• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • A deusa cega, Anne Holt

    O corpo desfigurado de um traficante de drogas. Um homem coberto de sangue vagando pelas ruas da capital da Noruega. E um advogado criminal de fama obscura assassinado com um tiro. Três eventos aparentemente isolados instigam o faro apurado de uma investigadora sagaz e irônica, que junto com seu colega mergulha em um caso com poucas pistas e muitas perguntas sem respostas. Em meio a boatos envolvendo advogados e o tráfico de drogas, mensagens codificadas e uma enorme rede de corrupção que pode chegar aos altos escalões do governo, a autora Anne Holt descreve uma teia de crimes e batalhas políticas na qual somente a deusa da Justiça pode se dar ao luxo de ter os olhos vendados.
    A Deusa Cega
    Hanne Wilhelmsen #1
    Ano: 2013 
    Páginas: 344
    Idioma: português 
    Editora: Fundamento

    O que um corpo com o rosto desfigurado, um homem no meio do trânsito banhado de sangue e um advogado morto com um tiro tem em comum? Na primeira impressão podemos classificar como crimes sem nexo, mas quando a inspetora Hanne e o assistente da promotoria Hakon Sand adentram nesse fundo, fatos surpreendentes podem aparecer.

    Investigando o caso, uma Organização com um esquema de tráfico de drogas e advogados corruptos começa a tomar forma. A cada passo dado, mais suspense é integrado à história, onde parece que as coisas nunca serão reveladas.

    No desenrolar da investigação, a advogada Karen Borg e o suspeito ensanguentado, de nome Han van der Kerch esconderão mais do que podem para dar uma luz ao caso que aos poucos começa a tomar forma, e essa omissão custará caro a um deles. Fiquei muito surpreso com os acontecimentos da história, que é impossível você largar o livro por um instante.

    O que parece ser um caso impossível, após tantos acontecimentos marcantes, vai se construindo e a temida Organização, vai ruindo aos poucos. Hanne e Hakon precisam correr para colocar os culpados atrás das grades e descobrir a finalidade desse esquema tão proibido.

    O legal da história é que não há um destaque maior para certo personagem. Todos eles são fundamentais e importantes para a criação do livro. Narrado em terceira pessoa, vamos nos deparar com algumas cenas chave para dar sobra a história. Personagens não revelados fazendo coisas escondidas me deixaram com uma curiosidade terrível e só no final da história para descobrir todas as pontas soltas.


    A deusa cega é uma investigação que nos dará muito nervoso para descobrir o desfecho, com todo o escândalo da Ordem dos Advogados e os crimes sem sujeira fica difícil descobrir quem são os verdadeiros criminosos. Um thriller de tirar o fôlego!

    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!