• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lançamentos Arqueiro/Sextante - Outubro/2018

    Uma distopia atual, próxima dos dias de hoje, sobre empoderamento e luta feminina.
    O SILÊNCIO PODE SER ENSURDECEDOR #100PALAVRAS
    O governo decreta que as mulheres só podem falar 100 palavras por dia. A Dra. Jean McClellan está em negação. Ela não acredita que isso esteja acontecendo de verdade.
    Esse é só o começo...
    Em pouco tempo, as mulheres também são impedidas de trabalhar e os professores não ensinam mais as meninas a ler e escrever. Antes, cada pessoa falava em média 16 mil palavras por dia, mas agora as mulheres só têm 100 palavras para se fazer ouvir.
    ...mas não é o fim.
    Lutando por si mesma, sua filha e todas as mulheres silenciadas, Jean vai reivindicar sua voz.

    A Grande Solidão vendeu 200 mil exemplares em apenas dois meses nos Estados Unidos.
    Alasca, 1974.
    Imprevisível. Implacável. Indomável.
    Para uma família em crise, o último teste de sobrevivência.
    Atormentado desde que voltou da Guerra do Vietnã, Ernt Allbright decide se mudar com a família para um local isolado no Alasca.
    Sua esposa, Cora, é capaz de fazer qualquer coisa pelo homem que ama, inclusive segui-lo até o desconhecido. A filha de 13 anos, Leni, também quer acreditar que a nova terra trará um futuro melhor.
    Num primeiro momento, o Alasca parece ser a resposta para tudo. Ali, os longos dias ensolarados e a generosidade dos habitantes locais compensam o despreparo dos Allbrights e os recursos cada vez mais escassos.
    Porém, o Alasca não transforma as pessoas, ele apenas revela sua essência. E Ernt precisa enfrentar a escuridão de sua alma, ainda mais sombria que o inverno rigoroso. Em sua pequena cabana coberta de neve, com noites que duram 18 horas, Leni e a mãe percebem a terrível verdade: as ameaças do lado de fora são muito menos assustadoras que o perigo dentro de casa.
    A Grande Solidão é um retrato da fragilidade e da resistência humana. Uma bela e tocante história sobre amor e perda, sobre o instinto de sobrevivência e o aspecto selvagem que habita tanto o homem quanto a natureza.

    Hope Anderson está numa encruzilhada. Aos 36 anos, ela namora o mesmo homem há seis, sem perspectiva de casamento. Quando seu pai é diagnosticado com ELA, Hope resolve passar uma semana na casa de praia da família, na Carolina do Norte, para pensar nas difíceis decisões que precisa tomar em relação ao próprio futuro.
    Tru Walls nasceu numa família rica no Zimbábue. Nunca esteve nos Estados Unidos, até receber uma carta de um homem que diz ser seu pai biológico, convidando-o a encontrá-lo numa casa de praia na Carolina do Norte. Intrigado ele aceita e faz a viagem.
    Quando os dois estranhos se cruzam na praia, nasce entre eles uma ligação eletrizante e imediata. Nos dias que se seguem, os sentimentos que desenvolvem um pelo outro os obrigam a fazer escolhas que colocam à prova suas lealdades e reais chances de felicidade.
    O novo romance de Nicholas Sparks, na tradição de Diário de uma Paixão e Noites de Tormenta, aborda as muitas facetas do amor, os arrependimentos e a esperança que nunca morre, trazendo à tona a pergunta: por quanto tempo um sonho consegue sobreviver?

    Uma história sobre lealdade.
    O ano é 1771. Na Carolina do Norte, conserva-se a duras penas um frágil equilíbrio entre a aristocracia colonial e os esforçados pioneiros. E entre esses dois lados prestes a entrar em conflito está Jamie Fraser, um homem de honra exilado de sua amada Escócia. Convocado a liderar uma milícia para conter as insurgências, ele sabe que quebrar o juramento que fez à Coroa inglesa o tornará um traidor, mas mantê-lo será a certeza de sua ruína.
    A guerra se aproxima, garantiu-lhe sua esposa, Claire Randall. E, mesmo não querendo acreditar nesse triste futuro, Jamie Fraser está ciente de que não pode ignorar o conhecimento que só uma viajante do tempo poderia ter. Afinal, a visão única de Claire já os colocou em risco, mas também lhes trouxe salvação.
    A cruz de fogo é uma envolvente história sobre o empenho de Jamie em proteger sua família, construir uma comunidade e manter suas terras às vésperas de um conflito histórico. Nesses esforços, ele é ajudado por sua mulher, sua filha Brianna e seu genro Roger MacKenzie, que nasceram no século XX e agora tentam se adaptar à tortuosa vida do século XVIII.

