• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Almas Gêmeas, Nicholas Sparks


    Hope Anderson está numa encruzilhada. Aos 36 anos, ela namora o mesmo homem há seis, sem perspectiva de casamento. Quando seu pai é diagnosticado com ELA, Hope resolve passar uma semana na casa de praia da família, na Carolina do Norte, para pensar nas difíceis decisões que precisa tomar em relação ao próprio futuro.
    Tru Walls nasceu numa família rica no Zimbábue. Nunca esteve nos Estados Unidos, até receber uma carta de um homem que diz ser seu pai biológico, convidando-o a encontrá-lo numa casa de praia na Carolina do Norte. Intrigado ele aceita e faz a viagem.
    Quando os dois estranhos se cruzam na praia, nasce entre eles uma ligação eletrizante e imediata. Nos dias que se seguem, os sentimentos que desenvolvem um pelo outro os obrigam a fazer escolhas que colocam à prova suas lealdades e reais chances de felicidade.
    O novo romance de Nicholas Sparks, na tradição de Diário de uma Paixão e Noites de Tormenta, aborda as muitas facetas do amor, os arrependimentos e a esperança que nunca morre, trazendo à tona a pergunta: por quanto tempo um sonho consegue sobreviver?
    Almas Gêmeas
    Ano: 2018
    Páginas: 288
    Idioma: português
    Editora: Arqueiro

    Eu me encantei com a capa deste livro quando vi a edição americana. Nem fazia ideia de que era um lançamento da Arqueiro. Mas acabou sendo bom, pois posso resenhar para vocês sem me sentir culpada por despertar vontade num livro que só está disponível em outro país!

    Tenho medo dos livros do Sr. Sparks, mas aviso de antemão que, neste caso, o medo foi infundado. 

    Tá... nem tanto. Eu queria que fosse diferente, maaaas melhor assim do que de uma maneira que me desagradasse! (Confuso, né?!)

    Em Almas Gêmeas, vamos nos deparar com a inserção do autor na história e, ao menos para mim, foi a primeira vez que o Nicholas o fez! (Perdão se eu estiver errada e tiver entendido o posfácio errado.)

    Essa prerrogativa nos dá um quê a mais de realismo e acabamos viajando rapidinho com ele na história de uma caixa de correio de ninguém e de todo mundo, à beira mar de uma praia na Carolina do Norte, a Almas Gêmeas.


    Ninguém sabe quem a colocou ali, mas qualquer um pode ler as cartas que estão lá dentro e podem acrescentar as próprias se o desejar. Legal, né?

    Sobre o enredo....

    Hope Anderson é uma mulher de 36 anos, que está tentando lidar com as notícias sobre a saúde do amado pai, um namorado que não aparenta querer casar com ela após seis anos juntos, e Scottie, um cachorrinho bem levado que adora correr atrás dos pássaros na praia de Sunset Beach (Carolina do Norte, EUA). E está na casa da praia da família aguardando o casamento de uma amiga.

    "- Uma das coisas maravilhosas em relação a uma folha - disse ele - é que ela nos lembra de viver da melhor maneira possível pelo máximo de tempo possível, até enfim chegar a hora de se soltar e se permitir sair de cena flutuando com leveza." 

    O caminho dela cruza com o de Tru, um guia africano que está, pela primeira vez, nos Estados Unidos e que ao bater os olhos nela, sente que algo mudou. Porém ele não vai ficar por muito tempo e Hope está comprometida. No entanto, eles dois acabam estabelecendo uma amizade. Cada um é bom ouvinte e eles se pegam contando  fatos de suas vidas que não diriam a qualquer estranho.

    Hope imagina que Tru vá gostar de conhecer a Almas Gêmeas em Bird Island e o leva até lá.  E gente, o conteúdo da caixa é interessante.

    Fiquei louca para ir lá dar uma olhada e lida nas cartas. E ela realmente existe! (Fotos abaixo)





    O convívio dos três é bacana de acompanhar. Tru é o que alguns chamariam de "uma alma velha" por cada palavra sábia que ele diz. Embora, é claro, que com 42 anos ele não é considerado novinho, mas vocês entendem o que quero dizer!


    "- Porque às vezes, tudo que uma pessoa precisa é de alguém para escutá-la."

    É tão interessante quando Tru fala de sua vida nas reservas, suas histórias nos diversos safáris. O autor usa bem os detalhes e nos transporta para cada cenário descrito. E o amor que ele tem pelo Andrew é lindo, embora eu não consiga aceitar 100% a maneira dele interagir com o garoto. E dessa maneira nos faz pensar que amor fraternal, pode ser demonstrado mesmo com um convívio limitado. Que trabalhos não convencionais têm grandes desafios, em especial estar tão pouco tempo com seu filho.

