• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Ele, Elle Kennedy e Sarina Bowen


    James Canning nunca descobriu como perdeu seu melhor e mais próximo amigo.
    Quatro anos atrás, seu tatuado, destemido e impulsivo companheiro desde a infância simplesmente cortou contato.
    O maior arrependimento de Ryan Wesley é ter convencido seu amigo extremamente hétero a participar de uma aposta que testou os limites da amizade deles.
    Agora, prestes a se enfrentarem nos times de hóquei da faculdade, ele finalmente terá a oportunidade de se desculpar. Mas, só de olhar para o seu antigo crush, Wes percebe que ainda não conseguiu superar sua paixão adolescente.
    Jamie esperou bastante tempo pelas respostas sobre o que aconteceu com seu relacionamento com Wes, mas, ao se reencontrarem, surgem ainda mais dúvidas.
    Uma noite de sexo pode estragar uma amizade? Essa e outras questões sobre si mesmos vão ter que ser respondidas quando Wesley e Jamie se veem como treinadores no mesmo acampamento de hóquei.
    Ele
    Quando Ryan conheceu James
    Him #1
    Ano: 2018
    Páginas: 256
    Idioma: português 
    Editora: Paralela


    Ryan Wesley e James Canning, ou Wes e Jamie, compartilharam os melhores verões de suas vidas durante anos em um acampamento de hóquei, chamado Elites. Durante seis semanas, os dois reviviam a amizade e viviam as melhores emoções.

    Wes sempre se destacou pela ousadia e coragem, adorando chamar atenção e colocar Jamie em enrascadas. Sua brincadeira predileta era desafiar um ao outro, até forçar seus limites. Por causa de uma dessas apostas, a última feita por Wes, a amizade dos dois foi interrompida, e Jamie sem saber o que aconteceu, resolveu seguir sua vida, chateado e confuso.

    Depois de quatro anos, já adultos, os dois se reencontram outra vez, e esse reencontro irá trazer muitas revelações e descobertas sobre sentimentos até então desconhecidos. Wes é gay e Jamie é hétero, mas suas orientações sexuais não falarão tão alto quanto a amizade e o carinho que um tem pelo outro.

    Mais um verão chega, e Jamie descobre que será colega de Wes novamente no acampamento, mas dessa vez como treinadores. A surpresa de Wes em descobrir que todo o medo de ter estragado a amizade com Jamie foi apenas invenção de sua própria mente vai despertar um sentimento já existente em seu amigo, mas será que Jamie sente o mesmo por Wes?

    Assim como Wes, eu fiquei surpreso com a reação de Jamie, uma aposta como aquela colocaria a amizade de qualquer pessoa para baixo (não contarei que aposta é, descubram ao ler!), mas Jamie entendeu tudo como uma experiência que valeu a pena, e que isso não era motivo para terminar uma amizade. Enfim acertados, eles terão a oportunidade de reerguer a amizade e passar por novas experiências.

    Gente, que livro intenso! Devorei o livro em menos de 24 horas e adorei como duas escritoras conseguiram fazer uma história com homossexuais tão bem detalhada. Wes é um bad boy que exala confiança, mas por dentro é só um rapaz que sonha com um romance impossível, já Jamie é sensato, tem uma mente aberta e livre de preconceitos, o tipo de homem ideal para casar.

    Diferente de algumas histórias LGBT, nossos personagens, principalmente o Wes, mostra ser reservado, em outras palavras, um gay heteronormativo. Vemos muito disso atualmente, muitos gays que preferem ser mais reclusos por acharem que esse é o comportamento aceito pela sociedade, que infelizmente é machista. Não que o Wes tenha receio do que vão pensar sobre sua sexualidade, ele só se sente mais confortável desse jeito. Isso me incomodou um pouco, pois no século em que estamos, precisamos bater de frente contra o machismo e mostrar que não é errado ser gay.

    Jamie irá colocar seu sentimento por Wes em prova inúmeras vezes. Seria apenas coisa de momento, ou ele realmente está gostando de Wes não só como amigo? Ele sentirá ciúme, prazer, e dúvidas sobre si mesmo.

    Vamos lembrar que é Ele possui muitas cenas eróticas (bem picantes) e a forma como as cenas são descritas é de fazer qualquer um suar. (pausa para respirar) Diante de todo o prazer que os dois descobrem, um sentimento maior também aparece, e isso me encantou muito. Wes sempre foi apaixonado por Jamie, mas era difícil aceitar que Jamie sentiria o mesmo por ele, e mais uma vez, o livro pode nos surpreender!

    Os capítulos são intercalados entre o ponto de vista de cada um dos dois, e por ser narrado por eles a história traz mais proximidade ao leitor. Sarina e Elle arrasaram na construção dessa história, e só tenho a agradecer!

    Se eu tivesse que dizer algo que me desagradou durante a leitura, foi o uso exagerado de palavrões (p***a), mas que Wes explica esse comportamento tão desnecessário surgiu. Isso não atrapalhará em nada na história, tanto que depois de um período esses palavrões deixam de aparecer com frequência.
    Um romance capaz de surpreender qualquer pessoa, Ele é o reflexo de muitos rapazes que possuem um amor pelo seu amigo, mas que não pode revelar por medo que uma amizade linda se destrua por um sentimento que, ironicamente, é lindo. Me apaixonei por Jamie e Wes e vou torcer para que o relacionamento dos dois dê certo até o fim de suas vidas ( uma história nunca morre na última página de um livro).





    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!