    Best-seller instantâneo do The New York Times.
    Primeiro volume de uma trilogia épica.
    PRINCESA
    PRISIONEIRA
    ÓRFÃ
    REBELDE
    Theodosia era a herdeira do trono de Astrea quando seu reino foi invadido, deixando um rastro de destruição.
    Dez anos depois, a princesa, órfã, prisioneira e subjugada, percebe que não lhe resta mais nada, a não ser lutar pela própria liberdade.
    O passado, que por tanto tempo ficou enterrado, agora precisa vir à tona para mostrar a Theodosia os caminhos que poderão levá-la de volta ao trono.
    Mas Theo conseguirá ser a rainha de que seu povo precisa? Ou será que anos de humilhações transformaram a herdeira da Rainha do Fogo em meras cinzas?


    Quando Gowan, o magnífico duque de Kinross, decide se casar, seu plano é escolher uma jovem adequada e negociar o noivado com o pai dela. Ao conhecer Edie no baile de apresentação dela à sociedade, ele acredita que, além de linda, ela também seja a dama serena que ele procura e imediatamente pede sua mão.
    Na verdade, o temperamento de Edie é o oposto da serenidade. No baile, ela estava com uma febre tão alta que mal falou e não conseguiu prestar atenção em nada, nem mesmo no famoso duque de Kinross. Ao saber que seu pai aceitou o pedido do duque, ela entra em pânico. E quando a noite de núpcias não é tudo o que podia ser...
    Mas a incapacidade de Edie de continuar escondendo seus sentimentos faz com que o casamento deles se desintegre e com que ela se recolha à torre do castelo, trancando Gowan do lado de fora.
    Agora o poderoso duque está diante do maior desafio de sua vida. Nem a ordem nem a razão funcionam com sua geniosa esposa. Como ele conseguirá convencê-la a lhe entregar as chaves não só da torre, mas também do próprio coração?

    Após 45 anos de dedicação exclusiva ao Grupo RBS – a principal empresa de mídia do Sul do país e uma das gigantes da comunicação no Brasil –, Nelson P. Sirostky sentiu que era hora de repensar seus objetivos e dar início a uma nova etapa em sua vida.
    Desse momento de reflexão nasceu este livro escrito a quatro mãos em parceria com a romancista Leticia Wierzchowski. O oitavo dia conta a trajetória de Nelson, ajuda a entender a sua personalidade, mostra os bastidores dos 21 anos em que esteve na presidência da RBS e narra a saga de sua família – da chegada de seus avós ao Brasil, fugindo dos horrores das perseguições religiosas, aos dias de hoje.
    Dividido em quatro narrativas que se cruzam, o livro é um misto do relato franco e honesto do protagonista-autor com pesquisas e histórias reais, entrelaçados num fio habilmente urdido pela autora. Tudo isso daria mesmo um instigante romance.
    Repleto de personagens fortes e marcantes, este é o retrato literário da alma de um ser humano que se reinventa a partir de suas virtudes e fraquezas, um mergulho por seus valores e sua espiritualidade. Uma história de passado e futuro, de coragem, recomeços e memórias.

    Como descrever o AMOR?
    O que você sente quando está com MEDO?
    De onde vem a ALEGRIA?
    Por que sentimos INVEJA?
    Emocionário é um dicionário de emoções que nos ajuda a entender melhor o que se passa em nosso coração. Prazer, ódio, entusiasmo, insegurança, orgulho e muitos outros sentimentos são representados por ilustrações inspiradoras e explicados de forma simples e delicada.
    Com esse livro, crianças de todas as idades vão aprender a reconhecer suas emoções e expressar seus sentimentos.


    Lígia Guerra é comentarista em várias mídias, entre elas o programa Encontro com Fátima Bernardes, a rádio CBN Curitiba e a Rede Globo do Paraná.

    Ao longo de sua carreira como psicanalista, Lígia Guerra percebeu que o adoecimento do amor é um dos principais motivos de infelicidade de homens e mulheres. Mesmo apaixonados, muitos casais não conseguem lidar com os pequenos conflitos que afetam o relacionamento no dia a dia.

    Neste livro, ela faz um verdadeiro raio x desse sentimento que é a base da vida de todos nós, analisando os problemas comuns à maioria das relações, como o ciúme, a dependência emocional, a falta ou o excesso de intimidade, a interferência da família, a infidelidade e o distanciamento.

    A partir de histórias tiradas de sua experiência clínica, Lígia nos ensina a identificar a origem dos nossos conflitos, a evitar que os pequenos desentendimentos se tornem grandes crises e a resgatar o afeto sufocado pelo excesso de cobranças e expectativas.

    Com sensibilidade e bom humor, este livro nos ajuda a deixar de lado as projeções de um amor perfeito e abraçar o amor de verdade, com suas qualidades e defeitos, capaz de sustentar um relacionamento leve, saudável e duradouro.

    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!