• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Química perfeita, Simone Elkeles

      
    Brittany e Alex são de mundos opostos: ela é a menina perfeita com um futuro brilhante pela frente, ele o membro de uma gangue perigosa que não tem nada a perder. Os dois não teriam nenhum contato um com o outro, se não tivessem sido forçados a ser parceiros nas aulas de química do último ano. Alex sabe que qualquer relação que Brittany tenha com ele pode colocar em risco sua reputação impecável de boa aluna e namorada dedicada e, por orgulho e diversão, aposta com os amigos que consegue fazer com que ela saia com ele. No entanto, quanto mais se aproximam, mais fica evidente que eles têm algo em comum que ninguém parece perceber: nenhum dos dois é o que se esforça tanto para ser.
    Química Perfeita
    Química Perfeita #1
    Ano: 2017
    Páginas: 428
    Idioma: português 
    Editora: Globo Alt

    “ Minha história define quem eu sou.”
    Oh, gente! Nada como a química perfeita entre dois pólos opostos para criar uma reação em cadeia quase impossível de ser controlada. 

    Alex é o típico badboy encrenqueiro e inconsequente que faz parte da gangue Latin Blood. Filho de mexicanos sente na pele o preconceito e sabe que pessoas do lado sul não se misturam com pessoas do lado norte da cidade, assim como óleo não se mistura com água. Ponto.

    Mesmo tendo um sonho distante de entrar na faculdade e estudando muito para ter notas boas na escola, ele sabe da realidade de sua família e que, uma vez dentro da gangue, não existe a menor possibilidade de sair. A vida segue sua curso natural, pelo menos até ele precisar encarar de frente a garota de ouro da escola, Brittany.

    Brittany é a garota perfeita, dedicada a família perfeita, com as notas perfeitas e o namorado perfeito. Mas esta aparente perfeição está prestes a ser testada quando ela é obrigada a se aproximar de Alex como dupla do projeto de química e ele começar a testar a paciência e os limites da garota com seu jeito debochado e provocador.

    O livro é uma verdadeira montanha-russa de emoções conflituosas e inesperadas recheado com uma grande crítica a sociedade moralista, preconceituosa e negligente que pensa que a raça e a condição social podem definir quem a pessoa é. Não é à toa que escolhi a frase do próprio Alex para abrir esta resenha pois, para mim, resume bem a mensagem do livro e eu acredito piamente que quem define a pessoa são os próprios passos que ela escolhe dar. Claro que nem sempre é tão simples fugir das armadilhas da vida, mas sempre temos escolhas e é esta jornada de amadurecimento, descobertas e amor rumo à escolha perfeita que Alex e Britanny irão percorrer.

    Narrado em primeira pessoa alternadamente por cada um dos protagonistas, o livro traz uma trama forte e impactante onde jovens (destaque para Paco e Isabel) serão postos à prova a cada instante e onde o uso de um simples composto errado pode gerar resultados explosivos.

    Lembrei muito de um filme antigo que vi pequena: Westside Story, que conta também uma história de amor impossível entre uma jovem de uma gangue de brancos e um rapaz de uma gangue mexicana com clara inspiração em Romeu e Julieta. Então já viu o tanto de conflito, sangue, suor e lágrimas que podem estar te esperando, né?

    A própria escritora faz algumas referências a outro filme que amo: Grease, Nos Tempos da Brilhantina, que mostra a garota perfeita e certinha se apaixonando pelo badboy complicado.

    Esse livro fez sucesso uns anos atrás quando foi publicado aqui pela primeira vez e, graças a Deus, a Globoalt publicou agora com nova roupagem e essa capa maravilhosa com um casal que transmite bem a tensão do livro.

    A história é apaixonante, o casal maravilhoso e o desfecho, mesmo tendo sido um pouco rápido demais, é de tirar o fôlego.

    Beijos, Myl

    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!