    Eu adorei que o Tru herdou da mãe o dom de desenhar. Eu queria muito saber desenhar algo além de bonecos palito. E o autor descreve bem os desenhos dele, de uma maneira que torna possível imaginar cada um deles!

    A resenha vai ser curta, pois acabarei soltando algum spoiler sem perceber.


    "- O sofrimento é o preço que pagamos pelo amor - falou. - Aprendi isso com a minha mãe e quando Andrew foi embora. É assim que as coisas são." 


    Almas Gêmeas é um livro que aborda o amor, as dificuldades e o peso das escolhas referentes a ele. Um livro no qual a esperança paira do começo ao fim. Com o toque  aventureiro dos safáris africanos e as belas praias americanas.




    14 comentários :

    1. Só uma dúvida... quem é Andrew?

      Não me dou bem com os livros do Sparks então não sinto vontade de ler nenhum, e com esse não foi diferente. Parece sim ser fofo; o companheirismo, a amizade e a esperança são pontos fortes, mas realmente não me encantou :(

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Andrew é o filho de Tru.
        Nenhum autor agrada unanimemente.
        Obrigada.

        Excluir
    2. Oi Danielle,
      Eu amo os livros do Nicholas Sparks! Acho muito boa a escrita dela e sempre amo as histórias. Fico passada quando vejo alguém falando que não gosta dele hahaha
      Sobre esse livro, eu não conhecia, mas já fiquei com muita vontade de ler <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Theresa, que bom ele sempre agradar você. Eu li alguns livros dele, mas acho que consigo contar nos dedos de uma única mão os que li da autoria de Nicholas Sparks e olha que estou nos 500 livros lidos.
        Acredito que ele vai ganhar você com este também!
        Obrigada!

        Excluir
    3. Sou apaixonada pelo Sparks e faço questão de ao menos tentar ler todos seus livros, mas confesso que é complicado, ow danado de autor que produz!rs
      Ainda não consegui chegar neste novo trabalho dele, então esta é a primeira resenha que leio da obra e por tudo que li acima, é Sparks!
      Com seus sentimentos, dramas, conquistas e amor,muito amor!
      Com certeza, o livro está na lista de desejados e espero ter e ler o quanto antes!
      Beijo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sei como é. Harlan Coben é minha paixão, daí vc tira!
        Sim, é bem Sparks comparando com os outros dois que li.
        Acredito que irá gostar!
        Obrigada.

        Excluir
    4. Oi Dani,
      Amo as histórias que o Nicholas cria, atualmente (e a um bom tempo) ele é meu autor favorito de romances...
      Bem, já li 99% dos livros dele, e acredito que nunca tenha se inserido em suas histórias, pelo menos não que eu tenha prestado atenção, e não acho que seja algo que dê para passar, rs.
      O autor adora a Carolina do Norte, e várias vezes utiliza lugares reais, adoro isso.
      Sobre a história, bem, vemos que é linda, e de um redescobrimento do amor...
      Gostei, já estava nos desejados.
      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Vitória!
        Bom saber que não entendi errado! Eu só li mais uns 2 ou 3 livros dele. Kkkk. Não sou fã.
        A ideia de usar a Carolina do norte deve ser por ele viver lá e fica melhor e mais realista, mas isso é apenas minha opinião!
        Foi uma ótima leitura, espero que goste!
        Obrigada!

        Excluir
    5. Dani!
      Pelo que entendi, dessa vez, Nicholas faz parte do enredo e trouxe uma história de amor sem tanto drama quanto as demais histórias dele, me parece que anda descobrindo outras vertentes de escrita.
      Como fã dele, já quero.
      “Felizes são os que ajudam os pobres, pois o Senhor Deus os ajudará quando estiverem em dificuldades.” (Bíblia)
      cheirinhos
      Rudy

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Rudinalva!
        Ele faz uma participação especial! E bem, foi bastante diferente dos que li antes.
        Obrigada.

        Excluir
    6. Adoro o Nicholas, tenho alguns livros dele, sou uma grande fã, um dos meus autores preferidos de romance <3
      Ainda não li Almas gêmeas, mas quero muuuuito ler :)
      Amei a resenhas, bjs

      ResponderExcluir
    7. Oi Dani.
      Faz bastante tempo que não leio nada do autor. É preciso muito preparo psicológico para o drama e as lágrimas que virão com a leitura rsrs
      Achei muito interessante o autor se inserir na história. Não tinha visto esse artifício sendo usado por ele até agora.
      Não sabia que as cartas existiam e adorei saber disso! Fiquei com vontade de ir visitar rsrs
      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu leio muito pouco deste autor. Medo!
        Sim. A caixa de correio existe numa reserva!
        Obrigada.

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!