• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Um acordo e nada mais, Mary Balogg

    Embora Vincent, o visconde Darleigh, tenha ficado cego no campo de batalha, está farto da interferência da mãe e das irmãs em sua vida. Por isso, quando elas o pressionam a se casar e, sem consultá-lo, lhe arranjam uma candidata a noiva, ele se sente vítima de uma emboscada e foge para o campo com a ajuda de seu criado.
    No entanto, logo se vê vítima de outra armadilha conjugal. Por sorte, é salvo por uma jovem desconhecida. Quando a Srta. Sophia Fry intervém em nome dele e é expulsa de casa pelos tios sem um tostão para viver, Vincent é obrigado a agir. Ele pode estar cego, mas consegue ver uma solução para os dois problemas: casamento.
    Aos poucos, a amizade e o companheirismo dos dois dão lugar a uma doce sedução, e o que era apenas um acordo frio se transforma em um fogo capaz de consumi-los.
    No segundo volume da série Clube dos Sobreviventes, você vai descobrir se um casamento nascido do desespero pode levar duas pessoas a encontrarem o amor de sua vida.
    Um Acordo e Nada Mais
    Clube dos Sobreviventes # 2
    Mary Balogh
    Ano: 2018 
    Páginas: 304
    Idioma: português
    Editora: Arqueiro

    “ ,deixe-me dizer que uma pérola provavelmente também não parece extraordinária enquanto permanece ocultas em sua concha.”

    E deixe-me dizer que pérola é este livro, finalmente consegui engatar um livro de Mary Balogh que não conseguia parar de ler. Como ela usa muitas descrições excessivamente detalhadas, demoro a mergulhar na trama. Mas este livro simplesmente me engoliu, não enxergava mais nada a minha volta até chegar no final mais-que-fofo e com uma declaração de amor que conecta com o início da amizade deles. Tão lindo, tão lindo! Suspiros, Myl!

    Vincent perdeu a visão durante a guerra, componente mais novo do Clube dos Sobreviventes, depois de muita dor e desespero, ele deu a volta por cima com bom humor e um sorriso no rosto conseguindo superar sua limitação. Mas ele quer mais... Quer liberdade! Algo que as mulheres de sua família não conseguem dar a ele e estão mais que dispostas a conseguir-lhe uma esposa. O problema é que ele não quer casar agora. Ele não quer que tenham pena dele e guarda no coração um sonho. Um sonho de liberdade.
    Sophia é uma invisível ratinha que, depois de perder o pai, ficou sem rumo, dependendo da ajuda de parentes que não estavam muito dispostos a ajudá-la. Sua válvula de escape são as caricaturas que faz sempre finalizadas com um ratinho.

    “ Sempre foi o ratinho que observava os absurdos da vida à sua volta, Sophia?”

    Num momento seu de heroína, ela salva Vincent de uma emboscada e acaba perdendo tudo. Ele, percebendo o que fez à garota, acaba propondo a ela um acordo e nada mais...

    “ O senhor me oferece conforto material e eu lhe ofereço coragem para se tornar o senhor de si mesmo?”

    Um Acordo e Nada Mais é o livro 2 da série Clube dos Sobreviventes e traz, de forma singela, uma linda história de amor construída passo-a-passo através da amizade, de um laço que enrosca os dois protagonistas e arrebata o leitor de forma sutil e leve com uma narrativa em terceira pessoa dinâmica e cheia de momentos românticos e doces.


    Eles conseguem abrir o coração um para o outro e contar seus sonhos e motivações e fui acompanhando a beleza de cada momentos juntos, cada toque, cada descoberta e como o sonho de cada um foi se modificando no decorrer do convívio um com o outro. 

    “ Sonhos são desejos que provavelmente nunca serão realizados. Eu poderia fazer meus sonhos se realizarem. Na verdade, é o que pretendo.”

    A ternura brota das páginas e transcende. A forma como Vincent enxerga e faz brotar a beleza de Sophia e como ela cuida dele dando-lhe asas para poder voar conquistou meu coraçãozinho... Exatamente do jeito que eu amo com personagens não convencionais e humanos, fugindo dos eternos canalhas mulherengos e das mulheres que são tão “empoderadas” que basta o cara estalar os dedos que estão trás dele... Enfim... Graças a Deus, nesta série saímos desse cliché. 

    A capa está linda seguindo o padrão da capa anterior, a edição só teve alguns pecados na tradução.

    Beijos, Myl 


    4 comentários :

    1. Oi My, esse livro é daqueles amorzinho, os personagens são fofos e eu fui surpreendida com o quanto que gostei do livro, não esperava isso pois a primeira impressão que tive de Vincent no livro 01 não foi arrebatadora. Mas acho que as características pouco convencionais dos protagonistas que você citou foi o ponto forte pra me conquistar. Amei a resenha e essa história também... Vale a pena ler.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Gente...Me senti exatamente como você, esse livro é arrebatador mesmo....

        Excluir
    2. Estou muito ansiosa pra ler essa série porque, só pela capa, transborda amor, carinho e humor.
      Estou bem ansiosa em conhecer uma história com um personagem cego e como os dois vão se dando bem de maneira tão afetuosa. Parece ser um livro muito meigo!
      Ainda bem que vc mencionou o fato de ser bem detalhado, talvez isso poderia me desanimar um pouco se eu não soubesse antes de ler, mas agora que sei vou preparada kkkkk
      PS: amei essx modelx suuuuuper fofx, aperta elx por mim <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada, Giovana....Pudim agradece o elogio....beijos,Myl

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!