopse do livro:

    "Quando Marc Seidman acorda, depois de longo período em coma, encontra-se face a face com uma terrível realidade - ele foi baleado duas vezes, sua mulher está morta e sua filha Tara desapareceu. Ele não sabe quem perpetrou os crimes, nem por quê. Há vários detalhes inquietantes - ele e a mulher foram baleados com armas diferentes, uma delas a do próprio Marc. Na agenda da mulher há um CD com informações codificadas, enviadas por um grupo de detetives particulares. Uma ex-agente do FBI se propõe a ajudá-lo, mas parece ocultar alguns segredos. Quando tudo parece caminhar para uma solução, Marc recebe um pedido de resgate. Começa aí seu dilema - em quem confiar? Mas o recado do sequestrador é taxativo - se Marc falhar, não haverá segunda chance. Evoluindo num crescendo de suspense, o livro supera todas as expectativas dos fãs do gênero, com enigmas e surpresas de tirar o fôlego."



    2. The Five
    "Em 1995, quatro jovens amigos de escola, Mark Wells (Tom Cullen), Danny Kenwood (OT Fagbenle), Slade (Lee Ingleby) e Pru Carew (Sarah Solemani) ficaram traumatizados depois que o irmão de cinco anos de Mark, Jesse, desapareceu depois de jogar o parque com eles. Nenhum vestígio de Jesse foi encontrado. O assassino em série Jakob Marosi, que havia sido acusado de cinco outros assassinatos, alegou que ele havia matado Jesse. Os pais de Jesse, Julie e Alan (Geraldine James e Michael Maloney), desistiram de ter esperança de encontrar o menino vivo.

    Vinte anos depois, Kenwood é um sargento-detetive que trabalha para a Westbridge Police. Quando ele assiste à cena de um assassinato, ele encontra a prostituta Annie Green, que foi brutalmente atacada com um martelo. Uma análise forense de evidências de DNA da cena do crime fornece uma correspondência para o DNA de Jesse. Uma intricada teia de provações e tribulações começa a se desdobrar quando os quatro amigos da infância se reúnem na esperança de encontrar Jesse vivo."


    Essa foi a primeira série que fiquei sabendo relacionada ao Harlan Coben e fiquei desesperada para ver, porém não achei em lugar nenhum, até que ele anunciou no Instagram que estava disponível no Netflix.

    O que eu fiz? Comecei a ver, né? Dois dias e tinha assistido aos dez episódios, como se minha vida dependesse da resolução do mistério.

    Nesta acompanhamos um grupo de quatro amigos que têm algo em comum: o sumiço do irmão de Mark.

    Cada um tomou um rumo e, à sua maneira, foi afetado pelo desaparecimento de Jesse, que na época tinha apenas cinco anos. Nenhum deles sabe exatamente o que houve e à medida em que os episódios avançam vamos descobrir que eles guardaram segredos relacionados aquele dia.

    Muito triste ver a mãe do Jesse sempre na janela, relembrando a última vez que viu Jesse, torcendo para que ele esteja vivo.

    E mais uma vez o Coben nos deixa inseguros sobre em quem confiar.

    Será que o Jesse está vivo? 

    O que posso lhe dizer é que esta série britânica vai mexer mais uma vez com seus nervos e puxar o seu tapete quando pensar que descobriu toda a verdade.

    Trailer de The Five:




    3. Safe

    "Safe foca no inglês Tom Delaney (Hall), cirurgião pediátrico e pai viúvo de duas filhas adolescentes. Ele está lutando para se conectar com suas filhas, uma vez que ainda sofrem a perda de sua esposa de câncer um ano antes. Depois que sua filha de 16 anos, Jenny, desaparece, Tom acaba descobrindo uma teia de segredos enquanto procura freneticamente por ela."

    Gente, essa é a minha favorita das três. Sério, se quiser uma indicação de em que ordem assistir, siga a deste post. NÃO, elas não são interligadas, mas é cada uma melhor do que a outra.

    Safe também é uma produção britânica e conta com o Michael C. Hall, de Dexter, como o personagem principal. Na série, ele vai lidar com o desaparecimento de sua filha adolescente.

    A busca dele pela garota é de apertar o coração. Ele faz o que pode, pede favores à sua amiga/caso Sophie, banca o detetive, se mete em confusão e não apenas ele. Seu amigo Pete ajuda nas buscas também e essa dupla é muito boa de acompanhar.

    Para complicar mais, um jovem aparece morto e é nada menos que o namorado de Jenny. Daí começamos a elaborar milhares de teorias. E bem, eu passei bem longe de acertar.

    E não se deixe enganar, a verdade realmente só vai surgir no episódio oito. E gente, foi como imagino que deva ser, levar um soco no estômago, perder todo o ar, pensar que vai morrer e ficar de queixo caído.



    Sério! Não perde tempo e assiste, você não vai se arrepender.

    Algum de vocês já assistiu?



    1 comentários :

    1. já mandei para a lista No Second Chance, pois não sabia que existia! Sou fã incondicional do trabalho de Coben também..rs mas das séries acima, só vi Safe e claro que adorei, apesar de muitas críticas que li e ouvi, foram bem negativas..rs
      Mas como amava Dexter, não ia perder o ator né?rs
      Beijo

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!